segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Empate na raça

Foi um jogo eletrizante, dinâmico, equilibrado, com os dois times ofensivos, procurando os gols e a vitória. De início, o time da casa tentou encurralar o Corinthians, mas o Timão marcou forte e respondeu com contra ataques rápidos para deixar o placar tudo igual. E, por três vezes, conseguiu reagir, impedindo a vitória dos anfitriões. A tranquilidade após sofrer os gols foi determinante para a reação corinthiana, num jogo marcado pela ofensividade e por falhas em ambas defesas, principalmente nas bolas aéreas. Os goleiros tiveram muito trabalho e foram os responsáveis pelo placar não ser ainda mais dilatado.
O Palmeiras, com mais posse de bola, (54%) e com mais finalizações, parou nas boas defesas do Cássio, que mesmo após sofrer um corte na perna e levar 4 pontos no intervalo, voltou pro jogo e garantiu o resultado com uma defesa incrível nos momentos finais.
Na etapa final diminuiu o ritmo do jogo, mas os dois times continuaram ofensivos, até que Vagner Love, que havia sofrido uma falta dura de Alecsandro no 3º gol palmeirense, fez valer a lei do ex, calando a torcida adversária, que já comemorava a vitória.
Duas mexidas do Tite, a entrada do Danilo e do Rildo melhoraram o time. Danilo como sempre, seguro, efetivo e com bons passes, e Rildo, proporcionando mais velocidade ao ataque e sofrendo a falta que originou o 3º gol. Aliás, foi o jogador da rodada que mais sofreu faltas, seis no total. Já a entrada de Cristian não foi tão eficiente. Sem ritmo de jogo, deixou muito espaço para o adversário, fez falta dura, tomou cartão amarelo e perdeu um gol imperdível.
Nossa defesa ficou devendo, principalmente nas bolas aéreas, com falhas da zaga nos gols tomados. Mas, Fagner foi bem na marcação e anulou o Gabriel Jesus, Guilherme Arana precisa melhorar na marcação, mas foi muito bem no apoio, melhorou após marcar seu gol e demonstrou, mais uma vez, uma incrível capacidade de superação. Renato Augusto chamou para si a responsabilidade, deu bons passes e foi o responsável pela organização do time. Malcom ficou devendo e está merecendo perder o lugar para o Rildo, e Vagner Love fez sua melhor partida pelo Timão, não só pelo gol e pela sua participação no gol contra do Amaral, mas por ter buscado o jogo durante toda a partida e por ter infernizado a defesa palmeirense.
Sem dúvida a reação do Corinthians não desistindo do jogo, mesmo com o placar adverso, foi o ponto positivo e o grande trunfo do Timão. E o resultado se fez presente com um empate heroico, com um leve sabor de vitória, fazendo o adversário, que já comemorava a vitória, sentir o sabor amargo de um empate com sabor de derrota. Se não dá para comemorar empate, há de se comemorar a capacidade de reação, a entrega do time e o ponto conquistado fora de casa contra o arqui rival.
Aspecto negativo do jogo foi a falha gritante da arbitragem ao não assinalar o gol irregular do Dudu quando, na cobrança do escanteio, Alecsandro empurrou Vagner Love e a bola sobrou na cabeça de Dudu, para ele fazer o 3º gol do Palmeiras. O gol de Dudu deveria, portanto, ser anulado. Mas, como é um erro que prejudica o Corinthians, a imprensa abutre não comentou e nenhum dirigente reclamou.
Com o resultado, o Corinthians continua líder do Brasileiro com 50 pontos, cinco a mais que o Atlético-MG e na próxima rodada, receberá o Grêmio, na quarta-feira, às 22 horas, em sua Arena em Itaquera. Já o Palmeiras, com 35 pontos ganhos é o sétimo colocado, com três a menos que o São Paulo, último integrante do G-4. Na tentativa de se reaproximar do G4, a equipe da Água Branca voltará a campo na próxima quarta feira, à 19:30 horas, para enfrentar o Internacional em Porto Alegre.
Melhores momentos
Gols
Ficha Técnica - Palmeiras 3 X 3 Corinthians
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 6 de setembro de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Raphael Claus (SP-FIFA)
Assistente 1: Marcelo Carvalho Van Gasse - SP (FIFA)
Assistente 2: Rogério Pablos Zanardo - SP (ASP-FIFA)
4º árbitro: Adriano Assis Miranda - SP (CBF-2)
Delegado: Edinilson Corona - SP (ASS)
Assistente adicional 1: Ismael Souza - SP(000)
Público: 35.707 pessoas
Renda: R$ 2.578.440,00
Cartões amarelos: Lucas, Gabriel Jesus, Robinho, Dudu, Leandro Almeida e João Paulo (Palmeiras); Fagner, Gil e Cristian (Corinthians)
Gols: Palmeiras: Lucas, aos 19 minutos do primeiro tempo, Robinho, aos 26 minutos do primeiro tempo, e Dudu, aos 41 minutos do primeiro tempo: Corinthians: Guilherme Arana, aos 24 minutos do primeiro tempo, Amaral (contra), aos 37 minutos do primeiro tempo, e Vagner Love, aos 33 minutos do segundo tempo
Palmeiras: Fernando Prass; Lucas, Leandro Almeida, Vitor Hugo e Zé Roberto; Amaral e Arouca; Robinho (João Paulo), Dudu (Allione) e Gabriel Jesus; Alecsandro (Cristaldo); Técnico: Marcelo Oliveira
Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Guilherme Arana; Ralf (Danilo); Jadson, Marciel (Cristian), Renato Augusto e Malcom (Rildo); Vagner Love; Técnico: Tite

Créditos e fontes de imagens e vídeos
globoesporte.globo.com/MAON
Getty Imagens/esportes.terra.com.br
meutimao.com.br/Daniel Vorley-Agif-Gazeta Press/MAON
Djalma Vassão-Gazeta Press/Ricardo Nogueira-Folhapress-folha.uol.com.br/Reprodução TV-meutimao.com.br/Marco Ribolli-globoesporte.globo.com/MAON
Reprodução TV-esportes.r7.com/twitter.com-@FSCCP1910/MAON
facebook.com/William Vela Sccp‎CORINTHIANS SCCP/MAON
youtube.com/globo.com
youtube.com/globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário