segunda-feira, 20 de março de 2017

Resultado ruim, desempenho pior

Perder é sempre ruim. Perder para o lanterna é humilhante. Perder com erro de arbitragem é injusto e desconcertante. Não acredito em coincidências. O que ocorreu ontem tem sido recorrente em jogos do Timão, o que me faz supor que os erros frequentes contra nós não decorrem apenas do despreparo da arbitragem, mas de uma dose de má fé. Alguns assopradores de apito sempre "erram" contra nós e nunca a nosso favor e, ao vermos seus nomes na escalação, já ficamos apreensivos. E o apitador de domingo é um desses que nos assustam, pois a atuação Raphael Claus em jogos do Corinthians é sempre um caos. Reconheço que não jogamos bem, que o time ficou devendo, que alguns jogadores foram péssimos, mas isso não anula o fato da arbitragem, despreparada e tendenciosa, ter influído diretamente no resultado do jogo. E até agora não vi nenhuma ação da nossa diretoria sobre o erro crasso do apitador. 
O próprio técnico reconheceu que o time foi mal, o que inviabilizou uma reação capaz de reverter a situação e anular o erro da arbitragem. Foi evidente um certo relaxamento, talvez devido a própria classificação antecipada. As mudanças no time também foram determinantes no mau desempenho e no mau resultado. Uns por falta de ritmo de jogo, outros por deficiência técnica, não conseguiram aproveitar a oportunidade que tiveram. Moisés, afobado na marcação e atrapalhado no apoio, e Guilherme, omisso e apagado, desperdiçaram suas chances de, pelo menos, ameaçarem os titulares. Marciel, quando atuou improvisado na lateral, foi muito mais eficiente. Camacho e Marlone também ficaram devendo, enquanto Pedrinho movimentou-se bem e criou várias oportunidades, credenciando-se para uma futura titularidade. 
Além das falhas individuais apontadas, e também devido a elas, o Corinthians apresentou problemas na transição da defesa para o ataque, falhas na armação, na criação e perdeu muitos gols. Destaque, também para o goleiro adversário, o melhor jogador da partida. 
Com o resultado, o Timão continua líder do Grupo A, mas perdeu a liderança geral do campeonato. O próximo compromisso do Corinthians será na quinta feira, 23/03, às 17:00 horas, na Arena Corinthians, em Itaquera, contra o Red Bull. 
O fato do técnico Carille ter reconhecido e admitido o mau desempenho do time, bem como a volta dos titulares, exceto Jadson, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, bem como a entrada de Pedrinho, sinaliza para a correção dos erros e a melhora da atuação da equipe alvinegra. 

Créditos e fontes de imagens 
globoesporte.globo.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário