terça-feira, 4 de novembro de 2014

Quero meu Corinthians de volta

Está ficando monótono fazer os posts pro blog. Parece filme da sessão da tarde. Muda o local e alguns personagens, mas o enredo permanece o mesmo. Se não fosse o cachorro correndo no campo, não haveria nenhuma novidade no enredo do filme de terror que assistimos na Arena Corinthians. Derrota para um possível rebaixado, lambanças da arbitragem, time sem padrão tático, comportamento desequilibrado após tomar o gol, erros de passes e finalizações, nó tático, chororó após o término da partida e queda na tabela de classificação.
Sofremos pra empatar com o Alex Futebol Clube. Sabendo da qualidade do veterano meia, ninguém se encarregou de marcá-lo e livre, leve e solto ele fez o que quis durante o jogo. Perdendo de dois a zero, tivemos que correr atrás do prejuízo, o que não foi fácil, pois além dos nossos erros e do descontrole dos jogadores, a arbitragem gaúcha tudo fez para nos atrapalhar. O juiz chegou a dar pênalti e recuar, dar falta na meia-lua e recuar, validar gol ilegal, anular gol legal, parar chance clara de gol por impedimento inexistente... Uma lambança atrás da outra, em conluio com seus assistentes.
Mas, mesmo com a má arbitragem, poderíamos ter vencido se o nosso time tivesse apresentado em campo um mínimo de padrão tático e uma escalação mais apropriada. A maior falha foi não marcar o Alex, mas não foi a única. Nossa defesa falhou nos dois gols e falhas da defesa têm sido recorrentes, mesmo com os atacantes voltando pra marcar. Depois que Ralf saiu do time, nossas falhas defensivas apareceram, pois Gil, sozinho, não tem como parar os adversários. No ataque, faltou um homem de referência e as bolas alçadas na área armavam o contra ataque adversário. Romero não tem estatura nem perfil para fazer o pivô. Quem deveria atuar de centro avante seria o Danilo, que tem altura e técnica para essa função, mas jogou como meia e ele não mais aguenta atuar nessa posição. Renato Augusto até se esforçou muito para armar, mas não tinha pra quem passar a bola. E aos garotos ainda faltam tranquilidade e segurança. 
Embora o time tenha voltado para o 2º tempo com mais vontade e com Romero no lugar do Malcom, faltou um melhor esquema tático e, apesar do gol de Elias, numa bela jogada do paraguaio, ter saído logo no início, o Corinthians só conseguiu o empate aos 49 minutos, numa cabeçada de Bruno Henrique na cobrança de escanteio do Uendel.
Mas, não foram apenas as lambanças da arbitragem, a falta de esquema tático, o mau posicionamento dos jogadores e o desequilíbrio emocional do time que atrapalharam o Corinthians no jogo. A bolerada errou os fundamentos mais básicos. Foram 40 passes errados e os campeões de erros foram Renato Augusto, 7, Elias, 5, Uendel, Fagner, Luciano e Bruno Henrique, 4 cada um. Das 18 finalizações, 7 foram para fora e das 7 defendidas, a maioria foram chutes fracos e na mão do goleiro Vanderlei. 
Fonte: http://globoesporte.globo.com/jogo/brasileirao2014/01-11-2014/corinthians-coritiba.html
Com o resultado, o Coritiba, com 34 pontos e em 17º lugar, segue no Z-4.  E o Timão, com 54, está em sétimo, com o mesmo número de pontos do Fluminense, Atlético-MG e Grêmio, respectivamente, 4º, 5º e 6º colocados. 
O próximo jogo do Corinthians será contra o Santos, domingo que vem, às 19:30 horas (horário de Brasília), novamente na Arena. O Coritiba recebe o Fluminense, sábado, também às 19:30 horas, no Couto Pereira.
 
Melhores momentos
Gols
Ficha Técnica - Corinthians 2 X 2 Coritiba
Local: Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo (SP)
Data: 1º de novembro de 2014, sábado
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima - RS (ASP-FIFA)
Árbitro Assistente 1: José Javel Silveira - RS (CBF-1)
Árbitro Assistente 2: Jose Eduardo Calza – RS (CBF-1)
Quarto Árbitro: Antonio Rogério Batista do Prado - SP (CBF-1)
Árbitro Assistente Adicional 1: Francisco de Paula dos Santos Silva Neto - RS (CBF-2)
Árbitro Assistente 2: Luis Teixeira Rocha - RS (CBF-1)
Delegado: Nilson de Souza Monção - SP (ASS)
Público: 28.099 pagantes
Renda: R$ 1.601.342,50
Gols: Corinthians: Elias, a um, e Bruno Henrique, aos 49 minutos do segundo tempo; Coritiba: Robinho, aos 24, e Alex, aos 31 minutos do primeiro tempo
Corinthians: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins (Jadson) e Uendel; Bruno Henrique, Elias e Danilo; Luciano (Tocantins), Renato Augusto e Malcom (Romero); Técnico: Mano Menezes
Coritiba: Vanderlei; Luccas Claro, Leandro Almeida e Welinton; Ivan, Hélder (Sérgio Manoel), Rosinei, Robinho (Zé Love), Alex (Gil) e Carlinhos; Joel, Técnico: Marquinhos Santos


Créditos e fontes de imagens e vídeos
esportes.terra.com.br
twitter.com/@thonfernandes
meutimao.com.br
Marcos Ribolli/globoesporte.globo.com
globoesporte.com/youtube.com
globoesporte.com/youtube.com
globoesporte.com/youtube.com
globoesporte.com/youtube.com
MAON

Nenhum comentário:

Postar um comentário