sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Adeus 3 pontos, adeus G4, adeus futebol...

Mais um vacilo fora de casa. Mais uma derrota para time que beirava a zona de rebaixamento. E que não vencia há quatro jogos. Mais um moribundo ressuscitado pela incompetência e falta de raça. Mais um jogo sonolento e mais três pontos na lata do lixo.
Um jogo para o torcedor lamentar. E para a maioria dos jogadores, a comissão técnica e a diretoria se envergonharem. Jogo sem padrão tático, jogadores desmotivados, defesa vacilante, meio campo sem criatividade e sem conseguir armar uma jogada decente, atacantes tendo que buscar a bola e armar as jogadas para suprir a falha dos meias, laterais que não apoiam, passes errados e falta de raça. E aí o que adianta o Guerrero e o Malcom correrem como loucos, se a única boa armação foi o lance do Luciano para a bola na trave do Guerrero?
Os próprios números do jogo revelam nossa inoperância. Apenas 6 finalizações contra 11 do Figueirense, 35 passes errados e apenas 7 roubadas de bola. Se não fossem as 3 defesas do Cássio e 6 bolas que o adversário chutou fora, teríamos levado um sacode. E para complicar, tomamos mais um gol de bola parada, com mais um vacilo da defesa, onde Gil e Cássio falharam. Pelo que vi no replay, falha maior do zagueiro que do goleiro. E por falar em defesa, quando a dupla de zaga vai engrenar?
Elias fez o seu pior jogo no Timão e torço para que o motivo seja ter jogado sem ainda estar recuperado da amigdalite e não por deficiência técnica ou tática. Danilo já não mais aguenta dois jogos em 3 dias, Lodeiro ainda não estreou seu futebol no Timão e Renato Augusto continua com sua irregularidade padrão.
E o time com seu futebol bipolar e incoerente, reforçando cada vez mais, seu comportamento Robin Hood. Por mais que eu me esforce, não consigo entender essa inconstância e o porquê de um time que consegue vencer os primeiros colocados da tabela, sucumbir diante dos que estão lutando para se livrarem da degola. Será que algum fator externo ou algum agrado adicional teria algo a ver com o desempenho em campo? Nem quero pensar nessa hipótese, mas também não consigo descartá-la totalmente, tamanha a diferença no desempenho de muitos jogadores diante de times tão desnivelados.
Mas, a triste realidade é que saímos do quarto, chegamos nos quintos e estamos no sexto.  E, se não melhoramos, com esse futebol lixo, vamos terminar o campeonato no cesto.
É muito difícil ter que admitir, pois como corinthiana devo acreditar e apoiar sempre. Mas, como não sou cega, surda nem demente, e muito menos Poliana para fazer o "jogo do contente", chego a pensar que este ano está perdido e que apenas em 2015, com uma nova diretoria e com outra comissão técnica, conseguiremos, tal como a Fênix, renascer das cinzas, com um time mais comprometido e com um futebol propositivo. Desde que nos livremos de técnicos da escola gaúcha e tenhamos um presidente que não seja omisso.
Melhores momentos


Ficha Técnica - Figueirense 1 X 0 Corinthians
Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 24 de setembro de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro-MG (FIFA)
Árbitro Assistente 1: Guilherme Dias Camilo-MG (ASP-FIFA)
Árbitro Assistente 2: Marcus Vinicius Gomes-MG (CBF-1)
Quarto árbitro: Anderson Daronco-RS (ASP-FIFA)
Árbitro Assistente Adicional 1: Igor Junio Benevenuto-MG (CBF-1)
Árbitro Assistente Adicional 2: Cleisson Veloso Pereira-MG (CBF-1)
Delegado: José Carlos Santiago Andrade-RJ (ASS)
Cartões amarelos: França e Jefferson (Figueirense); Ralf (Corinthians)
Gol: Figueirense: Marcão, aos 38 minutos do segundo tempo
Figueirense: Tiago Volpi; Leandro Silva, Nirley, Thiago Heleno e Marquinhos Pedroso; Paulo Roberto, França, Marco Antônio e Giovanni Augusto (Jefferson); Pablo (Clayton) e Everaldo (Marcão); Técnico: Argel Fucks
Corinthians: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Uendel; Ralf, Elias (Lodeiro), Renato Augusto e Danilo (Jadson); Malcom (Luciano) e Guerrero; Técnico: Mano Menezes

Estatísticas
Faltas
  • Figueirense: 13
       Pablo; 3
       Nirley: 2
       França: 2
       Leandro Sila: 2
       Marquinhos Pedroso: 2
       Marco Antonio: 1
       Everaldo: 1
  • Corinthians: 8
       Elias: 3
       Guerrero: 2
       Fagner: 1
       Gil: 1
       Lodeiro: 1

Passes errados
  • Figueirense: 39
        Leandro Silva: 9
        Marco Antonio: 7
        França; 4
        Giovanni Augusto: 3
        Paulo Roberto: 3
        Marquinhos Pedroso: 3
        Clayton: 3
         Pablo: 2
         Thiago Heleno: 2
          Marcão: 2
          Jefferson: 1
  • Corinthians: 35
        Danilo: 5
        Renato Augusto: 5
        Malcom: 4
        Elias: 4
        Uendel: 3
        Guerrero: 3
        Lodeiro: 3
        Fagner: 2
        Anderson Martins: 2
        Jadson: 2
        Ralf: 1
        Gil: 1

Roubadas de bola
  • Figueirense: 10
        França: 3
        Marco Antonio: 2
        Thiago Heleno: 1
         Nirley: 1
         Pablo: 1
         Leandro Silva: 1
         Marquinhos Pedroso: 1
  • Corinthians: 7
        Uendel: 2
        Renato Augusto: 1
        Ralf: 1
        Gil: 1
        Luciano: 1
        Malcom: 1

Finalizações
  • Figueirense: 11
        Gol: 1
        Marcão: 1 
        Defendidas: 3
        Pablo: 1
        Everaldo: 1
        Clayton: 1
        Bloqueada: 1
        Marco Antonio: 1
        Fora: 6
        Everaldo: 3
        Marco Antonio: 1
        Giovanni Augusto: 1
        Pablo: 1
  • Corinthians: 6
        Na trave: 1
        Guerrero: 1
        Defendida: 1
        Guerrero
        Fora: 4
        Renato Augusto: 1
        Ralf: 1
        Elias: 1
        Lodeiro: 1

Impedimentos
  • Figueirense: 3
       Thiago Heleno: 1
        Pablo: 1
        Marquinhos Pedroso: 1
  • Corinthians: 2
        Guerrero: 1
        Malcom: 1


Créditos e fontes de imagens e vídeo
meutimao.com.br
clubhondacbr125r.com
daniellegabriel.blogspot.com.br
esporte.uol.com.br
Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians/gazetaesportiva.net
band.uol.com.br/tv/youtube.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário