quinta-feira, 1 de maio de 2014

Classificação garantida e Amazônia invadida

video
A Arena da Amazônia foi o novo alvo da invasão corinthiana. Dos 35.773 torcedores presentes, a maioria absoluta era da Fiel Torcida. Não faltou apoio aos alvinegros, que, infelizmente, jogaram com a camisa amarela. O adversário era fraco e 3 a 0, ficou barato. Mas, valeu a classificação e a eliminação do jogo de volta.
Gols
video
O Timão dominou a partida e construiu o resultado na 1ª etapa. Cléber abriu o marcador aos 6 minutos e Guerrero ampliou aos 21. Na etapa complementar, o Corinthians administrou a vantagem e Romarinho, auxiliado por um frango do goleiro Jaime, aos 17 minutos, ampliou o placar.
Valeu também termos conseguido a 6ª partida sem tomar gol. Depois do vexame do Paulistão, a defesa está se acertando, embora ainda esteja muito dependente do Cássio, que trabalhou muito no 2º tempo.
Valeu, também, o gol do Guerrero, não só por ter sido o gol que garantiu a classificação, mas, principalmente, pelo que significa na retomada de confiança do atacante, que não marcava desde janeiro. Mas, se do nosso lado valeu o empenho do peruano, do lado do Nacional-AM foi um peru do goleiro Jaime que pôs fim a esperança de trazer a decisão para São Paulo. Aproveitando-se da queda de rendimento do Corinthians, que apresentava uma certa desorganização no 2º tempo, o time amazonense veio pra cima e começou a gostar do jogo. A temperatura elevada e a umidade relativa do ar derrubaram o gás alvinegro e o Nacional se acertou, especialmente depois da entrada de Carlinhos Bala. Em chutes de longe e bolas cruzadas na área, o time amazonense cresceu na partida. Essa pressão obrigou Mano a mexer no time. E Romarinho, que havia acabado de entrar, girou na meia direita e bateu fraco, de pé esquerdo. Jairo errou feio na tentativa de defender e sacramentou a eliminação dos amazonenses.
video
Mano Menezes aprovou o desempenho do Corinthians e valorizou muito a eficiência da equipe por ter garantido o resultado aos 21 minutos do 1º tempo, especialmente pelas dificuldades físicas, com quase 30º C e muita umidade.
“Dos objetivos a ser alcançados hoje, conseguimos quase todos. Tivemos alguns minutos em que nos desorganizamos no segundo tempo, mas é compreensível pelo desgaste físico. A própria estratégia deles foi forçar após o intervalo, em um momento em que já estávamos mais cansados”, (...) “Jogamos em um ritmo forte até quando pudemos, e isso me deixa contente. O regulamento da competição dá essa condição da definição em um jogo, e aproveitamos bem nas duas oportunidades, ganhamos uma semana de trabalho”, afirmou o técnico.
Também merecem destaque  a atuação do Bruno Henrique e do Petros e o fato de termos jogadas ensaiadas de bola parada. Assim saiu o 1º gol.
De negativo, a atuação do Fagner, que não sabe marcar, não acerta um cruzamento e ainda tomou um cartão amarelo sem necessidade. O que o Mano está esperando para colocar o Ferrugem no time?
Pela fragilidade técnica do adversário, o resultado poderia ser melhor. Desse time daria pra ganhar de goleada. Mas, considerando a distância a ser percorrida na semana, o calor e a elevada umidade do ar de Manaus, a vitória por 3 a 0 e a eliminação do jogo de volta podem e devem ser comemorados.
Escalação
Resumo do jogo
Ficha Técnica - Nacional-AM 0 X 3 Corinthians
Local: Arena da Amazônia, em Manaus (AM)
Data: 30 de abril de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Público e Renda: 35.773 pagantes / R$1.970770,00
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
Assistentes: Elan Vieira de Souza (PE) e Armando Lopes de Sousa (CE)
Cartões amarelos: Dênis Santos (Nacional); Petros e Fagner (Corinthians)
Gols: Cleber, aos seis minutos do primeiro tempo; Guerrero, aos 21 minutos do primeiro tempo; Romarinho, aos 17 minutos do segundo tempo
Nacional-AM: Jairo; Amaral, Índio, Rodrigão e Jefferson Recife; Negretti, Dênis Santos, Eder (Carlinhos Bala) e Chapinha (Luciano); Fabiano e Léo Paraíba (Felipe Capixaba); Técnico: Sinomar Naves
Corinthians: Cássio; Fagner, Cleber, Gil e Uendel; Ralf, Bruno Henrique, Petros (Guilherme) e Jadson (Zé Paulo); Luciano (Romarinho) e Guerrero; Técnico: Mano Menezes

Créditos e fontes de imagens e vídeos
meutimao.com.br
globoesporte.globo.com
facebook.com/Luiz Antonio Souza
Fabrício Marques/globoesporte.globo.com
globoesporte.globo.com
Rodrigo Coca/Agência Estado/globoesporte.globo.com
sportv.globo.com
timaodiario.org
Rodrigo Coca/Agência Corinthians/gazetaesportiva.net
globotv.globo.com
globotv.globo.com
sportv.globo.com
Edmar Barros/Futura/esportes.terra.com.br
Rodrigo Coca/Agência Corinthians/gazetaesportiva.net
blogmarcossantos.com.br
esporte.uol.com.br
esporte.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário