sexta-feira, 17 de março de 2017

Jogando para o gasto

Se o empate de domingo fora de casa contra a Ponte Preta pelo Paulista mereceu elogios, o de quinta feira na Arena contra o Luverdense foi uma grande decepção. Com o time quase completo, apenas com um reserva (Pedro Henrique), jogando em casa e com o apoio da Fiel, contra um adversário fraco, o mínimo que se esperava era uma vitória. O Corinthians até teve uma boa movimentação, um bom posicionamento, criou e buscou o gol, principalmente no primeiro tempo. Mas das 21 finalizações durante o jogo, apenas cinco foram no alvo. Nunca vi perder tanto gol assim. Não faltou vontade, faltou foi técnica e capricho no arremate final.
O gol, marcado por Jô, saiu na etapa inicial. Com a classificação garantida, no segundo tempo o Corinthians tirou o pé, tentou administrar o resultado, o Luverdense se animou e empatou o jogo. Nada desesperador, mas muito pouco para um time técnica e estruturalmente superior ao nosso fraco adversário da noite. E assim, entre mais gols perdidos, terminou o jogo em Itaquera. O Corinthians, que jogou para o gasto, está classificado para a próxima fase e enfrentará o Internacional. Classificado, mas devendo futebol. 
Individualmente, merecem destaque as atuações de Pablo, Rodriguinho, Jô, Arana e Maycon. Jadson foi bem enquanto teve fôlego e Marlone entrou bem. De negativo, a atuação de Giovanni Augusto, o pior em campo. 
O próximo desafio do Timão será no domingo, 19/03, às 16:00 horas, contra a Ferroviária, na Arena da Fonte, em Araraquara, pelo Campeonato Paulista. 

Créditos de imagens 
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians/corinthians.com.br-globoesporte.globo.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário