quarta-feira, 30 de abril de 2014

Copa do Brasil - Nacional-AM X Corinthians


Pela 2ª fase da Copa do Brasil, o Corinthians enfrentará hoje, dia 30/04, às 22 horas, o Nacional-AM, na Arena da Amazônia, em Manaus. Segundo informação do site do Corinthians, "após quase 28 anos, as duas equipes voltam a se enfrentar em uma partida válida por um torneio nacional" e este "será o nono jogo do confronto entre Corinthians e Nacional-AM. Na história, o Timão venceu seis duelos, empatou um e perdeu um, com 16 gols marcados e seis sofridos. A única derrota do clube (...) para a equipe amazonense aconteceu justamente na primeira partida da história entre os times. Foi no dia 24 de setembro de 1972, no estádio Vivaldão, em Manaus. Jogando pelo Campeonato Brasileiro daquele ano, o Alvinegro perdeu por 1 a 0. Depois daquele jogo, o Corinthians dominou o confronto. Inclusive, venceu a última partida da história entre os times. No dia 27 de novembro de 1986, o Timão venceu o Nacional-AM por 1 a 0 no Pacaembu pelo Campeonato Brasileiro. Edmar fez o gol da vitória".
Para chegar à segunda fase da Copa do Brasil, o Corinthians passou pelo Bahia de Feira-BA, vencendo a equipe baiana por 2 a 0 em Feira de Santana, eliminando a necessidade do jogo de volta.
Em homenagem ao piloto Aírton Senna, os jogadores vão entrar no gramado da Arena da Amazônia vestindo réplicas do capacete do piloto corintiano, cuja morte completará 20 anos na quinta feira, dia 1º de maio.
Mesmo sendo considerado pequeno perante o resto do Brasil, o Nacional quer repetir o bom desempenho do ano passado, quando chegou às oitavas de final, após eliminar times como Coritiba e Ponte Preta. Na primeira fase, a equipe amazonense despachou o São Luiz-RS.
Mesmo pregando cautela e respeito ao adversário, o objetivo do Corinthians é vencer por mais de dois gols de diferença e eliminar o jogo de volta.

Ficha Técnica - Nacional-AM X Corinthians
Local: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)
Data: 30 de abril de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Elan Vieira de Souza (PE) e Armando Lopes de Sousa (CE)
Nacional-AM: Jairo; Amaral, Índio, Rodrigão e Jefferson Recife; Negretti, Dênis Santos, Eder e Chapinha; Fabiano e Léo Paraíba; Técnico: Sinomar Naves
Corinthians: Cássio; Fagner, Cleber, Gil e Uendel; Ralf, Bruno Henrique, Petros e Jadson; Luciano e Guerrero; Técnico: Mano Menezes
Os dois técnicos esconderam as escalações. 

Sinomar Naves contará com dois reforços importantes, o meia Denis, que estava no Flamengo de Guarulhos, e o atacante Carlinhos Paraíba, que foi um dos destaques do Fast, vice-campeão do primeiro turno do Campeonato Amazonense. Denis deverá entrar no lugar de Bruno Potiguar, enquanto Carlinhos Paraíba deverá ficar como opção no banco de reservas.
No Corinthians, Mano Menezes indicou três mudanças na formação do time. Em um trabalho tático realizado na tarde de terça-feira, no estádio que vai sediar a partida, ele promoveu as entradas do lateral-esquerdo Uendel, do volante Bruno Henrique e do atacante Luciano. O reconhecimento do gramado da Arena da Amazônia contou com um trabalho defensivo de bolas aéreas.
Mano Menezes comandou, também, um trabalho tático em campo reduzido, dividido em duas equipes. Como as formações foram “inchadas”, Ferrugem fez companhia aos titulares, que tiveram 12 jogadores. No fim, o técnico teve uma conversa ao pé do ouvido com Bruno Henrique, Jadson, Petros e Luciano.
As condições climáticas em Manaus, com altas temperaturas e muita umidade, são uma das preocupações de Mano Menezes. Como não é incomum na região, a previsão é de chuva durante boa parte do dia. De acordo com o site do Climatempo, a umidade relativa do ar vai variar entre 51% e 95%. Aliada à temperatura máxima de 31º C, essa condição criará dificuldades para quem não está acostumado.
“Aqui, parados, estamos transpirando mais do que o normal. Imaginem os jogadores correndo, brigando, durante 90 minutos”, afirmou o técnico, sentindo, durante o treino da véspera da partida, o que espera os jogadores na Arena da Amazônia na noite de quarta-feira.
Os atletas do Corinthians foram recebidos com muita festa na cidade, no aeroporto e no hotel em que estão hospedados. Durante o treino, os operários que trabalham na Arena pararam suas atividades para assistirem a movimentação dos jogadores. 
Pela superioridade técnica e pelas condições estruturais mais favoráveis, o Corinthians tem tudo para eliminar o jogo de volta, mesmo com o clima desfavorável. O importante é a determinação e a garra, que aliados a uma boa tática, conseguirão minimizar os fatores climáticos adversos.

Créditos e fontes de imagens e vídeos
globoesporte.globo.com
globoesporte.globo.com
globoesporte.globo.com
gazetaesportiva.net
globoesporte.globo.com
globoesporte.globo.com
Adeilson Albuquerque/globoesporte.globo.com
Adeilson Albuquerque/globoesporte.globo.com
Diego Ribeiro/globoesporte.globo.com
facebook.com/Zagueiro Gil
Marcos Bicudo/MAON

Nenhum comentário:

Postar um comentário