domingo, 27 de setembro de 2015

Figueirense X Corinthians

Pela 28ª rodada do campeonato brasileiro, o Corinthians foi para Florianópolis enfrentar o Figueirense neste domingo, 27/09, às 16 horas, no estádio Orlando Scarpelli. Líder isolado do campeonato, com 57 pontos, 17 vitórias, 6 empates, 4 derrotas e 70% de aproveitamento, terá como adversário o 18º colocado, com 28 pontos, 7 vitórias, 7 empates, 13 derrotas e 35% de aproveitamento. Com os jogadores descansados e recuperados de desgaste, já que tiveram uma semana cheia para treinar, o Timão, mais que a liderança, vai defender a diferença de 5 pontos do vice líder. Já o adversário, perdeu no meio da semana do Santos pela Copa do Brasil e luta contra uma série negativa e para deixar a zona do rebaixamento. Com sete jogos sem vencer, três gols marcados e 13 sofridos neste período, uma vitória contra o Timão é considerada fundamental para a retomada da confiança e como combustível para evitar o rebaixamento nas rodadas finais. A equipe está a três pontos do Goiás, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. Mas, apesar da má colocação e do retrospecto recente, o Figueirense perdeu apenas quatro das 13 partidas que jogou em casa no Brasileirão. Tem cinco vitórias e quatro empates. E, no Orlando Scarpelli, já venceu Cruzeiro, Palmeiras e Sport por 2 a 1, além de Cruzeiro e Ponte Preta por 3 a 1.
Ficha Técnica - Figueirense X Corinthians
Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 27 de setembro de 2015, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique - PE (ESP-1)
Árbitro Assistente 1: Rodrigo F. Henrique Correa - RJ (FIFA)
Árbitro Assistente 2: Clóvis Amaral da Silva - PE (ASP-FIFA)
Quarto Árbitro: Evandro Tiago Bender - SC (CBF-2)
Delegado: Vayran da Silva Rosa - SC (ASS)
Figueirense: Alex Muralha; Leandro Silva, Saimon, Thiago Heleno e Marquinhos Pedroso; Jefferson, Fabinho, João Vitor e Yago; Clayton e Marcão; Técnico: Hudson Coutinho
Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Gil e Yago; Ralf; Jadson, Elias, Renato Augusto e Malcom; Vagner Love; Técnico: Tite
Além dos escalados, também foram relacionados:
No Figueirense, o goleiro Felipe, os laterais Cereceda e Sueliton, o zagueiro Nirley, os meias Rafael Bastos, Juninho, Ricardinho e Celsinho e os atacantes Elias, Thiago Santana e Marcelinho.
No Corinthians, o goleiro Walter, o lateral Edílson, o zagueiro Edu Dracena, o volante Marciel, os meias Danilo, Matheus Pereira e Rodriguinho, e os atacantes Romero, Lucca e Lincom.
Estão fora, no Figueirense: Dudu, Marquinhos, Dener e Paulo Roberto, todos no Departamento Médico, e Bruno Alves, suspenso. No Corinthians, Uendel (coxa esquerda), Guilherme Arana (coxa esquerda), Cristian (panturrilha direita) e Bruno Henrique (tornozelo esquerdo) seguem em tratamento no departamento médico e não foram relacionados. Luciano e Rildo, recuperando-se de cirurgia, também estão fora.
Estão pendurados com dois cartões amarelos, no Figueirense, Alex Muralha, Carlos Alberto, Cereceda, Clayton, França, Paulo Roberto, Saimon e Yago; e no Corinthians, Cássio, Malcom e Renato Augusto.
Contra o Corinthians, o Figueirense tenta colocar fim ao jejum de sete jogos sem vitória, seis pelo Brasileiro e um pela Copa do Brasil, na esperança que um triunfo contra o líder seja o início da recuperação na luta contra a queda.
O Figueirense trata o duelo como um ponto de virada. Bater o Corinthians significaria moral elevado para evitar o rebaixamento. Apesar do DNA de marcação do grupo, o técnico não quer um time restrito às roubadas de bola. Além do fator casa, a necessidade de vitórias – são sete jogos sem triunfos – exige um Figueirense mais produtivo. Diante do Corinthians o comandante deseja ver um time que, com a bola no pé, saiba criar.
"Em todo momento, as equipes precisam propor. Não é possível só defender, é mais desgaste, você corre mais atrás dos atletas adversários. Não que vá acontecer uma mudança brusca, uma revolução, você precisa descansar, mas também atacar" falou o técnico.
No Corinthians Tite vai repetir o mesmo time que venceu o Santos em Itaquera. Sem jogar no meio da semana, os treinamentos puderam ser mais dosados e o período foi usado para capacitar o time a se impor mais física e tecnicamente  no jogo, diante de um adversário mais cansado por ter atuado no meio da semana. Com Uendel e Guilherme Arana contundidos, Yago, que foi bem contra o Santos, continuará improvisado na lateral direita. No ataque, Malcom e Vagner Love permanecem entre os titulares, mas os novatos Lucca e Lincom estarão de alerta no banco. Malcom, que já havia perdido a posição para o Rildo, joga ameaçado pela boa atuação de Lucca no clássico e terá que mostrar serviço para se manter entre os titulares. Com um jogador de mais contenção na defesa, Yago, e com o Ralf Pitbull em campo, o setor ofensivo terá mais liberdade para atacar, sem precisar voltar tanto para marcar. A proposta do jogo é pressionar o Figueirense, principalmente pelo lado esquerdo, e encurralar o adversário em seu campo de defesa. E o bem coordenado trio do meio campo, Elias, Renato Augusto e Jadson, deverão estar mais presentes no ataque. Sem se iludir com a má posição do adversário na tabela, Tite procura controlar a ansiedade do time e promete manter fora de casa o mesmo padrão ofensivo de Itaquera.
Temos mais time que o adversário, mas, também, o dever de evitar o salto alto. Visando o hexa, e dependendo só de nós para conquistá-lo, não podemos vacilar. Vamos buscar a vitória e mais três pontos.

Créditos e fontes de imagens
globoesporte.globo.com/Rosane Lima-ND-ndonline.com.br/MAON
Luiz Henrique-FFC-globoesporte/Daniel Augusto Júnior-Agência Corinthians-corinthians.com.br/MAON
Marcelo Hazan-globoesporte.globo.com
globoesporte,globo.com
corinthians.com.br/MAON

Nenhum comentário:

Postar um comentário