domingo, 26 de junho de 2016

Em tempo de mudanças...

Toda situação de mudança causa uma certa insegurança. Geralmente por não querer sair da zona de conforto e pelo desafio do desconhecido. No futebol não é diferente e quando se muda o comandante sempre aparece a dúvida e, às vezes, a incerteza. Por isso, muita curiosidade e uma certa ansiedade diante do 1º jogo do Cristóvão Borges em Itaquera. Após a derrota em Belo Horizonte, ocorrida com erros de arbitragem e falhas pontuais, mesmo com pouco tempo de casa e de treino, a expectativa era de algumas mudanças e de um Corinthians com algo que já denotasse a cara do novo treinador. Treinador cuja escolha surpreendeu e até desagradou parte da torcida e da mídia futebolística. 
Mas, nada de mau agouro e de zicar o novo técnico. Até porque me lembro que em 2011 competimos com ele no Brasileirão e só conseguimos o título na rodada final; e na Libertadores de 2012, foi o seu time que nos deu mais trabalho. Por isso pedi paciência com ele e com o time que tem vários desfalques no elenco. No entanto, admito que também estava ansiosa e apreensiva com as possíveis mudanças. Principalmente porque nossa defesa deixou de ser a muralha intransponível de outrora e nossa força ofensiva apresentava problemas na criação, na transição e no ataque. E, com pouco tempo para trabalhar, a adaptação torna-se mais difícil e complicada. 
"Alea jacta est". A sorte está lançada. E só nos resta torcer e apoiar. 
Assim, depois dos "mistérios" quanto ao esquema tático e a escalação, e a promessa de que seria tentado algo diferente, o time entrou em campo com algumas mudanças. Com Luciano à frente, Romero e Marquinhos Gabriel pelas pontas e Giovanni Augusto como armador centralizado. Com essa formação o time ganhou mais força ofensiva, mais movimentação e velocidade. Com maior volume de jogo no ataque, o time finalizou 16 vezes, 7 no 1º tempo, e os dois atacantes fizeram gols. Foram dois, mas poderiam ter sido mais. 
Após um bom 1º tempo, o time oscilou na etapa final. Com menor ritmo e com menos compactação, caiu de produção e perdeu-se após tomar o gol numa falha do Cássio. O Santa Cruz se animou com o gol e foi pra cima do Timão, que conseguiu segurar o resultado, os três pontos e voltou ao G4. 
Continuo pedindo paciência, pois considero que ainda haverá oscilações. É preciso dar tempo para o conhecimento mútuo, para o entrosamento no novo esquema tático e na nova concepção de jogo. E para corrigir os erros, principalmente do setor defensivo que, na zaga e na cabeça de área, ainda carecem de entrosamento, e tem dado muito espaço aos adversários. Creio que quando tiver todos os jogadores disponíveis os problemas diminuirão, pois terá mais opções para a zaga e Cristian vinha tendo boas atuações antes de se lesionar. 
O grande mérito do Cristóvão foi adequar o esquema tático às características dos jogadores. 
Gols
Os gols saíram do lado esquerdo. Aos 26 minutos de jogo, Uendel cruzou, Luciano dominou sozinho, tirou do goleiro e abriu o placar em Itaquera, com direito a muito choro e carinho dos companheiros. Aos 36 minutos, Uendel passou a bola para Luciano, que encontrou Romero na pequena área, que desviou e balançou as redes ampliando o placar. 2 a 0 para o Timão. 
Luciano, com um gol e uma assistência, foi o melhor em campo. Também merecem destaque as atuações de Uendel, Romero, Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto, Fagner e Pedro Henrique. O jovem zagueiro superou sua jogada infeliz no jogo anterior e mostrou muita segurança e precisão. Cássio, que teve uma falha bisonha no gol do Santa Cruz, e Rodriguinho, foram os destaques negativos do time. Cristóvão demorou para mexer e, mesmo tendo Maycon e Camacho no banco, deixou Rodriguinho em campo. 
Espero que, em futuro próximo, conhecendo melhor o elenco, outros jogadores também tenham oportunidade no time. O campeonato é longo, vamos disputar, também, a Copa do Brasil, haverá perdas por suspensões, contusões e convocações para seleções e vamos precisar de um elenco preparado. Aliás, é bom lembrar que ainda precisamos de reforços para a defesa e para o ataque. No mínimo, um zagueiro, um lateral direito e um centro avante, todos com experiência e em condições imediatas de jogo. 
Com o resultado, o Corinthians manteve a invencibilidade dentro de casa e alcançou 19 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, ocupando o 4º lugar na competição, com apenas três atrás do líder. O Santa Cruz amargou a terceira derrota consecutiva no torneio e, com 11 pontos, está em 18º lugar e na zona de rebaixamento da competição.
Na próxima rodada, o elenco do Timão viajará para Belo Horizonte, onde enfrentará o América-MG, às 21:45 horas, (de Brasília), na quarta-feira, 29/06, no Estádio Independência. No dia seguinte, os pernambucanos enfrentarão a Ponte Preta, no Arruda, às 19:30 horas, (de Brasília). 
Melhores momentos
Ficha Técnica - Corinthians 2 X 1 Santa Cruz
Local: Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo (SP)
Data: 25 de junho de 2016, sábado
Horário: 21:00 horas (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães – RJ (ASP-FIFA)
Árbitro assistente 1: Luiz Cláudio Regazone – RJ (ASP-FIFA)
Árbitro assistente 2: Thiago Henrique Neto Correa Farinha – RJ (ASP-FIFA)
Quarto árbitro: Rodolpho Toski Marques – PR (ASP-FIFA)
Público: 25.501 pagantes
Renda: R$ 1.384.144,00
Cartões amarelos: Uendel, Romero e Luciano (Corinthians); Lelê (Santa Cruz)
Gols: Corinthians: Luciano, aos 27, e Romero, aos 37 minutos do primeiro tempo; Santa Cruz: Grafite, aos sete minutos do segundo tempo
Corinthians: Cássio; Fagner, Pedro Henrique, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique, Rodriguinho (Willians), Marquinhos Gabriel, Giovanni Augusto (Lucca) e Romero (Guilherme); Luciano; Técnico: Cristóvão Borges
Santa Cruz: Tiago Cardoso; Vítor (Mario Sérgio), Neris, Danny Morais e Allan Vieira; Uillian Correia, João Paulo (Lelê) e Daniel Costa (Wallyson); Arthur, Keno e Grafite; Técnico: Milton Mendes 
Bastidores

Crédito e fontes de imagens e vídeos 
globoesporte.globo.com-Marcelo Fim/FramePhoto/Gazeta Press-MAON 
Sergio Barsaghi/Gazeta Press 
Marcos Ribolli/globoesporte.globo.com-Ale Vianna/Agência Eleven/Gazeta Press-MAON 
youtube.com-globo.com 
twitter.com/@mabragatchelo-Marcos Ribolli/globoesporte.globo.com-MAON 
youtube.com-globo.com 
youtube.com/Corinthians

Nenhum comentário:

Postar um comentário