domingo, 30 de abril de 2017

No Moisés DuCARILLE, o Corinthians derrubou a Macaca da Ponte

Melhores momentos
Foi um jogo pra ninguém botar defeito. O Corinthians jogou bem e sobrou. Foi firme e seguro na defesa, sólido no meio campo e preciso no ataque. O resultado poderia ser até maior, mas 3 a 0 fora de casa no jogo de ida da final do Paulistão está de bom tamanho. O Corinthians dominou a partida, nossa defesa anulou o forte trio de atacantes da Macaca, Lucca, William Pottker e Clayson, inclusive o artilheiro do campeonato, e Rodriguinho comeu a bola. O ponto negativo foi a penalização de Rodriguinho e Gabriel com cartões amarelos que poderiam ter sido evitados. Até o Raphael Klaus, que como árbitro é um caos, foi mais comedido em suas lambanças. 
Gols
Rodriguinho foi o melhor em campo com dois gols e uma assistência. Também merecem destaques as atuações de Jadson que, com a camisa 77, armou várias jogadas e fez o segundo gol, da segura dupla de zaga e do atacante Jô, com uma assistência e muita precisão nas jogadas. Mas, o time como um todo foi efetivo e preciso, tapando a boca daqueles que não acreditaram no trabalho do Carille nem na raça corinthiana. 
Dessa vez a Macaca escorregou nas cascas de banana e caiu da Ponte. Méritos para o Carille que, remontando o time que fracassou em 2016 e utilizando garotos da base, soube potencializar seus jogadores, tirando o melhor de cada um e, com o que tinha disponível, construir um time com padrão tático definido e muita entrega. 
Entrevista do Carille
Entrevista do Rodriguinho
Com o resultado, para conquistar seu 28º título paulista, o Corinthians pode perder até por dois gols de diferença no jogo da volta, marcado para o dia 7 de maio, domingo, às 16:00 horas, (de Brasília), na Arena Corinthians em Itaquera. A Ponte Preta, para superar o Timão, precisa ganhar de 4 a 0. Se vencer por 3 a 0, a decisão irá para os pênaltis. 
Após 40 anos da conquista histórica de 1977, o Corinthians tem uma enorme vantagem e poderá comemorá-la com mais um título do Paulistão. Mas apesar da vantagem, não tem nada ganho e ainda faltam 90 minutos de jogo. Para sagrar-se campeão, é necessário respeitar o adversário, manter a concentração e jogar com humildade e seriedade. 
Bastidores

Créditos e fontes de imagens e vídeos 
globoesporte.globo.com-Fernando Dantas/Gazeta Press/gazetaesportiva.com-MAON 
youtube.com/Soccer Wave-globo.com 
Fernando Dantas/Gazeta Press/gazetaesportiva.com 
youtube.com/brasil futebol-globo.com 
facebook.com/Imagens Timao-cienciahoje.uol.com.br-MAON
youtube.com/Ligados no Timão-foxsports.com.br
youtube.com/Ligados no Timão 
youtube.com/Corinthians

Nenhum comentário:

Postar um comentário