quinta-feira, 12 de junho de 2014

ITAQUERA: o mundo se rende à favela

Nunca fomos sem teto. Habitamos os campos do Lenheiro, da Ponte Grande e a Fazendinha. E como a família alvinegra não parava de crescer, precisamos alugar uma casa maior e nos mudamos pro Pacaembu. E, por alguns anos, até usamos e ajudamos manter um salão de festas, onde comemoramos muitos títulos, até mesmo vencendo o anfitrião. Mas, chegou o momento que cansamos de pagar aluguel. A família cresceu tanto e tornou-se uma Nação. Uma Nação muito grande, espalhada pelo mundo. Nosso povo precisava de uma casa maior, moderna, confortável e imponente, à altura da grandeza da Nação. Uma casa somente sua. 
Muitos planos e projetos foram apresentados, debatidos, refutados até que o sonho de uma nova casa se concretizasse. E hoje, depois de muita luta, de exorcizar tantos fantasmas, de furar o olho gordo da anticorinthianada, de vencer muitos preconceitos, obstáculos e desafios, de não escorregar nas cascas de banana atiradas pela mídia multicolorida, através de mentiras e factoides, não só temos concluída a nossa nova casa, mas ainda vamos emprestá-la para a FIFA fazer a abertura da Copa do Mundo.
E para nossa maior alegria, além de linda e confortável, sua construção alavancou o progresso de uma região desprovida de infra estrutura, obrigando o poder público promover uma série de melhorias para a população. E tais benefícios foram tantos, que os setores mais reacionários da mídia, foram obrigados a reconhecer que eles aconteceram.
video
Assim, contra tudo e contra todos, hoje, em nossa casa, na Arena Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste de São Paulo, tem início o maior evento futebolístico do mundo. Hoje, a Arena Corinthians é a Meca do Futebol e para ela dirigem-se os fiéis da bola de todo o mundo. 
Além dos mais de 60 mil torcedores e dos 4 mil jornalistas que terão o privilégio de acompanhar a histórica partida in loco, mais de um bilhão de pessoas de 204 países acompanharão, pelos veículos de comunicação que farão a transmissão, o jogo disputado na Arena Corinthians.
A Arena está linda, mas ficará ainda mais bela e imponente, quando tirarem os puxadinhos da FIFA. E ainda mais animada quando o Bando de Loucos, seu legítimo proprietário, ocupar o lugar dos atuais inquilinos.
Muito teríamos a falar da Arena, do bairro, da região e do seu significado econômico, esportivo, social e cultural para seus moradores. Mas, nem precisa. Logo mais, a imprensa de todo o mundo estará focada na Arena Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste, mostrando ao mundo que nenhum chefe de Estado precisou usar carro de bombeiros para ver a abertura da Copa do Mundo.




Créditos e fontes de imagens e vídeo
facebook.com
facebook.com
facebook.com/Andrés Sanchez Boêmio.
istoe.com.br
vejasp,abril.com.br
facebook,com
facebook.com
youtube.com
fotospublicas.com
capital.sp,gov.br
mobilidadesp.com
youtube.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário