terça-feira, 3 de novembro de 2015

Massacre no Horto - O Galo está morto

Mais uma vez o Galo ciscou mas não cantou. E foi abatido no próprio terreiro, sem dó nem piedade e até com requintes de crueldade. Massacrado pelo Timão, caiu no Horto e está morto. Morto para o título, que embora com mínimas chances matemáticas, já reconheceu que somente uma hecatombe corinthiana lhe daria o tão sonhado título nacional. Às acusações dos rivais e da abutraiada da imprensa que o campeonato estava manchado, da existência do apito amigo e de outras pataquadas, o Corinthians respondeu dentro do campo, fazendo a melhor campanha do campeonato e com 100% de aproveitamento no confronto direto com o vice líder. 
Com uma vitória incontestável, com o controle do jogo, com uma marcação beirando a perfeição, o Timão, literalmente, cozinhou o Galo no 1º tempo para matar o jogo na etapa final. Necessitando da vitória, o Atlético voltou do vestiário com um jogo mais aberto, deixando sua defesa mais vulnerável e o resultado foi dar mais espaço para os visitantes. E assim, foram saindo os gols alvinegros. 
Gols
Aos 22 minutos, o zagueiro Felipe desarmou Lucas Pratto, avançou pela direita como se fosse um ponta, cruzou para Jadson, Edcarlos errou o corte, e o meia colocou a bola na cabeça do Malcom, que mandou para a rede, abrindo o placar. Aos 29 minutos, numa troca de passes entre Rodriguinho e Jadson, o meia passou para Vagner Love, que driblou Edcarlos e fuzilou a meta de Victor. Aos 39 minutos, Lucca, que acabara de entrar, de voleio e numa meia bicicleta, fez o 3º gol, numa jogada da qual participaram Renato Augusto e Vagner Love. 
Diante de um Atlético tenso, venceu o time mais equilibrado técnica, tática e emocionalmente. Com um futebol envolvente, a segurança e a frieza do time corinthiano, bem como as defesas do Cássio, fizeram a diferença. Com uma formação compacta e bem posicionado, marcando a saída de bola de maneira precisa, com toques rápidos e saindo em velocidade o Corinthians infernizou a defesa atleticana e segurou o seu setor ofensivo, induzindo o adversário a erros. Mostrando um bom preparo físico e muito comprometimento e determinação, cansou e desestabilizou o adversário, antes de matar o jogo.
Após a abertura do placar, os jogadores do Atlético partiram para o abafa, desguarnecendo a defesa e abrindo brechas que foram bem aproveitadas pelos alvinegros paulistas. E assim, sucumbiram à pressão corinthiana e perderam a oportunidade de se manterem vivos na busca pelo título brasileiro.
Ponto negativo da partida foi a atuação de parte da torcida atleticana, que, durante a madrugada, soltou fogos nas imediações do hotel onde os corinthianos estavam hospedados para atrapalhar o sono da delegação, e no início do jogo cuspiram no técnico Tite, obrigando-o a se proteger com um agasalho com capuz, incidente que foi relatado pelo árbitro na súmula do jogo.  
Também lamentável foi a postura do técnico mineiro, que embora reconhecendo a superioridade corinthiana no jogo, continuou insistindo que o campeonato está manchado devido aos erros de arbitragem que prejudicaram seu time. Levir Culpi parece ignorar que erros ocorreram em prejuízo de todos os times e que o Corinthians também foi prejudicado em várias ocasiões. As manchas do campeonato são fruto das lágrimas derramadas pelo Atlético MIMIMIneiro e do chocolate que tomaram no Horto.
Às acusações de Levir, Tite contrapôs os números do Timão no campeonato: o maior número de desarmes, o time com menos faltas, o maior saldo de gols, o melhor ataque, o mais vitorioso, o que teve menos derrotas, o melhor visitante, o melhor mandante e a melhor defesa. 
Se não bastassem esses dados, no confronto direto depenamos o Galo no seu próprio terreiro e diante de sua torcida, deixando-os de MALCOM com a vida, enquanto para os lados do Timão só LOVE, só LOVE, só LOVE... 
Embora o Corinthians ainda não tenha matematicamente conquistado o título, a vitória em Belo Horizonte aumentou para 11 pontos a diferença para o vice líder, (73 a 62) e o hexacampeonato passou a ser mera questão de tempo. O Corinthians, com apenas quatro derrotas em 33 partidas, teria que perder outras quatro das cinco que restam, um desastre improvável. Com 15 pontos em disputa, a taça pode ser garantida já na próxima rodada, em caso de vitória corinthiana e derrota ou empate do time mineiro. 
A caminhada para o título segue na próxima rodada. No sábado, às 19:30 horas (de Brasília), os paulistas receberão o ameaçado Coritiba na Arena Corinthians em Itaquera e os mineiros enfrentarão o também ameaçado Figueirense, fora de casa, às 17 horas do domingo. 
Melhores momentos
Ficha Técnica - Atlético-MG 0 X 3 Corinthians 
Local: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 1º de novembro de 2015, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes - SC (FIFA)
Árbitro assistente 1: Kléber Lúcio Gil - SC (FIFA) 
Árbitro assistente 2: Fabrício Vilarinho da Silva - GO (FIFA)
Quarto árbitro: Anderson Daronco - RS (FIFA) 
Delegado: José Alexandre Barbosa Lima - RJ (ASS) 
Quinto árbitro: Marcos Vinicius Gomes - MG (CBF-1)
Público: 21.798 torcedores
Renda: R$ 1.605.755,00
Cartão amarelo: Leandro Donizete (Atlético-MG)
Gols: Malcom, aos 22 minutos do segundo tempo, e Vagner Love, aos 29 minutos do segundo tempo, e Lucca, aos 39 minutos do segundo tempo
Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Edcarlos e Douglas Santos; Leandro Donizete (Cárdenas) e Rafael Carioca; Luan, Giovanni Augusto (Thiago Ribeiro) e Dátolo; Lucas Pratto; Técnico: Levir Culpi
Corinthians: Cássio; Edílson, Felipe, Gil e Guilherme Arana; Ralf, Rodriguinho (Cristian), Jadson, Renato Augusto e Malcom (Lucca); Vagner Love (Romero); Técnico: Tite

Créditos e fontes de imagens e vídeos
twitter.com-@PHWCORINTHIANS/twitter.com-facebook.com-Alexandre Tavares-‎DEMOCRACIA CORINTHIANA/MAON
Daniel Augusto Júnior-corinthians.com.br/MAON
youtube.com/globo.com
Djalma Vassão/Gazeta Press
Daniel Augusto Júnior-globoesporte.globo.com/Djalma Vassão-Gazeta Press-gazetaesportiva.net/MAON
facebook.com-FanatiCorinthiansOficial/facebook.com-Trollagem F.C./MAON
Marcelo Braga/globoesporte.globo.com
youtube.com/globo.com
facebook.com/Daniel Fernandes Ramos-‎CORINTHIANS SCCP

Nenhum comentário:

Postar um comentário