segunda-feira, 29 de maio de 2017

Avançando na tabela

Não foi o jogo de encher os olhos, mas o time bateu a meta e trouxe os três pontos almejados. Mas diante de um fraco adversário, perdeu a oportunidade de fazer saldo de gols e ainda pode perder a liderança para o Chapecoense. Dominou o jogo, teve equilíbrio, padrão tático, triangulou, criou, mas errou ao finalizar. Além das boas defesas do goleiro adversário, Jô perdeu um gol imperdível e Clayson, talvez querendo se consagrar na estreia, foi fominha, não passou a bola para Rodriguinho, chutou fraco e perdeu o gol. Ânsia de bezerro novo, como diria minha mãe. 
Com bom controle de jogo no primeiro tempo, o time recuou depois do gol e, na etapa final, voltou mais lento e assumiu a perigosa estratégia de administrar o resultado. Devido a má qualidade do adversário, o Timão só tomou um susto nos acréscimos, quando Cássio defendeu uma perigosa cabeçada do Viçosa. 
Gol
O gol do Corinthians saiu aos 26 minutos da etapa final. Arana, após tabelar com Romero, correu para a área e deu bela assistência para Rodriguinho abrir o placar. Foi sua sétima assistência no ano, além das inúmeras canetas e chapéus que vêm distribuindo na temporada. 
Merecem destaque as atuações do próprio Arana, o melhor em campo, do incansável Romero e do Rodriguinho, autor do Gol. Clayson fez uma boa estreia e mostrou que pode ser muito útil, Jadson e Jô renderam bem menos que podem e Clayton e Kazin ainda não justificaram suas contratações. 
E o Corinthians não venceu apenas no gramado. Venceu também na arquibancada, onde 90% dos presentes vestiam a camisa corinthiana, fato esse que foi objeto de críticas da imprensa local e da diretoria do Dragão. E por falar em Dragão, mais uma vitória do Jorge da Capadócia. 
Com o resultado, o Corinthians alcança 16 partidas sem derrota (70 dias), com oito vitórias e oito empates. O time, que havia iniciado a rodada na quarta posição, saltou para a liderança provisória do Brasileirão, empatado com o Cruzeiro, com sete pontos conquistados em nove disputados, mas ainda poderá ser ultrapassado pelo Chapecoense, que enfrenta o Avaí nesta segunda feira. 
Na próxima rodada, o Timão terá o primeiro grande desafio no Brasileirão, o clássico contra o Santos, às 19:00 (de Brasília) no sábado, dia 3 de junho, na Arena Corinthians, em Itaquera, e o Atlético-GO busca seus primeiros pontos no torneio, frente ao Bahia, na segunda-feira, dia 5, na Arena Fonte Nova. 

Créditos e fontes de imagens e vídeos 
globoesporte.globo.com-twitter.com/@diegoribeiro-MAON 
Rodrigo Gazzanel-Agência Corinthians-gazetaesportiva.com 
youtube.com/GOLS TEMPO REAL-globo.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário