sexta-feira, 17 de maio de 2013

Pega ladrão...

Fomos assaltados. Na cara dura. Em pleno Pacaembu, com mais de 38 mil testemunhas presentes e com milhares de pessoas vendo pela televisão. 
Os autores do crime, três safados, armados com um apito e com duas bandeiras.
O delito, dois gols legítimos anulados, dois pênaltis não marcados, cartões para intimidar e enervar, faltas inventadas, laterais invertidas e outras lambanças mais.
Os mandantes estão ocultos, mas não indeterminados, escondidos e protegidos por uma tal de CONMEBOL, no mínimo cúmplice dessa e de outras safadezas que acontecem no mundo do futebol.
Não vou perder tempo em comentar o jogo em si, pois nada do que fizemos em campo foi decisivo para o resultado final. Quem decidiu o jogo foi a arbitragem e o que foi feito pelos jogadores foi café com leite.
Tal como as muambas e o whisky que vêm do Paraguai, tivemos uma arbitragem falsa que adulterou o resultado do jogo, o que foi reconhecido até pela própria imprensa argentina, o país do time adversário.
A ira do jornalista
video
Apenas quero registrar toda a minha indignação, que é a mesma de toda a Nação Corinthiana e dos não corinthianos que colocam a lisura nos esportes acima dos interesses clubísticos, como a testemunhada por Rica Perrone e outros jornalistas isentos.
Mas, minha indignação, por maior que seja, jamais superará meu amor pelo Timão e meu orgulho de ser corinthiana, pois sei que ambos só não são maiores que a grandeza do Corinthians. E esse não é um sentimento meu, mas de toda uma Nação que coloca seu time do coração acima de qualquer título e de qualquer campeonato. É o sentimento de uma torcida que quer vencer tudo o que disputa, mas que valoriza o empenho, a garra, a raça, que está junto na alegria e na tristeza, na vitória e na derrota, que cobra, mas incentiva e apoia e reconhece o trabalho realizado, por isso não abandona jamais.
video
Ao final do jogo, presenciando mais uma vez esse testemunho de amor, chorei de emoção e de felicidade por fazer parte dessa Nação de loucos apaixonados, desvairados e alucinados. 
Que prova de amor!
Que maturidade! 
Nada mais bonito! 
Nada mais envolvente! 
Nada mais comovente!
video
E naquele momento, mais do que nunca, fui tomada por uma alegria imensa, por uma felicidade jamais sentida e me lembrei da música do Paulinho Nogueira, "Meus 20 anos". Entrei no túnel do tempo, revivendo tudo o que já passamos, os tempos do jejum, as alegrias, as tristezas, as esperanças jamais perdidas, as vitórias, as conquistas que vieram... Envolvida por tantas recordações, levantei-me, coloquei a mão no peito e, junto com os companheiros que estavam no Pacaembu, rindo e chorando, também cantei nosso Hino Sagrado.
Ao final, exclamei:
Ai, Corinthians, cachaça do torcedor
Por você, vivemos embriagados de tanto amor!

Créditos e fontes de imagens
pt.dreamstime.com 
globoesporte.globo.com
Pollyana Gringer/ facebook.com/A GRANDE FAMÍLIA CORINTHIANS
Aqui é Corinthians/fb/Todopoderosotimão1910
sbt.com.br/youtube.com
agenciacorinthians.com.br
globoesporte.globo.com
foxsports.com.br/youtube.com/meutimao.com.br
Carlos Gustavo/youtube.com
Fotomontagem de Aurea Zanoni

Nenhum comentário:

Postar um comentário