terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Um, dois, três, quatro... Quer mais um? Chame o Pato

Melhores momentos
Deu a lógica. Cinco a zero, fora o baile. E não poderia ser diferente, tal a superioridade técnica, o desnível de experiência e de posicionamento tático. Eram os campeões do mundo, com dois desfalques, mas com um reforço badalado, que entrou no final para colocar a cereja no bolo e mostrar que, no Timão, Pato não vira cisne, vira Gavião. 
O que falar das cabeçadas do Guerrero e dos cruzamentos perfeitos do Alessandro, nosso guerreiro? Da movimentação do Émerson, do oportunismo do Paulinho e da sua vibração, comemorando novamente, com a torcida no alambrado? E do passe de calcanhar, a la Sócrates, do Danilo para o Émerson, na jogada do 3º gol e do seu chute forte para anotar o 4º, quando, à beira do gramado, já se anunciava que "... lá vem o Pato (...) para ver o que que há..."
Estreia do Pato
video
Entrevista de Pato
E, como esse Pato, não tem nada de Pateta, não precisou nem de três minutos pra mostrar "o que que há..." E, para mostrar que não está "bichado" e de lesões, totalmente recuperado, deu dois chutes, um com cada perna, fez o gol, pulou a placa de publicidade e foi comemorar com a galera. 
Contra um time bem mais forte, num Pacaembu lotado pela Fiel, o Oeste perdeu o Norte.
Considerando as deficiências do adversário, o espetáculo não fugiu do script, os atores tiveram o desempenho esperado e deram um show. A orquestra não desafinou e apesar do brilho do estreante, a menção honrosa fica para a dupla Guerrero e Guerreiro (Alessandro), pela técnica, pela raça e pela garra demonstradas, embora sem menosprezar outros atores, cujas atuações, também foram decisivas e importantes. 
Mas, passada a euforia e sem menosprezar tão grande feito nem o trabalho que está sendo feito, reconheço que, para o Corinthians, este jogo não passou de um passeio, de um treino. No entanto, isso em nada diminui a importância do jogo e da goleada, que até poderia ter sido maior. A partida permitiu constatar a evolução do time, que apresentou um grande progresso na movimentação, maior precisão nos passes, no posicionamento e nas finalizações, como podemos perceber, comparando os dados estatísticos do jogo de domingo com o jogo anterior.
Corinthians 2 X 0 Mogi Mirim
Corinthians 5 X 0 Oeste
Temos sim que comemorar, não só a vitória de goleada, mas a evolução do time campeão mundial, o êxito do planejamento e a qualidade do nosso elenco que tem pela frente a disputa de cinco campeonatos. 
Mas, tratando-se do Campeonato Paulista, também temos muito  a lamentar, a começar pela irracionalidade de sua estrutura e de seu calendário, que não só permite disputas tão díspares, desgastando desnecessariamente os jogadores dos times mais fortes que, durante o ano, participam de vários campeonatos simultâneos, uma vez que o regulamento do torneio já sinaliza que eles estarão classificados para a fase seguinte.
Protesto pacífico contra o preço abusivo dos ingressos
Protestos durante a ditadura
E lamentar, mais ainda, a postura mercantilista e ditatorial da Federação Paulista de Futebol, que num acinte ao torcedor, estipulou o valor mínimo do ingresso aos jogos em $40,00, e protestar contra a punição às torcidas organizadas Gaviões da Fiel, Estopim e Camisa 12, pela realização de um protesto pacífico de seus torcedores no Pacaembu contra essa extorsão abusiva da FPF. Indubitavelmente, parece que estão tentando superar o autoritarismo do período da ditadura militar. Se naquele momento a torcida do Corinthians não se omitiu, não seria agora que iria se calar contra o autoritarismo e os desmandos da FPF.
E a torcida, que sempre prestigia e apoia o Corinthians, que sempre está presente, foi alijada de suas faixas, bandeiras e instrumentos, somente por denunciar  e protestar contra uma medida excludente, que resulta na expulsão dos estádios de torcedores de baixa renda.
Para entender melhor o que aconteceu, veja a nota da Gaviões da Fiel:
https://www.facebook.com/gavioesoficial?ref=ts&fref=ts
Mas, mesmo com essa extorsão, a Fiel esteve presente, como tem estado em todos os jogos deste e de outros campeonatos. E além de sozinho, ter a maior renda e público, que a soma dos cariocas, o Corinthians titular tem mais renda que o Paulistão inteiro, conforme dados apresentados no site espn.com.br (http://espn.estadao.com.br/noticia/308090_corinthians-titular-rende-mais-dinheiro-que-o-paulista-inteiro)
Ficha Técnica - Corinthians 5 X 0 Oeste 
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 3 de fevereiro de 2013, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Fabrício Porfírio de Moura e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva (ambos de SP)
Público: 33.558 pagantes (total de 36.480)
Renda: R$ 1.205.663,08
Cartões amarelos: Hudson, Paulo Vitor, Fernando Leal, Dedé e Lelé (Oeste) e Paulinho (Corinthians)
Cartão vermelho: Lelé (Oeste)
Gols: Corinthians: Guerrero, aos 9 e aos 12, e Paulinho, aos 40 minutos do primeiro tempo; Danilo, aos 24, e Pato, aos 28 minutos do segundo tempo 
Corinthians: Danilo Fernandes; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho (Guilherme), Jorge Henrique e Danilo (Douglas); Emerson e Guerrero (Pato). Técnico: Tite 
Oeste: Fernando Leal; Dedé, Eduardo (Vitinho), Dezinho e Ligger; Paulo Vitor (Lelé), Ricardo Oliveira, Hudson e Everton (Gilmar); Wanderson e Serginho. Técnico: Roberto Cavalo

Créditos e fontes de imagens
domingossccp.blogspot.com
sportv.globo.com
globoesporte.com
globoesporte.com
band.uol.com.br
Leandro Moraes/esporte.uol.com.br
espn.estadao.com.br
Fábio Braga/Folha Press/esporte.uol.com.br
esporte.uol.com.br
esporte.uol.com.br
br.esporteinterativo.yahoo.com
globoesporte.com
globoesporte.com
futebolecoisademulhersim.wordpress.com
passapalavra.info
Agência Corinthians/facebook.com
domingossccp.blogspot.com
facebook.com/roda de corinthianos
domingossccp.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário