domingo, 16 de novembro de 2014

Bahia X Corinthians

 
Desesperados pela vitória, Bahia e Corinthians se enfrentam neste domingo, 16/11, na Arena Fonte Nova, em Salvador, às 17 horas. O Bahia em queda livre no segundo turno, tendo conseguido apenas dois pontos em 24 possíveis, com 31 pontos e em 19º lugar na tabela, luta para não cair para a Série B. O Corinthians com 57  pontos e lutando por uma vaga na Libertadores, entra em campo em 7º lugar na classificação, com o mesmo número de pontos do Internacional e Fluminense, respectivamente em 4º e 5º lugares, mas com um jogo a mais, e do Atlético Mineiro, o 6º colocado; com um ponto a menos que o Grêmio, 3º colocado e com um jogo a mais; com 6 pontos a menos que o São Paulo, vice líder, e com um jogo a mais; e 10 pontos a menos que o líder Cruzeiro.
Ficha Técnica - Bahia X Corinthians
Local: Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 16 de novembro de 2014, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Rezende Cunha -GO (ESP-2)
Árbitro Assistente 1: Fabrício Vilarinho da Silva -GO (FIFA)
Árbitro Assistente 2: Bruno Raphael Pires - GO (CBF-1)
Quarto Árbitro: Manuel Nunes Lopo Garrido – BA (CBF-1)
Árbitro Assistente Adicional 1: Osimar Moreira da Silva Junior - GO (CBF-2)
Árbitro Assistente Adicional 2: Edmar Campos da Encarnacao - AM (CBF-1)
Delegado: Kleber Moradillo da Silva -BA (ASS)
Bahia: Marcelo Lomba; Railan, Lucas Fonseca, Titi e Pará; Fahel, Bruno Paulista, Rafael Miranda, Guilherme Santos e Galhardo; Kieza; Técnico: Charles Fabian
Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Fábio Santos; Ralf, Bruno Henrique, Petros e Renato Augusto; Malcom e Luciano; Técnico: Mano Menezes
Estão fora, no Bahia, Maxi e Emanuel, em fase de recondicionamento físico, Uelliton, Léo Gago e Branquinho, por opção técnica, e Demerson, com dores no joelho. No Corinthians, Elias, suspenso, Anderson Martins, recuperando-se de uma tendinite na coxa direita, e Guerrero, Romero e Lodeiro, convocados, respectivamente, para as seleções de Peru, Paraguai e Uruguai.
Estão pendurados, com dois cartões amarelos, no Bahia, Branquinho, Douglas Pires, Guilherme Santos, Kieza, Lincoln, Lucas Fonseca e Marcelo Lomba; e no Corinthians, Anderson Martins, Luciano, Gil e Petros.
No Bahia, também foram relacionados o goleiro Douglas Pires, os defensores Roniery e Adaílton, os meio campistas Feijão, Lincoln, Marcos Aurélio e Rômulo e os atacantes Henrique, Jeam, Rafinha e William Barbio.
No Corinthians, além dos possivelmente escalados, Mano Menezes relacionou também os goleiros Walter e Danilo Fernandes, os laterais Ferrugem, Uendel e Guilherme Arana, o zagueiro Pedro Henrique, o volante Guilherme Andrade, os meias Jadson e Danilo e o atacante Gustavo Tocantins.
No último treino do Bahia, comandado pelo técnico Charles Fabian, os jogadores participaram de uma atividade recreativa, seguida de trabalhos táticos, com ênfase a lances de bola parada ofensivas e defensivas e cobranças de faltas.
O novo técnico, que assumiu o posto recentemente, na tentativa de salvar o Bahia do rebaixamento, fez mudanças drásticas no time. Afastou jogadores titulares, promoveu retorno dos que estavam afastados e mudou o esquema tático. 
Com uma semana cheia para treinar, Mano Menezes teve tempo para ajustar a equipe, Com desfalques dos titulares na defesa, Anderson Martins, no meio campo, Elias, e no ataque, Guerrero, o time terá como substitutos Felipe, que já atuou contra o Santos e não comprometeu, Bruno Henrique e Luciano. No treino de sábado, o técnico encerrou a preparação para a partida com um descontraído treino recreativo no CT Joaquim Grava. Poupando os jogadores para a longa viagem, os jogadores realizaram apenas curtos e leves trabalhos no campo, antes de serem liberados para o tradicional rachão.
Com um ataque de meninos, o Corinthians precisará de muito apoio dos veteranos para uma partida que teoricamente seria fácil, mas poderá tornar-se dramática, principalmente por falta de experiência do ataque. Com a volta de Ralf, a defesa, mesmo sem Anderson Martins, não causa grandes preocupações. No meio campo, a entrada de Bruno Henrique no lugar de Elias, que não está em seus melhores momentos, parece-me um bom reforço. Resta torcer para Petros e Renato Augusto estarem num dia inspirado, para Luciano mostrar que consegue ser mais que um talismã e para Malcom ser um jogador mais coletivo e menos afobado. E pedir o auxílio de São Jorge.
Vamos enfrentar um adversário tecnicamente inferior e em crise, mas, tal qual animais feridos, times nessas situações podem dar trabalho. Além disso, não sei se o complexo de Robin Hood está definitivamente morto e enterrado no time do Corinthians, nem se já foi superada a Guerrero dependência.
Apenas tenho a certeza que um planejamento mal feito e que uma direção incompetente deixaram-nos numa situação complicada e temerária no final do campeonato. E no caso de um insucesso, já deram ao técnico as justificativas de praxe,
Precisamos vencer para continuarmos sonhando com a vaga no torneio continental. É o que nos restou para o ano, muito pouco diante da grandeza e do significado do Corinthians, mas o máximo que a incompetência e a omissão nos destinaram. Apesar de pouco, espero que consigamos conquistá-la, pelo menos pela esperança de que com ela, o planejamento de 2015 seja, pelo menos, razoável.

Créditos e fontes de imagens
meutimao.com.br
futebol.wikia.com
Getty/globoesporte.globo.com
Marcelo Braga/globoesporte.globo.com
facebook.com/Corinthians AMOR Eterno

Nenhum comentário:

Postar um comentário