domingo, 31 de janeiro de 2016

Corinthians X XV de Piracicaba - Campeonato Paulista

Pela primeira rodada do Campeonato Paulista, o Corinthians enfrentará hoje, domingo, 31/01, o XV de Piracicaba, em sua Arena, em Itaquera, São Paulo, SP. Com um time bastante modificado, recheado de reservas em 2015, o Timão terá seu primeiro desafio em jogos oficiais, após a realização da pré temporada na Flórida, (E.E.U.U.), de onde retornou com uma derrota (1 a 0 para o Atlético-MG), uma vitória (3 a 2 sobre o ucraniano Shakhtar Donetsk) e um empate (0 a 0 com o norte-americano Fort Lauderdale Strikers). Tite aproveitou a viagem para testar alternativas à equipe, após as perdas para a França e para a China. 
Enquanto para o Corinthians o jogo representa um momento para dar cara ao novo time em reconstrução, para o time Piracicabano o objetivo do campeonato é repetir a boa campanha de 2015 e credenciar-se para a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro. 
Ficha Técnica - Corinthians X XV de Piracicaba 
Local: Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo (SP)
Data: 31 de janeiro de 2016, domingo
Horário: 17~:00 horas (de Brasília)
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique, Elias, Romero, Rodriguinho e Lucca; Danilo; Técnico: Tite 
XV de Piracicaba: Bruno Brígido; Daniel Damião, Fábio Sanches, Heitor e Julinho; Magal, Léo Salino, Aloísio (Adriano Ferreira), Henrique Santos e Diney; Rodrigo Silva; Técnico: Claudinho Batista 
No Corinthians, além do escalados, também foram relacionados os goleiros Walter e Matheus Vidotto, os laterais Edílson e Guilherme Arana, os zagueiros Pedro Henrique e Vilson, o volante Maycon e o meia Marlone.
Estão fora no Corinthians o volante Willians e o meia-atacante Guilherme, não inscritos a tempo para a primeira rodada, e Luciano, em recuperação de cirurgia; e no XV de Piracicaba, o meia Gilsinho, ainda não regularizado, o meia Gérson Magrão, lesionado nas costas, o volante Clayton, com o nariz quebrado, e o lateral-direito Canavarros, que segue internado em estado grave no Emcor (Emergências do Coração), em Piracicaba, após sofrer uma parada cardíaca.
Yago, Bruno Henrique, Ángel Romero, Rodriguinho, Lucca e Danilo, reservas no time hexa campeão brasileiro, ganharam as vagas de Gil, Ralf, Jadson, Renato Augusto, Malcom e Vagner Love. No banco, as novidades são o volante Maycon, recém promovido da base, e o meia Marlone, contratado do Sport de Recife. 
Também com alguns desfalques no time titular, Claudinho Batista teve que improvisar em algumas posições, mas vai utilizar a base dos três jogos-treinos na pré-temporada, quando empatou dois jogos e venceu um: 1 a 1 diante do Velo Clube, 2 a 1 sobre o Tianjin Quanjian, da China, e 0 a 0 contra a Caldense.
Na manhã de sábado, em treino na Arena Corinthians, os jogadores realizaram um treinamento de dois toques em campo reduzido e um trabalho de aprimoramento das bolas áreas defensivas.  
Jogando em casa, com o apoio da torcida, o Timão tem amplas possibilidades de estrear com vitória. Mesmo com o time recheado de ex reservas, o Corinthians conta com bons e experientes jogadores, que já foram decisivos em 2015. 
Entre as novas esperanças, Tite conta com Romero, que saiu do ostracismo no final de 2015, e teve excelente atuação na goleada por 6 a 1 em cima do São Paulo e teve bom desempenho na Copa Flórida.
A partida será transmitida pelos canais de televisão Globo (para SP), Band e Premiere e pela web Rádio Coringão (www.radiocoringao.com.br) 

Créditos e fontes de imagens 
meutimao.com.br/MAON 
Daniel Augusto Júnior-corinthians.com.br/xvpiracicaba.com.br/MAON
twitter.com/@Teleco1910
globoesporte.globo.com 
Daniel Augusto Jr-Agência Corinthians-globoesporte.globo.com/Daniel Augusto Jr-Agência Corinthians-foxsport.com.br/MAON 
Daniel Augusto Júnior-corinthians.com.br/MAON

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Entregando o ouro

Passada a raiva pela perda do 10º título da Copinha e já conseguindo analisar a partida com menos emoção, ficam as lições do jogo e do campeonato. Após uma campanha brilhante, com 100% de aproveitamento e algumas goleadas, o Timãozinho foi confiante para a disputa final. Tão confiante, que nem se lembrou que teria que vencer mais um jogo para garantir a taça. E já entrou em campo achando que a taça estava na mão. Em contrapartida, o Flamengo entrou em campo ciente que teria que vencer o jogo para conquistar o título.
Enquanto nossos garotos entraram se salto alto, os rubro negros entraram com a faca nos dentes e sangue nos olhos. Mesmo levando sufoco do adversário, o Timãozinho foi para o vestiário vencendo por 2 a 0. Após o intervalo, voltou sossegado, achando que o título já estava ganho, enquanto o Flamengo chegou pilhado. Parecia que nossos garotos tinham tomado dormonid com suco de maracujá. Voltaram dormindo, desatentos, desconcentrados e só acordaram para o jogo após tomarem dois gols. Mas, melhor postado em campo, o Flamengo não dava brecha enquanto os corinthianos, sem controle emocional, cometiam erros infantis, perdiam a bola com facilidade e não conseguiram fazer o resultado no tempo normal.
Na disputa de pênaltis, o Corinthians teve o jogo na mão. Bastaria Matheus Pereira converter sua penalidade, o que não ocorreu. Em dia de Pato, o garoto do empresário deu uma cavadinha e acabou cavando a derrota corinthiana. E ainda tivemos mais dois gols desperdiçados por Gabriel Vasconcelos e Claudinho. 
E assim, em pleno Pacaembu, com a torcida jogando junto, perdemos o deca campeonato da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Mas, não perdemos do Flamengo, perdemos para nós mesmo, o que foi reconhecido até pelo técnico Osmar Loss. Perdemos devido à desconcentração, à desatenção, imaturidade dos garotos, à soberba ao excesso de confiança e ao preciosismo. 
Não fomos derrotados por deficiência técnica nem tática. Fomos derrotados pela postura dos jogadores que entraram em campo de salto alto e não tiveram maturidade nem equilíbrio para reverter o resultado desfavorável. 
Perdido o título, não adianta chorar pelo leite derramado. O importante é aprender com os erros, é tirar as lições possíveis, é utilizar essa perda para a aprendizagem do time e dos garotos. Eles são jovens, estão em formação e ainda têm muito que aprender, têm muito para evoluir. Não se trata de minimizar os erros, mas sim de utilizá-los em benefício do próprio grupo. Não vamos buscar vilões nem crucificar ninguém, mas não podemos passar a mão na cabeça. Para existir aprendizagem, os que erraram têm que assumir seus erros para poder corrigi-los. Os erros foram mais de postura do que táticos ou técnicos. Entraram de salto alto, alguns foram desatentos, soberbos e displicentes. Futebol é um esporte coletivo, mas as qualidades e os erros individuais interferem no conjunto. Nossos garotos ainda não são craques, mas também não são uns perebas. Muitos têm qualidade e suas carreiras futuras não podem ser jogadas no lixo devido aos erros de um único jogo. 
Que as comissões técnicas, do sub 20 e do time principal, tenham discernimento e competência para reconduzir o processo educativo que se faz necessário neste momento. 

Créditos e fontes de imagens e vídeos 
globoesporte.globo.com/facebook.com-Walter Falceta DEMOCRACIA CORINTHIANA/MAON
esporte.uol.com.br 
corinthians.com.br/MAON 

domingo, 24 de janeiro de 2016

Corinthians X Flamengo - Copa São Paulo de Futebol Júnior - Final

O Corinthians enfrentará o Flamengo nesta segunda feira, dia 25/01, às 10:00 horas, (horário de Brasília), no estádio do Pacaembu, pela final de Copa São Paulo de Futebol Júnior. O Timãozinho, recordista absoluto de participações em decisões da competição, fará sua 17ª final, a terceira consecutiva. 
Em 16 finais, ele foi campeão nove vezes, é o maior vencedor da história da Copinha, e ficou com o vice-campeonato sete vezes. Levou o título em 1969 (1 x 0 no Nacional-SP), 1970 (4 x 2 Palmeiras), 1995 (2 x 2 no tempo normal e 1 x 0 na prorrogação contra Ponte Preta), 1999 (1 x 0 Vasco), 2004 (2 x 0 São Paulo), 2005 (3 x 1 Nacional-SP), 2009 (2 x 1 Atlético-PR), 2012 (2 x 1 Fluminense) e 2015 (1 x 0 Botafogo-SP). O Flamengo foi duas vezes campeão, em 1990 e em 2011.
Atual campeão do torneio, o Timãozinho chega à terceira decisão seguida da competição. Em 2014, perdeu para o Santos por 2 a 1. Desde então, está com 100% de aproveitamento, com 16 vitórias em 16 partidas, em 2015 e 2016. 
Com 100% de aproveitamento, o alvinegro tem a melhor campanha da competição, com o melhor ataque, (28 gols) e a melhor defesa, (tomou apenas 5 gols). O Flamengo também tem 100% de aproveitamento, com 20 gols marcados e 6 tomados.
Pelo Corinthians, Osmar Loss deverá escalar o mesmo time que iniciou o jogo contra o Cruzeiro, com exceção do zagueiro Léo Santos, suspenso, que deverá ser substituído por Dawhan. No Flamengo, o técnico Zé Ricardo não tem jogadores suspensos, mas poderá promover a entrada do meia Matheus Sávio, que entrou bem na vitória sobre o América-MG na semifinal.
Serão responsáveis pela arbitragem: 
Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva
Árbitro assistente 1: Daniel Paulo Ziolli 
Árbitro assistente 2: Danilo Ricardo Simon Manis 
Quarto árbitro: Thiago Luiz Scarascati 
A previsão é de um jogo equilibrado, pois ambos os times fizeram uma boa campanha. O Corinthians, que terá a maior quantidade de ingressos disponíveis, (o Flamengo ocupará o Tobogã), em menos de 48 horas esgotou sua carga, restando ingressos apenas para a torcida carioca. Assim, a Fiel deverá transformar o Pacaembu num caldeirão, apoiando e incentivando o time durante os 90 minutos, o que, sem dúvida, será uma força a mais para nossos garotos. 
A partida será transmitida pelos canais de televisão Globo, SporTV e Rede Vida e pela web Rádio Coringão, (www.radiocoringao.com.br).

Créditos e fontes de imagens 
facebook.com-Renato Silva/corinthians.com.br/flamengo.com.br/MAON twitter.com/@claytonbezerra 
Marcos Ribolli-globoesporte.globo.com/facebook.com-José Ricardo Mannarino/MAON
fpf.org.br 
corinthians.com.br/MAON

Virando o jogo

Foi tenso, foi sofrido, foi na raça.
Foi CORINTHIANS. 
Vindo de duas goleadas e atuando na Arena num gramado perfeito e com a torcida jogando junto, não se esperava um jogo tão difícil e complicado, principalmente na etapa inicial. Encontramos um adversário bem postado em campo, compacto, marcando forte a saída de bola, com muita garra e disciplina tática. O Cruzeiro começou melhor e o Corinthians, lento no meio campo e com dificuldades na criação das jogadas,  demorou para se encontrar no jogo. Lento na recomposição quando perdia a bola e afobado nos arremates finais, desperdiçou inúmeras oportunidades. Nervosos e desatentos, mas demonstrando muita raça, nossos garotos, embora com boa posse de bola não conseguiam abrir o placar e numa falha do zagueiro Léo Santos, Rick Sena colocou o time mineiro na frente. 
Mas, aqui é Corinthians. Nossos garotos em nenhum momento jogaram a toalha e conseguiram reverter o placar desfavorável. Voltaram para a etapa final pressionando muito o time mineiro, que não conseguiu manter o ritmo do 1º tempo. O Corinthians adiantou sua marcação, ocupou o campo de defesa do adversário, acuando  o Cruzeiro e tomando conta da partida. Mas, mesmo dominando o jogo, os atletas continuaram desperdiçando na hora de finalizar.
Gols
Osmar Loss tirou o apagado Gustavo Tocantins, colocou Claudinho e momentos depois substituiu Warian por Pedrinho. As mudanças proporcionaram maior velocidade pelas laterais do campo, aumentando a pressão e criando melhores oportunidades ofensivas. E foram justamente com os dois jogadores que haviam acabado de entrar que teve início a reação alvinegra. Após cruzamento de Pedrinho, o goleiro Lucão saiu para cortar, chocou-se com sua própria defesa, a bola sobrou nos pés de Claudinho que encobriu o goleiro e um defensor do time mineiro, marcando um golaço por cobertura. Era o Corinthians de volta ao jogo. O Timãozinho continuou atacando, mas ainda perdendo grandes oportunidades de matar o jogo. O Cruzeiro, embora com menor ímpeto, não desistiu e tentava o gol do desempate, obrigando Filipe a trabalhar. Mas, foi o Corinthians que levou a melhor. Aos 35 minutos da etapa final, Léo Jabá tabelou com Matheus Pereira, que devolveu de letra para o cruzamento do camisa 20, a bola passou por todo mundo, ficou com Claudinho, que lançou para a área, e Pedrinho, de voleio, mandou para o fundo do gol de Lucão, virando o placar e carimbando o passaporte para a final. 
O Cruzeiro ainda tentou reagir, mas, com problemas na criação, não conseguiu furar o bloqueio corinthiano e com “olé” da Fiel, o Timãozinho classificou-se para a final da Copinha. 
Foi um jogo bastante disputado e equilibrado, no qual o Cruzeiro foi melhor no 1º tempo e o Corinthians dominou a etapa final. Claudinho e Pedrinho foram as peças chaves da virada e devem ter criado uma boa dúvida na cabeça de Osmar Loss. Léo Santos esteve numa noite infeliz, cometendo alguns erros que quase nos custaram a classificação. Num deles tomamos o gol do Cruzeiro e em outro fomos salvos pela boa defesa de Filipe. 
Merece destaque a atuação da torcida, que numa sexta feira à noite, às vésperas de um feriado prolongado, colocou 27 070 pessoas na Arena, apoiando o time durante os 90 minutos. 
Com o resultado, o Corinthians chegou em mais uma final da Copinha e vai enfrentar o Flamengo que, na outra semifinal, venceu o América-MG por 2 a 1.
Melhores momentos
Ficha Técnica - Corinthians 2 X 1 Cruzeiro - Copa Paulista de Futebol Júnior 
Local: Arena Corinthians, e Itaquera, São Paulo, SP 
Data: 22/01/2016, sexta feira 
Horário: 19:30 horas (horário de Brasília) 
Público: 27 707 (total): 26 837 (pagante)
Renda Bruta: R$ 705 635,00
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto 
Árbitro assistente 1: Bruno Salgado Rigo 
Árbitro assistente 2: Orlando Massola Júnior 
Quarto árbitro: Rodrigo Santos 
Cartões amarelos: Warian e Léo Santos (Corinthians) 
Gols: Corinthians: Claudinho e Pedrinho; Cruzeiro: Rick Sena 
Corinthians: Filipe; Léo Príncipe, Vinícius del’Amore, Léo Santos e Guilherme; Warian (Pedrinho), Maycon e Matheus Pereira; Tocantins (Claudinho), Léo Jabá e Gabriel Vasconcelos (Renan Areias), Técnico: Osmar Loss 
Cruzeiro: Lucão; Kevin, Fabrício, Murilo e Victor Luiz; Hudson (Vitor Santiago), Vander, Dudu (Cesar Luiz) e Alex; Andrey (Vitor Alexander) e Rick Sena; Técnico: Marcos Gomes Valadares

Créditos e fontes de imagens e vídeos
globoesporte.globo.com/Reprodução-SporTV-meutimao.com.br/MAON
Mauro Horita-Agif- esporte.uol.com.br/Sergio Barzaghi-Gazeta Press-gazetaesportiva.net/MAON
youtube.com/globo.com
facebook.com/A GRANDE FAMÍLIA CORINTHIANS
youtube.com/globo.com 

sábado, 23 de janeiro de 2016

Fort Lauderdale Strikers X Corinthians

Hoje, sábado, 23/01, às 17:00 horas, (horário de Brasília), o Corinthians encerrará sua excursão nos Estados Unidos com um amistoso contra o Fort Lauderdale Strikers, em Fort Lauderdale. O Strikers, time que disputa uma liga secundária dos EUA e tem Ronaldo Nazário como um dos seus acionistas, tenta ganhar experiência em mais um jogo internacional. O time americano também disputou o Torneio da Flórida, foi derrotado pelo Schalke 04, da Alemanha, e pelo Independiente Santa Fe, da Colômbia, e tem amistoso marcado contra o Shakhtar Donetsk, na próxima quarta-feira.
Ficha Técnica - Fort Lauderdale Strikers X Corinthians 
Local: Lockhart Stadium, em Fort Lauderdale (EUA)
Data: 23 de janeiro de 2015, sábado
Horário: 17:00 horas (de Brasília)
Arbitragem: não divulgada
Fort Lauderdale Strikers: Bruno; Gabriel, Nana, Julius e Luis Zapata; André Skiadas, Neil e PC; Geison, Adrianinho e Maicon Santos; Técnico: Caio Zanardi
Corinthians: Matheus Vidotto; Edílson, Vilson, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Cristian, Lucca, Gustavo Vieira, Moisés e Marlone; Mendoza; Técnico: Tite 
Embora tivesse sinalizado que manteria no amistoso o mesmo time que venceu o Shakhtar, Tite resolveu escalar um time totalmente reserva. Para o técnico, tal mudança decorreu da necessidade de evitar lesões e servirá para dar oportunidade de atuação aos reservas e aos novos contratados. 
Em treino técnico realizado na manhã de sexta feira, Tite trabalhou com a nova formação, enquanto os que foram titulares contra os ucranianos treinaram em outro campo, realizando uma atividade de dois toques. 
Após o treinamento, a delegação embarcou para Fort Lauderdale, onde disputará o amistoso deste sábado. Foram cerca de três horas de viagem. No domingo, todos retornam para o Brasil.
Embora louvável a preocupação com as condições físicas dos jogadores e a oportunidade para os que ainda não atuaram, preocupa-me a escalação de alguns jogadores, cujo rendimento não se mostraram satisfatórios quando atuaram. É o caso do Edílson, que entrou muito mal contra o Atlético-MG, de Cristian, nitidamente, um ex jogador em atividade e de Lucca, que parece ainda não ter voltado das férias. Preocupante, também, é a escalação de Moisés, lateral de origem, improvisado no meio campo. Ainda, pelas suas características de velocidade, Mendoza é um jogador de movimentação e não se saiu bem de centro avante na estreia do Florida Cup. 
Apesar do jogo ser amistoso, o Strikers não deve facilitar para o Timão. Após perder para Schalke 04 (2 a 0) e Santa Fe (2 a 1), pela Florida Cup, a equipe norte-americana precisa de um resultado positivo para frear a má fase. Sob o comando do técnico Caio Zanardi, o goleiro Bruno (ex-Palmeiras), o lateral-direito Gabriel (ex-Fluminense, São Paulo e Grêmio) e o meia Adrianinho, que passou a maior parte da carreira na Ponte Preta, são alguns destaques do time. 
O jogo marcará o reencontro do Corinthians com dois ex-jogadores da base alvinegra, Victor PC e Paulo Cesar. Victor é lateral-esquerdo, tem 21 anos e está há uma temporada nos EUA. Paulo Cesar é é volante, e venceu vários campeonatos na base alvinegra: Mundial Sub-17 (2011), Copa São Paulo (2015), Campeonato Paulista Sub-20 (2014 e 2015) e Campeonato Brasileiro Sub-20 (2014). 
Do lado corinthiano, Marlone é a grande esperança de comandar a equipe alvinegra, em seu primeiro jogo como titular. 

Créditos e fontes de imagens 
meutimao.com.br 
twitter.com/@Corinthians
acontece.com/corinthians.com.br/MAON 
corinthians.com.br
globoesporte.globo.com
corinthians.com.br/MAON 

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Corinthians X Cruzeiro - Copa São Paulo de Futebol Júnior

Pela semifinal da Copa São Paulo de Futebol Júnior, o Corinthians receberá hoje, sexta feira, 22/01, às 19:30 horas, horário de Brasília,  o time do Cruzeiro, na Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo. No mesmo horário, na Arena Barueri, Flamengo e América-MG decidem a outra semifinal. Os vencedores dos confrontos garantem vaga na final do torneio, que acontecerá na próxima segunda-feira, no Estádio do Pacaembu, no dia do aniversário da cidade de São Paulo.
Com 100% de aproveitamento no torneio, o Timãozinho garantiu sua classificação à semi com uma goleada por 6 a 1 diante do Ituano, na terça-feira e o Cruzeiro se garantiu ao vencer o Sport por 2 a 1, também na última terça. 
Serão responsáveis pela arbitragem:
Árbitro: Thiago Duarte Peixoto 
Árbitro assistente 1: Bruno Salgado Rigo 
Árbitro assistente 2: Orlando Massola Júnior 
Quarto árbitro: Rodrigo Santos 
Na tarde de quinta feira, os dois times tiveram a oportunidade de treinar no local do jogo, para se ambientarem com as condições do campo e o tipo de gramado, muito superior aos dos estádios onde atuaram na Copinha.
O time comandado pelo técnico Osmar Loss deverá ir a campo com Filipe; Léo Príncipe, Léo Santos, Vinícius Del'Amore e Guilherme; Warian, Maycon e Matheus Pereira; Gustavo Tocantins, Léo Jabá e Gabriel Vasconcelos. Nesta partida, o Timãozinho vai contar com a força da torcida, que deverá lotar os setores norte e leste inferior da Arena, disponibilizados para a venda. 
Pela sua qualidade técnica e por jogar na Arena, com total apoio da torcida, o Corinthians tem plenas condições de se classificar para a final.

Créditos e fontes de imagens 
globoesporte.globo.com/meutimao.com.br/MAON
fpf.org.br/MAON 
esporte.uol.com.br 
twitter.com/@Cruzeiro
corinthians.com.br/MAON

Superando as dificuldades e embalando

Em seu segundo e último compromisso no Flórida Cup, o Corinthians levou a melhor sobre o Shakhtar Donetsk da Ucrânia e venceu por 3 a 2, com gols de Danilo e Romero (2). Pelo time ucraniano marcaram Taison e Kovalenko. A defesa foi o ponto frágil do time adversário, que falhou nos três gols alvinegros. 
O time ucraniano, em meio de temporada e em melhor forma física, movimentou-se bastante, enquanto o Timão, em início de jornada, ressentiu-se da falta de ritmo. Mesmo assim, atuou com mais desenvoltura que no jogo de estreia, quando foi derrotado por 1 a 0 pelo Atlético-MG.  Na etapa final o Corinthians cansou, desacelerou e tomou um sufoco dos ucranianos. Dentinho perdeu uma chance imperdível de empatar a partida. Será que é porque ele é corinthiano? 
O jogo, que era amistoso, teve momentos de muita tensão, com disputas fortes, empurrões entre os jogadores, pescoção, cartões e expulsão. 
Em relação ao jogo anterior, o time marcou melhor no campo de ataque e aproveitou as chances que teve, falhou no contra-ataque e linha de impedimento, possibilitando os gols adversários. Algo explicável pelos jogadores estarem em início de temporada e pela falta de entrosamento num time bastante modificado.  
Mesmo com as mudanças, sem muitos dos seus principais jogadores da 2015, o time manteve o padrão de jogo. Capitão contra o Shakhtar, Elias assumiu a responsabilidade após as saídas de Jadson e Renato Augusto, Cássio voltou ao gol, e Yago substituiu Gil na zaga. No ataque, Romero e Malcom se mostraram muito presentes na defesa quando o time não tinha a bola. Yago teve atuação segura graças ao padrão tático implementado por Tite e à proximidade entre as linhas de marcação da equipe. 
Gols
Angel Romero foi o destaque da partida, não apenas pelo gol marcado, mas pelo conjunto da obra. Danilo controlou a posse de bola no ataque, abriu o placar e deu assistência para o terceiro gol. Cássio, de início mostrou falta de ritmo e vacilou no primeiro gol do Shakhtar, marcado por Taison, mas no final do jogo fez várias defesas, garantindo a vitória corinthiana. Com a entrada de Cristian, iniciou a reação do Shakhtar. Rodriguinho e Lucca, também ficaram devendo. Fagner foi bem, impedindo as jogadas ucranianas pelo seu lado do campo, e Bruno Henrique, em relação ao 1º jogo, evoluiu na marcação e cobriu melhor os espaços. 
Mesmo com um time desfalcado, remendado e em plena reconstrução, Tite conseguiu manter o padrão tático. É inegável a evolução apresentada em relação ao jogo de estreia, embora ainda sejam necessário muitos ajustes e alguns reforços, principalmente no meio campo e no ataque. 
No sábado, às 17:00 horas (horário de Brasília), o Corinthians fecha a excursão no exterior com um amistoso contra o Fort Lauderdale Strikers, no Lockhart Stadium em Fort Lauderdale.
Melhores momentos
Ficha Técnica - Corinthians 3 X 2 Shakhtar Donetsk
Local: ESPN Wide World of Sports Complex, em Orlando (EUA)
Data: 20 de janeiro de 2016, quarta-feira
Horário: 21:45 horas (de Brasília)
Árbitro: Guido Gonzales Jr. (EUA)
Assistentes: Sean Hurd (EUA) e Matthew Miscannon (EUA)
Cartões amarelos: Fagner, Bruno Henrique, Elias e Cristian (Corinthians); Stepanenko, Srna e Kucher (Shakhtar Donetsk)
Cartão vermelho: Kucher (Shakhtar Donetsk)
Gols: Corinthians: Danilo, aos 12, e Romero, aos 35 e aos 43 minutos do primeiro tempo; Shakhtar Donetsk: Taison, aos 22 minutos do primeiro tempo; Kovalenko, aos 35 minutos do segundo tempo
Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel (Guilherme Arana); Bruno Henrique, Romero (Lucca), Elias, Rodriguinho (Cristian) e Malcom (Marlone); Danilo; Técnico: Tite
Shakhtar Donetsk: Pyatov; Srna, Kucher, Rakitskiy e Ismaily; Stepanenko, Marlos (Zubkov), Dentinho, Taison e Wellington Nem (Kovalenko); Facundo Ferreyra (Gladkiy); Técnico: Mircea Lucescu

Créditos e fontes de imagens e vídeos
globoesporte.globo.com/Daniel Augusto Júnior-corinthians.com.br/MAON
twitter.com/@ESPNagora
Daniel Augusto Júnior-corinthians.com.br/MAON
youtube.com/globo.com
Daniel Augusto Júnior/corinthians.com.br
youtube.com/globo.com 

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Os garotos do Corinthians depenaram o Galo de Itu

Se jogando na lama o Corinthians deu trabalho para os adversários, com o gramado seco e podendo rolar a bola sem se ater aos chutões e lançamentos longos, ele atropelou o Ituano, aplicando uma goleada de 6 a 1 e depenando o Galo de Itu, no Estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira.
Com 100% de aproveitamento na Copinha, a melhor campanha, com sete jogos e sete vitórias, o melhor ataque, com 26 gols marcados, e melhor defesa, com quatro gols sofridos, o Timãozinho, na semifinal, enfrentará o Cruzeiro, que venceu o Sport por 2 a 1. O jogo será realizado na Arena Corinthians, em Itaquera. 
Com boa movimentação, passes rápidos e boas triangulações, com predomínio de jogadas pelas laterais, o Corinthians mandou no jogo e o resultado poderia ter sido maior se não tivesse administrado o jogo na etapa final. Não que tivesse desistido de jogar, apenas diminuiu o ritmo para se preservarem para a semifinal.
Gols
Os gols foram saindo naturalmente. Aos oito minutos, Léo Príncipe fez boa jogada pelo lado direito, superou a marcação e cruzou para Gustavo Tocantins, de cabeça, abrir o placar em Limeira. Logo após, Léo Jabá recebeu lançamento preciso pelo lado direito, invadiu a área e cruzou rasteiro para Gabriel Vasconcelos, que foi puxado e derrubado na área adversária. O árbitro assinalou o pênalti para o Corinthians, Maycon cobrou e colocou rasteiro no canto direito, deslocando o goleiro e marcando o segundo gol. Mas, logo a seguir, o Galo de Itu, após boa troca de passes no campo de ataque, diminuiu a diferença com Léo Souza. Aos 37 minutos, Léo Jabá arrancou pelo meio e deixou Matheus Pereira na cara do gol, aumentando a vantagem corintiana. E nos acréscimos da etapa inicial, numa jogada de contra-ataque, Gabriel Vasconcelos lançou Léo Jabá, que invadiu a área e tocou de esquerda para fazer o quarto gol. Na etapa final, o Corinthians diminuiu o ímpeto e passou a administrar o resultado. O Ituano foi desesperado ao ataque, deixando buracos na defesa e facilitando para o ataque alvinegro. Aos 33 minutos do segundo tempo, Guilherme Romão foi derrubado dentro da área, o árbitro marcou o pênalti e Tocantins converteu. Cinco minutos após, Claudinho cruzou da esquerda e Léo Jabá subiu sozinho para fechar o placar. 
Resultado final: 6 a 1 pro Timãozinho e o Galo de Itu totalmente depenado. O Galo virou canja. 
Com uma campanha brilhante, o Corinthians está sobrando na Copinha e tem grandes chances de conquistar o deca campeonato. Em boas condições físicas e técnicas e com muita disciplina tática, os garotos têm demonstrado uma raça incrível, com muita entrega e determinação. Com eles não existe bola perdida, não abandonam nenhuma jogada e nunca fogem das divididas. Parabéns ao Osmar Loss, o grande comandante desse valoroso exército de guerreiros.
Melhores momentos
Ficha Técnica - Corinthians 6 X 1 Ituano - Copa São Paulo de Futebol Júnior 
Local: Estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira 
Data: 19/01, quarta feira 
Horário: 21:00 horas (horário de Brasília) 
Árbitro: Thiago Luiz Scarascati 
Árbitro assistente 1: Danilo Ricardo Simon Manis 
Árbitro assistente 2: Rafael Tadeu Alves de Souza 
Quarto árbitro: Demetrius Pinto Candançan 
Cartões amarelos: Dawhan e Matheus Pereira (Corinthians); Fellipe e Bruno (Ituano)
Gols: Corinthians: Gustavo Tocantins, (2), Maycon, Matheus Pereira e Léo Jabá (2); Ituano: Leonardo 
Corinthians: Filipe; Léo Príncipe, Léo Santos, Vinícius, Guilherme; Dawhan,  Maycon, (Renan Areias), Matheus Pereira, (Rodrigo); Gabriel Vasconcelos, (Claudinho) Léo Jabá e Gustavo Tocantins; Técnico: Osmar Loss 
Ituano: Júnior; Sidney, Fellipe, (Lucas) Andrey e L.Henrique; Caprioli, Ximenes e Patrick, (Breno); Gabriel B, (Fagner), Léo Souza e Wesley; Técnico: Rogério Pinheiro 

Créditos e fontes de imagens e vídeos 
globoesporte.globo.com/sovacodesapo.com.br/MAON
globoesporte.globo.com/espn.com.br/corinthians.com.br/MAON 
youtube.com/globo.com 
youtube.com/globo.com 

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Corinthians X Shakhtar Donetsk - Flórida Cup

O Corinthians enfrentará o Shakhtar Donetsk hoje, quarta-feira, 20/01, às 21:45 horas, (horário de Brasília), no ESPN Wide World of Sports Complex, em Orlando, nos Estados Unidos, pela Florida Cup. Apesar de possuir uma estrutura de primeiro mundo, o local só tem capacidade para cerca de 5 mil torcedores. Após ser derrotado pelo Atlético-MG no domingo, pelo placar de 1 a 0, o Timão vai em busca de sua primeira vitória no ano. 
Ficha Técnica - Corinthians X Shakhtar Donetsk
Local: ESPN Wide World of Sports Complex, em Orlando (EUA)
Data: 20 de janeiro de 2016, quarta-feira
Horário: 21:45 horas (de Brasília)
Árbitro: Guido Gonzales Jr. (EUA)
Assistentes: Sean Hurd (EUA) e Matthew Miscannon (EUA)
Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique, Romero, Elias, Rodriguinho e Malcom; Danilo; Técnico: Tite
Shakhtar Donetsk: Pyatov; Srna Kucher, Rakitskiy e Ismaily; Stepanenko, Wellington Nem, Alex Teixeira, Kovalenko e Taison; Ferreyra; Técnico: Mircea Lucescu
Tite não poderá repetir a formação que atuou inicialmente contra o Atlético no último domingo, pois o zagueiro Gil, que foi titular, deixou a concentração e retornou ao Brasil para assinar contrato com o Shandong Luneng, da China. Para o seu lugar foi escalado o zagueiro Yago. Outra mudança no time que iniciou a partida será a entrada de Cássio, que recuperou sua forma física, e a volta de Walter para o banco.
Também cumprindo tabela no torneio, após ter empatado com o Fluminense, o Shakhtar, deverá atuar com o mesmo time que iniciou a partida no domingo. 
Sem cinco dos seus campeões brasileiros, com um time bastante modificado e ainda sem poder contar com Guilherme no meio campo, Tite usará o jogo para novas observações na remontagem do elenco. No primeiro jogo foi possível observar a necessidade de reforços, pois alguns jogadores estão tecnicamente muito abaixo dos que saíram e servem apenas para compor elenco. 
O abatimento de Tite é visível em seu semblante e isso poderá influir negativamente no ânimo dos jogadores e no desempenho do time em campo. 

Créditos e fontes de imagens 
globoesporte.globo.com 
globoesporte.globo.com 
Daniel Augusto Júnior-corinthians.com.br/MAON
Daniel Augusto Júnior-corinthians.com.br/MAON

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Corinthians X Ituano - Copa São Paulo de Futebol Júnior


Após golear o Internacional por 5 a 2, o Corinthians enfrentará o Ituano, hoje, 3ª feira, 19/01, às 21 horas, no estádio Major José Levy Sobrinho, em Limeira, pelas quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Nesta fase, com oito times, as equipes se enfrentam em jogo único. Quem vencer passa para as semifinais. e quem perder será eliminado. Caso o jogo termine empatado, a disputa irá para os pênaltis. O Ituano passou de fase após derrotar o Avaí por 2 a 0. 
Com o volante Warian suspenso por ter levado o 2º cartão amarelo, o técnico Osmar Loss deverá escalar Renan Areias ou Dawhan. O provável Corinthians terá a seguinte formação: Filipe; Léo Príncipe, Léo Santos, Vinícius Del'Amore e Guilherme; Renan Areias (Dawhan), Maycon e Matheus Pereira; Gustavo Tocantins, Léo Jabá e Gabriel Vasconcelos. 
O Corinthians, com 100% de aproveitamento, além da vitória sobre o Internacional, na quarta fase, venceu também o Bragantino (2 a 0), Botafogo-PB (2 a 0) e Inter de Limeira (3 a 0). Na segunda fase, o Timãozinho goleou o Paysandu (6 a 0), e na terceira etapa venceu o Guarani (2 a 1). 
O Ituano, na primeira fase foi segundo colocado no Grupo 16 vencendo o Santos-AP (1 a 0) e a Desportiva-ES (3 a 2) e perdendo para o Grêmio (2 a 1). Na segunda fase bateu a Ponte Preta (2 a 1) e Grêmio (3 a 0), e para chegar às quartas de final, venceu o Avaí (2 a 0).
Serão responsáveis pela arbitragem:
Árbitro: Thiago Luiz Scarascati 
Árbitro assistente 1: Danilo Ricardo Simon Manis 
Árbitro assistente 2: Rafael Tadeu Alves de Souza 
Quarto árbitro: Demetrius Pinto Candançan
O Corinthians, que realizou todos seus jogos em Limeira, tem sido técnica e taticamente prejudicado pelo péssimo estado do gramado, duramente castigado pelas chuvas, além de seus jogadores correrem riscos de contusões. 
O jogo será transmitido pelos canais SporTV, ESPN e Rede Vida e pela web Radio Coringão (www.radiocoringao.com.br). 
Pela campanha que vem realizando, com seis vitórias, 20 gols marcados e apenas três sofridos, bem como pelo bom futebol apresentado por seus jogadores, o Corinthians tem plenas condições de passar para as semifinais e de brigar pelo título. 

Créditos e fontes de imagens 
facebook.com-Renato Silva/corinthians.com.br/MAON 
fpf.org.br 
corinthians.com.br/MAON 

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Um bom treino

Depois de perder quase totalmente seu meio campo titular e seu jogador de referência no ataque, portanto em pleno processo de reestruturação, o Corinthians iniciou com derrota pelo placar de 1 a 0 a sua participação no Flórida Cup, ao perder por 1 a 0 do Atlético-MG. Para mim o jogo foi melhor do que eu esperava. Apesar do desentrosamento do setor ofensivo, manteve-se o padrão tático e o time, embora derrotado, chegou a levar perigo à meta de Vitor. 
Dois fatores foram fundamentais para o resultado desfavorável. Jogar contra um time que manteve sua base e já está entrosado, além de já ter feito um jogo, portanto com melhor ritmo, e a diferença de qualidade técnica de jogadores que substituíram antigos titulares. Rodriguinho encontra-se a léguas de distância de Renato Augusto, Bruno Henrique deixa muito a desejar na marcação, Danilo, embora excelente na técnica, não consegue mais atuar os 90 minutos e Romero é muito mais raça que técnica. Isso sem contar que alguns reservas não servem nem para compor elenco, como ficou evidente no ano que passou e nas mexidas de Tite na etapa final. 
Sobre as substituições deu para observar que Arana atuou melhor que Uendel, que Yago não comprometeu, que se bem treinado e com ritmo de jogo, Marciel, embora 2º volante poderá superar Bruno Henrique, que Edílson continua o mesmo atabalhoado de sempre, que Cristian de meia é meia boca, que Moisés, lateral de origem não rende no meio campo, que o Lucca parece que ainda não voltou das férias e que o Mendoza, cujo forte é a velocidade, ficou engessado atuando como centro avante. 
O ponto positivo foi a atuação de Marlone, com boa movimentação, atenção na marcação e com bons dribles. Creio que teria sido melhor ter mudado todo o time de uma única vez,  pelos jogadores poderem atuar em suas posições de origem, bem como por já trazerem um mínimo de entrosamento dos treinamentos. 
Se eu, que sou apenas torcedora, consegui fazer tantas observações, acredito que o Tite e a comissão técnica conseguiram chegar à importantes conclusões. O certo é que ainda carecemos de reforços para o meio campo, para o ataque e, com a saída do Gil, para a zaga. Alguns poderão vir da base, mas para posições chaves, precisamos contratar.
Se para o Corinthians foi um jogo treino, para análises e observações, para o adversário a partida teve o sabor de revanche e eles comemoraram a conquista desse torneio com se fosse um verdadeiro Mundial. 
Mas, se o resultado não nos foi favorável, o desempenho superou as expectativas. Estamos em início de temporada, catando os cacos do desmanche para remontar o time, aguardando reforços e em pleno processo de reestruturação Por isso, guardei minha corneta na gaveta. Vou exercitar minha paciência, esperando que mais uma vez o Corinthians sacuda a poeira e dê a volta por cima.
Ficha Técnica - Atlético-MG 1 X 0 Corinthians
Local: FAU Stadium, em Boca Raton (EUA)
Data: 17 de janeiro de 2015, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcos Oliveira (BRA)
Assistentes: Kelvin Klinger e Hayden Oscanoa (ambos dos EUA)
Cartões amarelos: Leonardo Silva e Marcos Rocha (Atlético-MG)
Gol: Atlético-MG: Hyuri, aos 12 minutos do segundo tempo 
Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva (Erazo), Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca (Eduardo), Leandro Donizete (Lucas Cândido), Dátolo (Cazares), Thiago Ribeiro (Hyuri) e Luan (Carlos); Pratto (Patric); Técnico: Diego Aguirre
Corinthians: Walter; Fagner (Edílson), Felipe, Gil (Yago) e Uendel (Guilherme Arana); Bruno Henrique (Marciel), Elias (Moisés), Romero (Lucca), Rodriguinho (Cristian) e Malcom (Marlone); Danilo (Mendoza); Técnico: Tite

Créditos e fontes de imagens 
globoesporte.globo.com 
globoesporte.globo.com 
globoesporte.globo.com 
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians/globoesporte.globo.com 

domingo, 17 de janeiro de 2016

América-MG X Corinthians - Flórida Cup

Após sagrarem-se, respectivamente, campeão e vice campeão brasileiro, Corinthians e Atlético-MG reencontram-se nos EUA e jogam hoje, domingo, 17/01 às 17:00 horas (horário de Brasília), em Boca Raton, pelo Torneio da Flórida. É a estreia do Timão e a segunda partida do Galo, que no primeiro duelo venceu o Schalke, da Alemanha, por 3 a 0. Os times encontram-se em situações bastante distintas. Os mineiros trocaram o técnico, mas mantiveram boa parte do elenco, enquanto os paulistas mantiveram o técnico, mas perderam seus principais jogadores. Enquanto para o Atlético-MG, o jogo tem um sabor de revanche, para o Corinthians é uma partida para observações e reajustes da equipe, após as saídas de Ralf, Jadson, Renato Augusto e Vagner Love. Mas, para ambos, o torneio é uma preparação para o ano de 2016. 
O Florida Cup tem nove participantes, que jogam duas vezes cada. O Galo encerra sua participação neste domingo, enquanto o Timão ainda enfrentará o Shakhtar Donetsk, quarta-feira, em Orlando. Será campeão o time que somar mais pontos. Se houver igualdade no topo da tabela, critérios de desempate definirão o vencedor.
Ficha Técnica - Atlético-MG X Corinthians
Local: FAU Stadium, em Boca Raton (EUA)
Data: 17 de janeiro de 2015, domingo
Horário: 17:00 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcos Oliveira (BRA)
Assistentes: Kelvin Klinger (EUA) e Hayden Oscanoa (EUA)
Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Jemerson e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Dátolo, Thiago Ribeiro e Luan; Pratto; Técnico: Diego Aguirre
Corinthians: Walter; Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Bruno Henrique, Danilo, Elias, Rodriguinho e Malcom; Romero; Técnico: Tite
Para o jogo de hoje, o técnico Tite deverá escalar um time para cada tempo. Iniciarão a partida Walter, Fagner, Felipe, Gil e Uendel; Bruno Henrique; Ángel Romero, Elias, Rodriguinho e Malcom; Danilo. Na etapa final atuarão Douglas, Edílson, Yago, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Cristian, Marciel, Moisés, Marlone, Lucca e Mendoza. Alan Mineiro, Vílson, Cássio e Isaac treinaram separadamente nos últimos dias e ainda são dúvidas para a partida. 
Estão fora no Corinthians, Cássio, acima do peso, recuperando a forma física; Rildo e Luciano ficaram no Brasil em tratamento de lesões e Alexandre Pato, aguardando uma negociação com clubes ingleses. 
Além do duelo contra o Atlético-MG, o Corinthians terá outros dois jogos em solo americano. Na próxima quarta-feira, às 21:45 horas, (horário de Brasília), o Timão enfrentará o Shakhtar, em Orlando e no dia 23, às 17:00 horas, fará um amistoso com o Fort Lauderdale Strikers, em Fort Lauderdale.

sábado, 16 de janeiro de 2016

VIRA! VIRA! VIRA! VIROU!!!

No mesmo brejo em que venceu o Guarani, o Corinthians enfrentou o Internacional de Porto Alegre pela 4ª fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Após estar por duas vezes atrás do placar, nossos garotos foram buscar a virada e a goleada. Em noite inspirada, Gabriel Vasconcelos marcou 3, Maycon 1 e o 1º gol foi contra, marcado pelo zagueiro colorado Léo Ortiz, o mesmo que anotou o gol de pênalti com que a equipe gaúcha abriu o placar do jogo. 
Com o gramado em péssimo estado, o Corinthians encontrou dificuldades na troca de passes. Aliás, o gramado lamacento foi o adversário comum a ambos os times. Aos 18 minutos da etapa inicial, Mila, centro avante colorado, foi derrubado na área pelo zagueiro Léo Santos, o árbitro marcou pênalti, Léo Ortiz bateu e abriu o placar no Limeirão. O gol do Inter não abalou a equipe de Osmar Loss, que partiu para cima e conseguiu o empate num cruzamento de Léo Príncipe em que Léo Ortiz, tentou tirar e acabou mandando a bola para a meta gaúcha. 
Gols
Mas, aos 23 minutos, o Inter voltou a ficar à frente do marcador. Após cruzamento de Junio, Ariel subiu de cabeça e colocou no canto esquerdo do goleiro Filipe. O Corinthians manteve a postura ofensiva e aos 28 minutos, Gabriel Vasconcelos acertou um lindo chute de fora da área, deixando novamente, tudo igual. Antes do fim do intervalo, numa boa cobrança de falta de Guilherme, Maycon marcou o terceiro, deixando o Corinthians na frente do placar. 
Os gaúchos estavam batendo sem dó e abusando da violência e aos seis minutos, o meia Valdemir pisou em Léo Jabá e acabou expulso, o que acirrou os ânimos dos colorados, que passaram a disputar as jogadas de forma acintosa.
Atrás do placar e com um a menos, o Inter se arriscava no campo de ataque para tentar decidir a vaga nas penalidades máximas. Apesar do ímpeto gaúcho e de algumas jogadas que levaram perigo ao gol de Filipe, o Timãozinho não apenas segurou o resultado, mas anotou mais dois gols com Gabriel Vasconcelos. Aos 36 minutos do segundo tempo, num cruzamento de Romão, o goleiro Igor falhou de novo e a bola sobrou para Gabriel, que colocou na rede fazendo 4 a 2. E já nos acréscimos, mais uma jogada de contra-ataque acabou no quinto gol corintiano, de novo de Gabriel Vasconcelos. 
Com o resultado, o Corinthians  classificou-se para as quartas de final da competição e vai enfrentar o Ituano, que venceu o Avaí por 1 a 0 na manhã deste sábado, 16/01 em Itu-SP. 
Melhores momentos
Ficha Técnica - Internacional 2 X 5 Corinthians - Copa São Paulo de Futebol Júnior 
Local: Estádio Municipal Major José Levy Sobrinho, em Limeira
Data: 15/0/2016, sexta feira 
Horário: 21:00 horas  
Árbitro: José Cláudio Rocha Filho 
Árbitro assistente 1: Márcia Bezerra Lopes Caetano 
Árbitro assistente 2: Evandro de Melo Lima 
Quarto árbitro: Luciano Alves de Lima 
Cartões amarelos: Silas (Internacional); Léo Santos, Warian, Filipe (Corinthians)
Cartão vermelho: Waldemir (Internacional)
Gols: Internacional: Léo Ortiz e Ariel; Corinthians: Léo Ortiz (contra), Gabriel Vasconcelos, 3 e Maycon 
Internacional: Igor; Junio, Léo Ortiz, Eriks e Matheus Oliveira (Gustavo Ramos); Charles, Silas, (João Pedro), Ariel, (Iago) Valdemir e Yan Petter; Mila; Técnico: Carlos Leiria 
Corinthians: Filipe; Léo Príncipe, Vinicius Del'Amore, Léo Santos e Guilherme; Warian, Maycon (Renan Areias) e Matheus Pereira; Tocantins, (Claudinho), Léo Jabá (Dawan) e Gabriel Vasconcelos, Técnico: Osmar Loss 

Créditos e fontes de imagens e vídeos 
globoesporte.globo.com/corinthians.com.br/MAON 
corinthians.com.br/MAON 
youtube.com/globoesporte.globo.com 
youtube.com/globoesporte.globo.com