terça-feira, 16 de setembro de 2014

Assalto à boca armada... Armada com um apito

Está certo que com o que o Corinthians não jogou domingo, não merecia vencer, mas nenhum time merece ser roubado pela arbitragem. Tomar um gol com duplo impedimento e sofrer um pênalti com o braço do jogador colado ao corpo é no mínimo cegueira ou desonestidade, ou ambas as coisas. Mesmo atacando mais que o Corinthians, sem maracutaia, os flamenguistas jamais teriam vazado nossa defesa e o resultado normal seria 0 a 0. Mas, diante dessa arbitragem despreparada, da panela da CBF e do protecionismo aos clubes cariocas, nada mais pode surpreender. Vale tudo para salvar o carioca da vez do rebaixamento e é melhor que seja no apito amigo para não precisar recorrer novamente ao STJD.
Sobre o jogo em si, só podemos lamentar. Lamentar a postura covarde do time em campo, a falta de determinação, a desorganização tática, a preocupação maior em destruir as jogadas do adversário do que em construir as próprias, a falta de iniciativa e a inércia dos jogadores. Enquanto o time carioca finalizou 18 vezes, o Corinthians finalizou apenas 5. Este dado é suficiente para mostrar nossa inoperância e se eles não fossem tão ruins de bola e o Cássio não fosse um goleiro dos bons, teriam devolvido com juros e correção monetária os 4 a 0 do ano passada. 
Na realidade, Luxemburgo deu um nó tático no Mano Menezes e conseguiu tirar leite de pedra, fazendo um elenco limitado acuar o time alvinegro. E nossos jogadores, com raras exceções, pareciam zumbis, vagando sem rumo e sem destino. 
Cássio e a dupla de zaga cumpriram suas funções, nossos laterais, limitadíssimos, fizeram o de sempre, quase nada e nossos volantes perderam a direção. Elias atrás da linha da bola e Ralf avançando resultou em apenas uma finalização e uma roubada de bola do Elias e uma roubada de bola do Ralf. Com esse novo posicionamento o Pitbull Ralf está mais parecendo um labrador, não amedronta mais ninguém. E o Elias não chega na área. 
Juntando a atuação de nossos dois meias, não deu nem meio meia, apenas uma atuação meia boca. Lodeiro, ou Lerdeiro, nada criou e Renato Augusto, não carregou a bola, não passou e somente se enrolou. 
Consequentemente, já que a bola não chegava, os atacantes voltavam pra buscar e quando com ela chegavam na área, não tinham para quem passar. Está explicado o porque de apenas cinco finalizações. Aí pouco adianta a vontade do Guerrero, que toda hora tem que sair da área pra ajudar na marcação e buscar a bola. E os garotos, Luciano, Romero e Malcom pouco puderam render nesse time de armação nula e criatividade zero.
Zero é a nota que eu atribuo ao esquema tático, ao posicionamento e à postura do time em campo.

O melhor jogador do Corinthians

Melhores momentos
Ficha Técnica - Flamengo 1 X 0 Corinthians
Local:
Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 14 de setembro de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci-PE (FIFA)
Árbitro Assistente 1: Clóvis Amaral da Silva-PE (ASP-FIFA)
Árbitro Assistente 2: Elan Vieira de Souza-PE (CBF-1)
Quarto Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães-RJ (CBF-2) Árbitro Assistente Adicional 1: Nielson Nogueira Dias-PE (ESP-2)
Árbitro Assistente Adicional 2: Elmo Alves Resende Cunha-GO (ESP-2)
Delegado: Sergio Cristiano Nascimento-RJ (ASS) 
Cartões amarelos: Márcio Araújo (Flamengo); Fagner (Corinthians)
Gol: Flamengo: Wallace, aos 19 minutos do segundo tempo
Flamengo: Paulo Victor, Léo Moura, Chicão, Wallace e João Paulo; Cáceres, Canteros (Amaral) e Márcio Araújo (Luiz Antônio); Everton, Alecsandro (Elton) e Eduardo da Silva
Técnico: Vanderlei Luxemburgo
Corinthians: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf (Malcom), Elias, Luciano (Romero), Renato Augusto e Lodeiro (Jadson); Guerrero; Técnico: Mano Menezes 
ESTATÍSTICAS
Faltas
  • Flamengo: 21 (Cáceres, 7, Canteros, 3, Chicão, 2, Wallace, 2, Eduardo Silva, 2, Léo Moura, 1, Márcio Araújo, 1, Éverton, 1 e Luiz Antonio, 1).
  • Corinthians: 13 (Guerrero, 4, Renato Augusto, 3, Fagner, 3, Elias, 1, Lodeiro, 1 e Luciano, 1).
 Passes errados
  • Flamengo: 27 (Canteros, 6, Éverton, 5, Léo Moura, 4, João Paulo, 3, Alecsandro, 2, Chicão, 2, Márcio Araújo, 2, Cáceres, 2 e Paulo Victor, 1). 
  • Corinthians: 37 (Ralf, 6, Renato Augusto, 5, Fagner, 5, Lodeiro, 4, Elias, 3, Anderson Martins, 3, Guerrero, 3, Luciano, 2, Gil, 1, Cássio, 1, Fábio Santos, 1, Jadson, 1, Malcom, 1 e Romero, 1). 
Roubadas de bola
  • Flamengo: 15 (Wallace, 3, Cáceres, João Paulo, 3, Chicão, 1, Léo Moura, 1, Márcio Araújo, 1, Éverton, 1, Amaral, 1 e Eduardo Silva, 1). 
  • Corinthians: 17 (Fábio Santos, 4, Lodeiro, 4, Gil, 3, Fagner, 2, Renato Augusto, 1, Ralf, 1, Anderson Martins, 1 e Elias, 1).

Finalizações
  • Flamengo: 18
  o Gol: 1 (Wallace)
  o Bloqueadas: 5 (Léo Moura, 2, Alecsandro, 1, Everton, 1 e Eduardo Silva, 1)              
  o Defendidas: 6 (Eduardo Silva, 2, Alecsandro, 1, Márcio Araújo, 1, Elton, 1 e Everton, 1) 
  o Para fora: 6 (Alecsandro, 1, Márcio Araújo, 1, Elton 1, Everton, 1, Amaral, 1 e Canteros, 1)
  •    Corinthians: 5
    • Bloqueadas: 1 (Renato Augusto)
    • Defendidas: 2 (Elias, 1 e Gil, 1)
    • Para fora: 2 (Elias, 1 e Lodeiro, 1)

 Impedimentos: 5 (marcados pela arbitragem)

Fonte: http://globoesporte.globo.com/jogo/brasileirao2014/14-09-2014/flamengo-corinthians.html

Créditos e fontes de imagens e vídeo
meutimao.com.br/Gazeta Press/facebook.com/troll futebol clube/MAON
meutimao.com.br
Gazeta Press/gamestorming.com.br/MAON
Gazeta Press
globo.com/youtube.com
humoresportivo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário