segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Banquete no Beira Rio - Churrasco com chimarrão

Foi um jogo sem sustos e com pouco sofrimento. Defesa bem arrumada, meio campo criando, mas o ataque errando. Dessa vez a bola até chegou, mas o ataque não acertou. Foram 11 finalizações e só um gol. E de volante, com o Elias aparecendo na área e surpreendendo a defesa gaúcha. O Corinthians precisa melhorar muito no arremate final. É inadmissível perder tanto gol como o time está perdendo. Com um adversário desorganizado e dando espaços, era para aproveitar para aumentar o saldo de gols. O novo esquema tático permitiu maior compactação da equipe, melhor ocupação dos espaços, maior volume ofensivo e mais movimentação no ataque, que não soube aproveitar as oportunidades criadas. Mas, mesmo com as dificuldades para finalizar, o Timão teve uma atuação segura e manteve a regularidade na partida, mantendo a organização tática, em oposição da desorganização dos colorados. 
Gol
O único gol da partida foi do Elias, numa jogada que iniciou com a cobrança de lateral pelo Uendel, Giovanni Augusto recebeu a bola, passou para Romero, que cruzou para o Elias, que apareceu de surpresa na área, e abriu o placar. 
Aliás, o volante, recuperado de fratura na costela, foi peça importante no jogo, com muita movimentação, infiltrações e com o gol que garantiu a vitória, os três pontos e a liderança do campeonato.
Pelas chances que criou, poderíamos ter saído do Beira Rio com uma goleada. Mas, o time errou muito no arremate final, além de não ter um bom cobrador de faltas. Eis um ponto que está a merecer maior atenção da comissão técnica e maior empenho dos jogadores.
Entrevista do Cristóvão
Aos poucos, Cristóvão Borges vai dando a sua cara ao time e em que pese a má vontade de parte da torcida e da mídia, vem conseguindo manter o Corinthians no pelotão de frente do campeonato. Trabalhador, humilde, simples e sem usar termos rebuscados nas entrevistas, ainda não conquistou a confiança da torcida e da imprensa, que parece não perceber que com um elenco mediano e com dois desmanches, do time e da comissão técnica, e com pouco tempo de trabalho, ele está tirando leite de pedra e contrariando os mais pessimistas, que achavam que com os desmanches e sem o Tite, iríamos lutar para não cair. A torcida precisa ter paciência e parar de pegar no pé do técnico e dos jogadores. Por incompetência da diretoria não reforçamos o elenco em tempo hábil e o que nos resta agora é apoiar o time, confiando no peso da camisa, no trabalho do técnico e no diferencial da torcida. Prefiro um time de operários comprometidos e esforçados do que um recheado de estrelas deslumbradas. E quanto ao técnico, lembro-me que em 2011 no Brasileirão e em 2012 na Libertadores, foi o time do Cristóvão que mais nos deu trabalho. E no jogo de domingo, o time comandado por ele foi superior e venceu o time dirigido por um técnico multi campeão. 
Com o resultado, o Corinthians, agora líder do campeonato, chegou aos 33 pontos, um a mais que o Palmeiras, que perdeu por 3 a 1 para o Botafogo nesta rodada e caiu para a terceira colocação, com os mesmos 32 pontos do Santos. Já o Internacional aumentou a sua série negativa para nove jogos sem vitória e, com 21 pontos, está no 13º lugar na tabela de classificação. 
Corinthians e Internacional voltarão a campo no meio de semana. Na quarta-feira, 03/08, o Timão enfrentará o Atlético-PR, na Arena da Baixada em Curitiba, e o Internacional, no dia seguinte, enfrentará o Cruzeiro, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. 
Melhores momentos
Ficha Técnica - Internacional 0 X 1 Corinthians 
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 31 de julho de 2016, domingo
Horário: 16:00 horas (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha - GO (ESP)
Assistente 1: Bruno Raphael Pires - GO (FIFA) 
Assistente 2: Leone Carvalho Rocha - GO (CBF-1) 
Quarto árbitro: Celso Amorim - SC (ESP) 
Inspetor: Jorge Alves - BRA (ASS) 
Cartões amarelos: Paulão e Ariel (Internacional); André e Yago (Corinthians)
Gol: Corinthians: Elias, aos 41 minutos do primeiro tempo
Internacional: Marcelo Lomba; Ernando, Paulão, Leandro Almeida e Artur; Anselmo (Jair), Fabinho, Seijas e Valdívia (Nico López); Vitinho (Eduardo Sasha) e Ariel; Técnico: Paulo Roberto Falcão 
Corinthians: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Elias (Rodriguinho), Giovanni Augusto (Danilo) e Marquinhos Gabriel; Romero e André (Luciano); Técnico: Cristóvão Borges
Bastidores

Créditos e fontes de imagens e vídeos
globoesporte.globo.com-borkenhagen.net-galpaocrioulochurrascaria.blogspot.com.br-MAON
Jeferson Guareze-Agif-Estadão-globoesporte.globo.com
youtube.com-globo.com
youtube.com-corinthiano fiel SCCP
twitter.com-@Paulo_Maratona
Tomás Hammes-globoesporte.globo.com
youtube.com-globo.com
youtube.com/Corinthians

Nenhum comentário:

Postar um comentário