quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Figueirense X Corinthians

Pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Corinthians foi para Florianópolis onde enfrentará o Figueirense nesta 4ª feira, 16/11, às 21:45 horas, no estádio Orlando Scarpelli. Sétimo colocado no torneio, com 50 pontos, 14 vitórias, 8 empates,12 derrotas e 49% de aproveitamento, o Timão terá por adversário o 18º colocado, com 33 pontos, 7 vitórias, 12 empates, 15 derrotas e 32% de aproveitamento. Por razões diversas, ambos os times precisam da vitória. O Corinthians para entrar no G6 e garantir uma vaga na Pré Libertadores, e o Figueirense para manter a esperança de fugir da degola para a Série B. 
Com o empate entre o Atlético-PR e Fluminense, o Corinthians, se vencer o Figueirense, volta para o G6 e só depende dele para permanecer entre os 6 primeiros colocados. Já a situação do Figueirense é mais dramática. Há 7 jogos sem vencer, com o 2ª pior ataque do torneio, com apenas um gol marcado nos últimos 7 jogos, o time de Floripa, mesmo se vencer o Corinthians, ficará na dependência de uma improvável combinação de resultados para não cair para a Série B. Segundo os matemáticos, ele tem apenas 2% chances de permanecer na Série A. 
Ficha Técnica - Figueirense X Corinthians
Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 16 de novembro, quarta-feira
Horário: 21:45 horas (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco - RS (FIFA)
Assistente 1: Elio Nepomuceno de Andrade Júnior - RS (CBF-1)
Assistente 2: Jorge Eduardo Bernardi - RS (CBF-1)
Quarto árbitro: Rafael Traci - PR (ASP-FIFA)
Figueirense: Gatito Fernandes; Ayrton, Werley, Marquinhos e Jeferson; Josa, Jackson Caucaia, Renato e Ferrugem; Lins e Rafael Moura; Técnico: Marquinhos Santos
Corinthians: Walter; Léo Príncipe, (Fagner) Léo Santos, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Willians, Rodriguinho, Camacho, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Lucca; Técnico: Oswaldo de Oliveira
No Corinthians, além dos possíveis escalados, também foram relacionados os goleiros Cássio e Matheus Vidotto, o lateral Mantuan, o zagueiro Vinicius Del'Amore, os volantes Cristian, Jean e Marciel, o meia Marlone, e os atacantes Gustavo, Isaac e Léo Jabá.
Estão fora: Uendel, Rildo, Guilherme e Danilo, no Departamento Médico, Vilson, suspenso, Balbuena e Romero, com a seleção paraguaia, Yago e Bruno Paulo, em transição para o campo, após recuperação de cirurgia.
Estão pendurados com dois cartões amarelos, Lucca, Giovanni Augusto, Guilherme, Rodriguinho e Uendel.
O técnico do Figueirense fechou o penúltimo treino para a imprensa, mas deverá escalar o que tem de melhor disponível. Para o jogo, o técnico Marquinhos Santos não poderá contar com os suspensos Bady, Marquinhos Pedroso e Rafael Silva.
No Corinthians teremos novidades entre os titulares e no banco. Na defesa Walter volta para o gol, a dupla de zaga será formada pelos garotos Pedro Henrique e Léo Santos, em substituição ao Balbuena e ao Vilson, na lateral esquerda Guilherme Arana ocupará o lugar de Uendel e no ataque, Lucca, entrará no lugar de Guilherme, atuando como um falso 9. Se Fagner, que voltou hoje da seleção brasileira, não tiver condições de jogo, Léo Príncipe o substituirá na lateral direita. Com a ausência de Romero, Camacho volta a jogar em sua posição de origem, com liberdade para avançar. Teremos um time bastante modificado em relação ao que vem atuando e espero que Oswaldo de Oliveira tenha aproveitado os 9 dias de treino para corrigir os erros e dar um padrão tático à equipe. No banco, as novidades são o zagueiro Vinicius Del'Amore, o lateral Mantuan e o atacante Léo Jabá, recém promovidos da base. 
Se algumas mudanças foram por necessidade devido aos desfalques, outras foram por opção técnica. Walter, recuperado de lesão, volta ao gol por estar melhor que Cássio, e Lucca no ataque é uma alternativa de velocidade, diante da defesa lenta do figueirense, formada por Werley e Marquinhos.
Apesar de vir de um resultado desastroso diante do São Paulo e de ter que atuar com uma equipe bastante modificada, o Corinthians tem condições de vencer o fraco time do Figueirense, muito mais limitado que o nosso. Aliás, tem a necessidade e a obrigação de vencer para voltar ao G6 e terminar o ano com um mínimo de dignidade.

Créditos e fontes de imagens
meutimao.com.br
Luiz Henrique/FFC/globoesporte.globo.com-Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians/meutimao.com.br-MAON
globoesporte.globo.com 
facebook.com/Corinthians AMOR Eterno

Nenhum comentário:

Postar um comentário