domingo, 21 de setembro de 2014

Corinthians X São Paulo

Pela 23ª rodada do campeonato Brasileiro, o Corinthians enfrentará o São Paulo, neste domingo, dia 21/09, às 16 horas, na Arena Corinthians, em Itaquera. Em 4º lugar na tabela, com 37 pontos, o Timão terá como adversário o 2º colocado, com 42 pontos. Depois do vexame diante do Chapecoense, com quem apenas empatou em casa, o time alvinegro tentará sua reabilitação diante de sua torcida, enquanto o tricolor, após uma rodada decepcionante, também tentará sua recuperação. Assim, para ambos os times, só interessa a vitória, o que nos faz esperar um jogo bastante pegado e movimentado. O Corinthians precisa vencer para continuar no G-4 sem depender de outros resultados e o Tricolor, na caça ao líder, busca manter a distância para o Cruzeiro.
Ficha Técnica - Corinthians X São Paulo
Local: Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo (SP)
Data: 21 de setembro de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira-SP (ASP-FIFA)
Árbitro Assistente 1: Marcelo Carvalho Van Gasse-SP (FIFA)
Árbitro Assistente 2: Rogério Pablos Zanardo-SP (ASP-FIFA)
Quarto Árbitro: José Claudio Rocha Filho-SP (CBF-2)
Árbitro Assistente Adicional 1: Antonio Rogério Batista do Prado-SP (CBF-1)
Árbitro Assistente 2: Vinícius Furlan-SP (CBF-1)
Delegado: Marcio Verri Brandão (ASS)
Corinthians: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Elias, Bruno Henrique e Renato Augusto; Malcom e Guerrero; Técnico: Mano Menezes
São Paulo: Denis (Rogério Ceni); Auro, Rafael Toloi, Edson Silva e Álvaro Pereira; Denilson, Souza, Ganso, Kaká e Michel Bastos (Luis Fabiano); Alan Kardec; Técnico: Muricy Ramalho
No Corinthians, além dos possíveis escalados, também foram relacionados os goleiros Danilo Fernandes e Walter, os laterais, Ferrugem, Guilherme Arana e Uendel, os zagueiros Felipe e Pedro Henrique, o volante Guilherme Andrade, os meias Lodeiro e Danilo, e os atacantes Luciano e Romero.
Estão fora, no Corinthians, Jadson, por uma cláusula no contrato que o impede de enfrentar o ex-clube, e Petros, que cumpre mais dois jogos de suspensão após punição no STJD; e no São Paulo, Alexandre Pato, fora pelo mesmo motivo de Jadson, Rodrigo Caio e Paulo Miranda, lesionados. Rogério Ceni, com tendinite, é dúvida.
Estão pendurados, com dois cartões amarelos, no Corinthians, Bruno Henrique e Ralf; e no São Paulo, Luis Fabiano, Alan Kardec, Rafael Toloi, Denilson, Reinaldo, Rodrigo Caio e Paulo Miranda.
Numa fase pior que o adversário, o Corinthians precisa da vitória para continuar sonhando com a participação na Libertadores. Será um jogo de vários duelos, Elias e Kaká no meio campo e Guerrero e Alan Kardec no ataque, e o primeiro Majestoso na Arena.  Apesar do momento não muito favorável, e até mesmo por ele, vencer o clássico é obrigação.
Tudo indica que Mano vai tentar parar o São Paulo com três volantes, Ralf, Elias e Bruno Henrique e atuará com apenas um meia na armação, Renato Augusto, e dois atacantes, Guerrero e Malcom, (ou Luciano).
Como nossos laterais são fracos e Lodeiro ainda não justificou sua contratação com uma atuação sequer razoável, até justifica-se a entrada de Bruno Henrique para ajudar na marcação, desde que Elias, e não Ralf, tenha liberdade para avançar  e chegar na área. No ataque, se der a lógica, Malcom terá seu 1º clássico na Arena ao lado do Guerrero. 
Na defesa, Anderson Martins volta ao time e formará a zaga com Gil. Fagner, depois da má atuação de Ferrugem, também deverá retornar. Cássio, titular absoluto, estará no gol.
O São Paulo novamente não terá completo o seu quarteto ofensivo. Embora Kaká volte de suspensão, Alexandre Pato, emprestado pelo Corinthians, está impedido de atuar por contrato e Michel Bastos, Luis Fabiano e Osvaldo brigam pela vaga.
Outra dúvida é Rogério Ceni, com uma tendinite no joelho esquerdo. O goleiro foi relacionado e será avaliado no vestiário para verificar se terá condições de atuar.
O jogo de hoje é decisivo para o Corinthians definir sua posição no campeonato e cumprir a modesta meta estabelecida pela diretoria: classificar para a Libertadores. Quando reflito sobre essa meta, sempre fico na dúvida. Apenas buscando uma vaga, o Corinthians encara o Brasileirão como um estacionamento, como uma via pública ou como o ENEM? 
Infelizmente, é o que temos pra hoje. Este é o legado de uma diretoria e de uma comissão técnica omissa e incompetente e de alguns jogadores sem condições e/ou sem compromisso.
Vencer hoje é obrigação. Não pela classificação para o torneio da moda, mas pela honra e pela grandeza do Corinthians.

Créditos e fontes de imagens e vídeos
meutimao.com.br
globoesporte.com
globoesporte.com
gazetaesportiva.net
Gazeta Press/gazetaesportiva.net
esportes.terra.com.br
Djalma Vassão/Gazeta Press/gazetaesportiva.net.
Daniel Augusto Júnior /Agência Corinthians/globoesporte.globo.com
fotolog.com/corinthians

Nenhum comentário:

Postar um comentário