segunda-feira, 14 de março de 2016

Misto quente

Em ritmo de treino, o Corinthians venceu o Botafogo-SP por 3 a 0 em Ribeirão Preto. Com um adversário fraco, que luta contra o rebaixamento, o Timão não teve dificuldades no jogo, e se não fosse o bom desempenho do goleiro Neneca, teria vencido por um placar muito maior. Mesmo com um time misto, aliás, um misto quente, manteve-se o padrão tático, com boas triangulações e com contra ataques rápidos pelas laterais. Sem sustos, tivemos domínio total do jogo, que serviu para o Tite fazer observações para o próximo desafio, quarta feira na Arena Corinthians, contra o Cerro Porteño. 
Com destaque para a defesa, o adversário teve poucas chances no ataque. Balbuena foi bastante efetivo, preciso e seguro. Não perdeu nenhum lance. Felipe foi o maior ladrão de bola, além de ter feito o gol que abriu o placar. Willians, na marcação, mostrou-se mais efetivo que Bruno Henrique e apresentou melhor saída de bola. E atuou com mais tranquilidade que nos jogos anteriores. 
Gols
Danilo, revezando com Luciano na função de falso 9, deu mais qualidade ao passe e ainda ampliou o placar, fazendo o 2º gol. E o garoto Maycon, jogou um futebol de gente grande, mostrando todo o seu talento, sendo efetivo na transição do meio para o ataque, aparecendo como elemento surpresa e, com boa presença na área, foi premiado com o terceiro gol. Enquanto os dois primeiros gols saíram de bolas paradas, o 1º numa cobrança de escanteio e o 2º de falta, o de Maycon saiu com a bola rolando. 
Li em alguns comentários que este foi o melhor jogo do Timão no campeonato. Considerando-se a fragilidade do adversário, ouso contestar, afirmando que, no máximo, pode ter sido um grande treino. Mas, reconheço que o time que venceu em Ribeirão foi mais consistente, mais objetivo, mais tranquilo, mais equilibrado e com mais maturidade que o time derrotado no Paraguai. A fragilidade do adversário contribuiu para diminuir a pressão pela vitória e dar tranquilidade para o time trabalhar a bola sem afobação e sem ansiedade. 
Apesar disso, deu para observar que Danilo atua melhor no meio campo do que de centro avante, que a segurança e a qualidade técnica de Maycon o credenciam para substituir Elias, com vantagem sobre Rodriguinho, que Willians teve um desempenho melhor que o Bruno Henrique, tanto na marcação como na saída de bola e que a atuação perfeita do Balbuena deve ter colocado dúvidas para Tite escalar a zaga do próximo jogo. E que Walter, mesmo sem muito trabalho, foi preciso e seguro quando exigido. 
O resultado manteve o Corinthians na liderança do Grupo D e o recolocou na liderança geral do Campeonato Paulista. Com 20 pontos em nove rodadas, o Timão ultrapassou o Santos, que tem 18. Já o Botafogo-SP permanece em quarto lugar no Grupo A, com dez pontos e está no 15º lugar na classificação geral. 
Melhores momentos
Ficha Técnica - Botafogo-SP 0 X 3 Corinthians
Local: estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data: 13 de março de 2016, domingo
Hora: 16:00 horas (de Brasília)
Árbitro Principal: Rodrigo Guarizo
Árbitro Assistente 1: Danilo Ricardo Simon Manis
Árbitro Assistente 2: Luis Alexandre Nilsen
Quarto Árbitro: Rodrigo Pires de Oliveira
Público: 11.091 pagantes
Renda: R$ 548.850,00
Cartões amarelos: Danilo Bueno, Mirita (Botafogo)
Gols: Corinthians: Felipe, aos 17 minutos do primeiro tempo; Danilo, aos três, e Maycon, aos 20 minutos do segundo tempo  
Botafogo: Neneca, Daniel Borges, Caio Ruan, Mirita e Jussandro (Diego Pituca); Moradei, Rodrigo Thiesen, Allan Dias (Serginho) e Danilo Bueno; Diogo Campos e Alemão (Nunes); Técnico: Márcio Fernandes
Corinthians: Walter, Edílson, Felipe, Balbuena e Uendel; Willians, Maycon, Guilherme (Alan Mineiro), Giovanni Augusto (Lucca) e Danilo; Luciano (Ángel Romero); Técnico: Tite

Créditos e fontes de imagens e vídeos 
globoesporte.globo.com/MAON 
Célio Messias-Estadão-Conteúdo-globoesporte.globo.com/twitter.com/twitter.com-@Corinthians-Daniel Augusto Jr/Thiago Calil-Photopress-Gazeta Press/MAON 
youtube.com/globo.com 
Daniel Augusto Jr.-Agência Corinthians-meutimao.com.br/Célio Messias-Gazeta Press/MAON 
Fernando Calzzani-Photopress-Gazeta Press/MAON 
band.uol.com.br 

Nenhum comentário:

Postar um comentário