domingo, 7 de setembro de 2014

Criciúma X Corinthians

Embalado pela classificação na Copa do Brasil, o Corinthians enfrentará o Criciúma domingo, 07/08, às 16 horas, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC) pela última rodada do 1º turno do Campeonato Brasileiro. 
Na quarta colocação, com 32 pontos, o timão jogará ao mesmo tempo em que Fluminense, 5º colocado com 30 pontos e Cruzeiro, líder do campeonato com 42, se enfrentam no Rio de Janeiro. 
Enquanto o Corinthians precisa da vitória para permanecer no G4 e não se distanciar muito do líder, o Criciúma, 17º colocado, com 17 pontos, precisa vencer para sair da zona da degola. 
No jogo de hoje, teremos o confronto do pior ataque do campeonato com a melhor defesa. Enquanto o Criciúma marcou apenas nove gols em 18 partidas e está há oito jogos sem vitórias, o Corinthians tem a melhor defesa, com apenas 12 gols sofridos.
 
Ficha Técnica - Criciúma X Corinthians
Local: estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SC)
Data: 7 de setembro de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília) 
Árbitro: Igor Junio Benevenuto – MG (CBF-1) 
Árbitro Assistente 1: Marcio Eustáquio S. Santiago – MG (FIFA) 
Árbitro Assistente 2: Pablo Almeida da Costa – MG (ASP-FIFA) 
Quarto Árbitro: Jefferson Schmidt – SC (CBF-2) 
Árbitro Assistente Adicional 1: Ítalo Medeiros de Azevedo – RN (CBF-1) 
Árbitro Assistente Adicional 2: Wanderson Alves de Sousa – MG (CBF-2) 
Delegado: Alicio Pena Junior – MG (ASS)
Criciúma: Luiz; Luís Felipe, Fábio Ferreira, Alcides e Giovanni; Rodrigo Souza e João Vitor; Silvinho, Cleber Santana e Lucca; Zé Carlos; Técnico: Gilmar Dal Pozzo
Corinthians: Cássio; Fagner, Felipe, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf e Bruno Henrique; Jadson, Renato Augusto e Petros; Romero; Técnico: Mano Menezes
No Corinthians, além dos possíveis escalados, também foram relacionados os goleiros Walter e Danilo Fernandes, os laterais Ferrugem, Uendel  e Guilherme Arana, o zagueiro Pedro Henrique, o volante Guilherme Andrade, os meias Danilo e Zé Paulo e o atacante Malcom.
Estão fora, no Corinthians, Romarinho, negociado com o El-Jaish, do Catar, Luciano, suspenso, Gil e Elias, suspensos e convocados para a seleção brasileira, Lodeiro e Paolo Guerrero, convocados, respectivamente, para as seleções do Uruguai e Peru. No Criciúma, o lateral esquerdo Cortez e o volante Serginho, suspensos, os volantes Martinez e Maylson, lesionados, os zagueiros Heitor e Rafael Donato, em recondicionamento físico após cirurgias e os atacantes Bruno Lopes e Danilo Alves, em tratamento de lesões musculares.
Estão pendurados com o 3º cartão amarelo, no Corinthians, Petros e Ralf e no Criciúma, Bruno Cortez, João Vitor, Lucca, Luiz e Souza. 
No Criciúma, o novo treinador, Gilmar Dal Pozzo, fechou parte do treino, não permitindo que a imprensa e a torcida acompanhassem a atividade que daria pistas sobre a escalação para esta partida.
Com dois jogadores suspensos, o lateral esquerdo Cortez e o volante Serginho, e com a falta de tempo para tentar novas táticas, o novo técnico tem dificuldades na escalação e a tendência é de que mantenha o mesmo esquema adotado pelo interino Wilsão, que escalava o time no 4-2-3-1. Dessa forma, Silvinho e Lucca devem atuar abertos pelas pontas e Zé Carlos, recém-contratado, será o centroavante.
No Corinthians, com a liberação de Romarinho, negociado com o El-Jaish, do Catar, Mano Menezes teve o seu 6º desfalque e mais um problema para montar o time. Com Elias, Gil, Lodeiro e Guerrero servindo às suas respectivas seleções e com Luciano suspenso pelo 3º cartão amarelo, terá apenas Romero e Malcom para o ataque. Mas, como os garotos da base, há muito são café com leite no Corinthians, a maior probabilidade é mudar o esquema tático, abrindo espaço para Jadson e Renato Augusto atuarem juntos no meio-campo e jogar com apenas um jogador de frente (Romero). 
Considerando a posição de ambos os times na tabela de classificação, bem como as suas condições técnicas e estruturais, o Corinthians, mesmo com os desfalques, seria o franco favorito. Mas, não podemos esquecer que o adversário, eliminado da Copa Sul Americana, precisa da vitória para escapar da zona de rebaixamento, que o estádio deles é um verdadeiro caldeirão e nem da vocação do Corinthians para Robin Hood e a mentalidade pragmática do Mano considerando que empate fora de casa é um bom resultado. Portanto, no jogo de hoje, não pode haver vacilo nem acomodação. Precisamos destes 3 pontos para nos mantermos no pelotão de frente e para não aumentarmos a distância do líder e, mesmo com os reservas, temos condições para isso. O desempenho do Corinthians no 1º tempo contra o Bragantino mostrou que, sem acomodação e sem recuar, o time pode fazer valer em campo sua superioridade técnica e suas excelentes condições estruturais. Portanto, vamos buscar a vitória e os 3 pontos com a garra e a tradição corinthiana, respeitando o adversário, mas ciente que temos totais condições de vencê-lo.
 


Créditos e fontes de imagens
meutimao.com.br
criciuma.sc.gov.br
globoesporte.globo.com
Rodrigo Faber/globoesporte.globo.com
Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians/globoesporte.globo.com
Gazeta Press
Gazeta Press/MAON
facebook.com/Caca Thimoteo

Nenhum comentário:

Postar um comentário