domingo, 17 de novembro de 2013

Corinthians X Vasco

De volta ao Pacaembu, após cumprir as punições impostas pelo STJD, o Corinthians vai enfrentar o Vasco pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo, dia 17/11, às 17 horas.
Em 10º lugar no campeonato, com 48 pontos, 11 vitórias, 15 empates e 8 derrotas, mas, já livre da degola, o Timão terá por adversário o 18º colocado, com 37 pontos, 9 vitórias,10 empates e 15 derrotas.
Enquanto o técnico corinthiano, em seu devaneio, ainda acredita na vaga para a Libertadores, o Vasco precisa da vitória para tentar permanecer na Série A.
Ficha Técnica - Corinthians X Vasco
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 17 de novembro de 2013, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago e Celso Luiz da Silva (ambos de MG)
Corinthians: Walter; Edenílson, Gil, Paulo André e Alessandro; Ralf, Guilherme, Romarinho, Douglas e Emerson; Renato Augusto; Técnico: Tite
Vasco: Alessandro; Jomar, Cris e Renato Silva; Fagner, Guiñazú, Abuda, Marlone e Yotún; André e Edmílson; Técnico: Adilson Batista

Tite fez duas alterações em relação ao time que venceu o Coritiba. Na armação, escalou Douglas no lugar do Danilo e no ataque, sem poder contar com Alexandre Pato, suspenso, Tite escalou Renato Augusto como centro avante. O esquema tático será o mesmo 4 2 3 1.
O Vasco terá o retorno do lateral esquerdo Yotún, livre de suspensão, no lugar de Wendel, improvisado na função contra o Grêmio. O meia Pedro Ken, suspenso, será substituído pelo atacante André e Marlone será recuado para o meio-campo.
No re-encontro com sua torcida e de volta ao Pacaembu, contra um adversário na zona de rebaixamento, o Corinthians tem a obrigação de vencer o jogo e cumprir a promessa feita pelos jogadores de terminar o campeonato com dignidade. Nos dois últimos jogos, o time mostrou mais vontade em campo e hoje, mesmo com as improvisações e com alguns jogadores que têm sido inoperantes em campo, temos condições de vencer.
O Vasco deve vir pra cima, pois precisa da vitória para escapar da degola. Mas, jogando em casa, cabe ao Timão se impor e não ficar esperando pra jogar no contra ataque. Nada de ressuscitar defunto, nem de repetir o comportamento que teve contra o Náutico no Pacaembu nem contra a Ponte Preta no Moisés Lucarelli.

Créditos e fontes de imagens
globoesporte.globo.com
Rodrigo Capote/esporte.uol.com.br
globoesporte.globo.com
planetaesporte.correio.com.br
Daniel Augusto/Agência Corinthians/globoesporte.globo.com
globoesporte.globo.com
Marcos Bikudo/MAON

Nenhum comentário:

Postar um comentário