quinta-feira, 15 de maio de 2014

Estádio carimbado, Elias voltando, Renato Augusto ressurgindo e molecada voando

Entrada em campo
Melhores momentos
Convidados para a festa da Arena da Baixada, fomos educados. Deixamos os anfitriões abrirem o placar e sentir, por alguns minutos, o sabor da vitória. Mas, aí acabou a brincadeira. O Timão se ajustou, o juiz errou e um gol legítimo anulou, mesmo assim, logo Luciano empatou e, no início do 2º tempo, o Renato Augusto, virou. A molecada, entrou e não decepcionou. Paulinho quase ampliou. 
Elias estreou, não decepcionou, celebrou e o chefe aprovou.
De amistoso, só o nome. O jogo não valia pontos, mas ninguém queria perder. Os times fizeram um jogo equilibrado e disputado, com chances de gol para os dois lados e várias divididas e faltas.  Era estratégico para o Atlético-PR mostrar serviço e recuperar seu futebol. Mas, no decorrer da partida, o Furacão, mesmo se esforçando, foi se amainando e transformou-se numa brisa suave. Assim, o que era pra ser uma festa, tornou-se um grande problema para a diretoria e a situação da comissão técnica atleticana ficou delicada.
Se o empate já não era o que a torcida rubro-negra esperava, a situação ficou ainda mais complicada com a derrota. A desvantagem irritou a torcida paranaense, o time local passou a ser vaiado sempre que tentava trabalhar a bola com paciência e o técnico Miguel Ángel Portugal foi alvo de protestos dos torcedores, que pediram sua saída em um forte e uníssono grito.
O Timão, mesmo poupando muitos titulares, precisava testar alguns jogadores, que, por sua vez, precisavam mostrar serviço para o técnico. E fazer do evento um treino, um ensaio para o espetáculo principal, a inauguração da Arena Corinthians, no próximo domingo. E, mesmo sem alguns atores principais, os substitutos e os coadjuvantes fizeram a festa e com gritos de olé da Fiel, aprovaram e carimbaram a Arena da Baixada. E ainda receberam o Troféu Jackson Nascimento, em homenagem ao jogador que, no passado, atuou nos dos times.
Mesmo contra um adversário em mau momento, o amistoso foi importante, não só como teste e para dar ritmo de jogo. Ele nos mostrou uma garotada com grande potencial e garra, dando-nos esperança para o futuro do Timão. Isto se a comissão técnica tiver coragem de colocar a molecada pra jogar e a diretoria não vendê-los a preço de banana ou emprestá-los indefinidamente para ganharem experiência.
Ficha Técnica - Atlético-PR 1 X 2 Corinthians
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 14 de maio de 2014, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR)
Assistentes: Luciano Roggenbaum (PR) e Diogo Moraes (PR)
Cartão amarelo: Lucas Olaza (Atlético-PR)
Gols: Atlético-PR: Marcelo, aos 13 minutos do primeiro tempo; Corinthians: Luciano, aos 27 minutos do primeiro tempo, e Renato Augusto, aos nove minutos do segundo tempo
Atlético-PR: Weverton (Santos); Suéliton (Mário Sérgio), Cléberson (Dráusio), Léo Pereira (Alcides) e Lucas Olaza (Nathan); Deivid (João Paulo), Paulinho Dias (Otávio), Felipe (Douglas Coutinho), Natanael (Bady) e Marcos Guilherme (Bruno Mendes); Marcelo (Mosquito); Técnico: Miguel Ángel Portugal
Corinthians: Walter (Danilo Fernandes); Ferrugem (Guilherme Andrade), Felipe, Gil e Uendel (Guilherme Arana); Bruno Henrique (Ralf), Elias, Petros (Zé Paulo) e Jadson (Paulinho); Renato Augusto (Danilo) e Luciano (Malcom); Técnico: Mano Menezes
Gols

Créditos e fontes de imagens e vídeos
meutimao.com.br
Monique Silva/globoesporte.globo.com/minhavidaporumlivro.com.br/corinthians.com.br/MAON
sportv.globo.com
sportv.globo.com
sportv.globo.com
Vagner Rosario/Futura Press/globoesporte.globo.com
sportv.globo.com
Joka Madruga/Agência Estado/globoesporte.globo.com
esporte.uol.com.br
Diego Ribeiro/globoesporte.globo.com
Gustavo Oliveira/gazetaesportiva.net
Fernando Freire/globoesporte.globo.com
Geraldo Bubniak/Gazeta Press/esportes.terra.com.br
Joka Madruga/Agência Estado/globoesporte.globo.com
sportv.globo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário