sexta-feira, 1 de julho de 2016

Quase deixaram o Coelho escapar

Foi um jogo feio diante de um adversário fraco, o lanterna do campeonato. Pela falta de qualidade do adversário, era um jogo pra golear e fazer saldo de gols. Mas, o Corinthians desconcentrou-se e, afobado e precipitado, não soube aproveitar a oportunidade. Venceu, mas não convenceu. Com a bola rolando, foi um fiasco. Errou passes, (40 passes errados para 297 certos), pouco criou e pouco finalizou, (6 finalizações contra 13 do América-MG), teve menos posse de bola (47%) com predomínio no campo de defesa, poucas triangulações e infiltrações. Nossa defesa mostrou-se sólida, mas, devido a baixa qualidade do ataque mineiro, correu poucos riscos. Tivemos sérios problemas ofensivos, com muita dificuldade na transição e em manter a bola no ataque, mas fomos felizes nas bolas paradas. Um gol de escanteio e outro de um pênalti Mandrake. 
Gols
O 1º gol saiu aos 9 minutos de jogo. Giovanni Augusto cobrou escanteio do lado direito, Balbuena escorou de cabeça para o meio da área, a bola sobrou para Romero, que chutou para o gol e abriu o placar. Aos 28 minutos Luciano dominou a bola com o braço em uma disputa com o zagueiro Adalberto e caiu dentro da área. O árbitro viu um pênalti inexistente no lance, Marquinhos Gabriel se apresentou para a cobrança e converteu. 2 a 0 para o Timão. 
O resultado foi muito melhor que o desempenho. Foi um jogo ruim, com uma fraca atuação dos dois times e no qual o Corinthians venceu devido à baixa qualidade técnica do adversário. Com o América-MG nem era preciso jogar muito, tanto que o Corinthians não jogou nada, deu muito espaço e, mesmo assim, venceu o jogo. Individualmente, os melhores em campo foram os zagueiros. Romero foi o jogador que mais buscou o jogo e foi oportunista ao abrir o placar. Cássio, apesar de pouco exigido, mostrou segurança e não comprometeu. Rodriguinho foi o pior em campo, pouco marcou, nada criou e errou tudo o que tentou. A entrada de Camacho melhorou a saída de bola, mas, infelizmente, ele ficou pouco tempo em campo e teve que ser substituído por sentir dores na coxa. Giovanni Augusto, bem marcado, teve dificuldades para buscar a bola e pouco produziu. 
Foi um jogo duro de assistir e só aguentei até o fim porque aqui é Corinthians. 
Com o resultado o Corinthians alcançou 22 pontos e subiu para o 2º lugar no campeonato, com apenas 3 pontos atrás do líder Palmeiras. O América-MG permanece na lanterna, com os mesmos 8 pontos. 
O próximo compromisso do Timão será contra o Flamengo no próximo domingo, 03/07, às 16:00 horas, em sua Arena em Itaquera, e o Coelho enfrentará no sábado, 02/07, às 18:30 horas o Atlético-PR, fora de casa.
Melhores momentos

Ficha Técnica - América-MG 0 X 2 Corinthians 
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data: 29 de junho de 2016, quarta-feira
Horário: 21:45 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner Reway – MT (ASP-FIFA)
Árbitro assistente 1: Eduardo Gonçalves da Cruz – MS (FIFA)
Árbitro assistente 2: Fabiano da Silva Ramires – ES (ESP)
Quarto árbitro: Igor Junio Benevenuto – MG (ASP-FIFA)
Cartões amarelos: Leandro Guerreiro e Adalberto (América-MG); Marquinhos Gabriel (Corinthians)
Gols: Corinthians: Romero, aos 9 minutos do primeiro tempo, e Marquinhos Gabriel, aos 29 minutos do segundo tempo
América-MG: João Ricardo; Jonas, Alison, Adalberto e Danilo (Gilson); Leandro Guerreiro, Claudinei, Alan Mineiro (Matheusinho) e Ernandes; Osman e Victor Rangel (Borges); Técnico: Sérgio Vieira 
Corinthians: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho (Camacho) (Willians), Romero, Giovanni Augusto (Guilherme) e Marquinhos Gabriel; Luciano; Técnico: Cristóvão Borges
Bastidores

Créditos e fontes de imagens e vídeos
globoesporte.globo.com-Mourão Panda/Gazeta Press-MAON
Thomas Santos/Agif/Gazeta Press/gazetaesportiva.com-Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians/meutimao.com.br-MAON
youtube.com-globo.com
youtube.com-globo.com
footstats.net
youtube.com/Corinthians 

Nenhum comentário:

Postar um comentário