segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Escorregando na Ponte

Essa Macaca sempre aprontando e espalhando cascas de bananas em nosso caminho. E, descuidados, acabamos tropeçando e escorregando. Depois de abrirmos o placar, levamos o empate e a virada. É somente no final, conseguimos empatar. E pelas circunstâncias do jogo, pelos nossos erros, ficamos no lucro. 
Não que fosse impossível vencer em Campinas. Mas, para isso teríamos que ter uma atuação mais focada no jogo. Mesmo com um time tecnicamente superior, o Timão demonstrou estar intranquilo e nervoso e em alguns momentos, principalmente na etapa final, demonstrou insegurança. Bem postada, a defesa da Ponte criou muitas dificuldades e Doriva preparou bem o time para bloquear nosso meio campo. Com dificuldades nas laterais e sem conseguir realizar as infiltrações pelo meio, erramos muitos passes e quase não conseguimos criar oportunidades efetivas de gol. E nosso ataque continua sendo um ataque de nervos para o corinthiano e de risos para os rivais. Não sei o que atrapalhou mais, se foi a defesa da Macaca ou as especulações de novos reforços chegando. Mas, a verdade é que não vimos o mesmo foco e a mesma determinação de jogos anteriores. 
Na etapa final, quando o time da Ponte resolveu vir pra cima, tomamos 2 gols em 2 minutos. Mesmo que o 1º estivesse impedido em sua origem, nossa defesa não poderia ter vacilado. E no 2º gol, Cássio não poderia ter espalmado para o meio da área. Felizmente, Doriva resolveu fechar a Ponte, Tite mexeu no time e Rodriguinho queimou minha língua e de muito mais gente. Empatamos aos 39 minutos do 2º tempo e voltamos pra casa com um mísero pontinho, que poderá fazer a diferença no final do campeonato.
Quanto às substituições de Tite, não entendi porque deixar em campo o atrapalhado e inoperante Vagner Love e tirar o Jadson, que mesmo cansado, era o que mais conseguia criar algo no meio campo, pois Renato Augusto estava mal na partida. Será que ele e o Elias estavam se poupando para a selecinha da CBF? 
Com o resultado e com a vitória do Atlético-MG no sábado, o Corinthians viu sua vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro diminuir de sete para cinco pontos. O Corinthians foi a 61 pontos e o time mineiro a 56. Não é nenhuma tragédia, como a mídia está sugerindo, pois ainda dependemos apenas de nossas forças. 
Melhores momentos
Gols
Ficha Técnica - Ponte Preta 2 X 2 Corinthians 
Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: 4 de outubro de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP-CBF-1)
Árbitro Assistente 1: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP-FIFA) 
Árbitro Assistente 2: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP-CBF-2)
Quarto árbitro: José Cláudio Rocha Filho (SP-CBF-2)
Assessor: Gilberto Corrale (SP-ASS)
Cartões amarelos: Rodinei e Ferron (Ponte Preta); Elias, Felipe, Danilo e Yago (Corinthians)
Cartão vermelho: Rodinei (Ponte Preta)
Gols: Ponte Preta: Elton, aos 15, e Felipe Azevedo, aos 18 minutos do segundo tempo; Corinthians: Jadson, aos 42 minutos do primeiro tempo, e Rodriguinho, aos 39 minutos do segundo tempo
Ponte Preta: Marcelo Lomba; Rodinei, Renato Chaves, Ferron e Gilson; Elton, Juninho, Felipe Azevedo (Fábio Ferreira), Cristian (Diego Oliveira) e Biro Biro; Borges (Alexandro); Técnico: Doriva
Corinthians: Cássio; Edílson, Felipe, Gil e Yago; Ralf, Elias (Rodriguinho), Jadson (Danilo), Renato Augusto e Malcom (Lucca); Vagner Love; Técnico: Tite

Créditos e fontes de imagens e vídeos
globoesporte.globo.com/MAON
arrota1.com.br/dasementearvore.blogspot.com.br/ftr.communitytable.parade.com/MAON
facebook.com/Rogério Cardoso
Daniel Augusto Júnior-Agência Corinthians-globoesporte.globo.com/ufmbb.org.br/MAON
Daniel Augusto Júnior-Agência Corinthians/meutimao.com.br
Mario Angelo/Sigmapress/Gazeta Press
youtube.com/globo.com
youtube.com/globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário