terça-feira, 23 de setembro de 2014

O freguês voltou...

 
Num jogo bastante pegado, em que o Corinthians com maior posse de bola, (52%) e com o domínio da partida, venceu o freguês São Paulo, de virada, no 1º Majestoso na Arena Corinthians, não faltou emoção nem reclamações. A superioridade alvinegra pode ser detectada pelos números da partida. Enquanto o Timão finalizou 12 vezes, o adversário finalizou apenas duas, em lances de bola parada, sendo o 1º numa falta que nem existiu. O Corinthians roubou 14 bolas e eles apenas 9. 
Embora procurando o gol desde o início, o Corinthians não conseguiu abrir o placar e a equipe tricolor, por duas falhas de nossa defesa, ficou duas vezes em vantagem. Os dois primeiros gols corinthianos saíram de dois pênaltis, convertidos pelo Fábio Santos. No primeiro, após finalização de Malcom e rebote de Denis, a bola bateu na mão de Antônio Carlos, que vinha na corrida, o árbitro assinalou a penalidade, Fábio Santos bateu no meio e empatou. No segundo, em contra-ataque iniciado por Malcom, Guerrero invadiu a área e, na hora de finalizar, recebeu um carrinho de Alvaro Pereira. Com o pé do são-paulino quase na cintura do corintiano, Luiz Flávio de Oliveira marcou o pênalti e expulsou Alvaro Pereira. Fábio Santos, mais uma vez, bateu com precisão: 2 a 2.
Apesar da chiadeira dos tricolores, os comentaristas esportivos não só concordaram com os pênaltis marcados pelo árbitro, mas também com a expulsão do Álvaro Pereira. 
Mas, o Corinthians queria mais e a virada aconteceu aos 28 minutos e num belo lance. Numa jogada de Malcom, a bola chegou ao Guerrero, que tabelou com Danilo, recebeu na área, saiu na cara de Denis e bateu no canto esquerdo sem chances para o goleiro. Um golaço.
O São Paulo tentou reagir, mas a superioridade do Corinthians prevaleceu e o resultado favorável ao Timão permaneceu até o apito final. Aos 38 minutos, numa falta desnecessária, Fábio Santos, que não tinha cartão amarelo, levou o vermelho direto e foi expulso.
Se a defesa do Corinthians falhou nos dois gols são paulinos. o meio campo esteve quase perfeito e foi o diferencial do time em relação aos jogos anteriores. No ataque, Guerrero e Malcom, com uma ótima atuação e muita movimentação, deram trabalho para a defesa tricolor e não fosse três boas defesas do Dênis, o placar poderia ter sido ampliado. 
 
Apesar de Guerrero ter sido o melhor em campo, merecem destaque a atuação de Malcom, que no seu 1º clássico na Arena não se intimidou, foi pra cima e mostrou personalidade, bem como do meia Danilo, que apesar da falta de ritmo de jogo, reviveu os bons momentos do passado, sendo decisivo no gol da virada.
Guerrero foi incisivo e mortal, Dividiu bolas com os zagueiros, pôs os adversários pra dançar, driblou, pedalou e humilhou. Técnico, raçudo, voluntarioso e provocador, já partiu pro ataque antes do jogo, quando colocou em dúvida o poder ofensivo do time tricolor, desafiando os adversários. Em campo, não negou fogo e, merecidamente, foi premiado com o 3º gol.
Se do lado corinthiano, era total alegria por termos vencido e mantido a freguesia, os adversários saíram chiando, reclamando e criticando a arbitragem. Mas, ao declarar que "faltou ter o árbitro do nosso lado" o volante Souza, talvez num ato falho, tenha corroborado o que tem ocorrido em muitos jogos: quando não tem o árbitro do seu lado, fica difícil para eles vencerem.  Está certo que o choro é livre, mas como pode alguém achar que um time, que só finalizou duas vezes em 90 minutos, e em lances de bola parada, e que nada produziu com a bola rolando, considerar que merecia a vitória? 
Apesar de técnica e taticamente superior, o grande diferencial do Timão foi sua postura em campo. Os jogadores entraram motivados e não faltou raça. Mesmo quando atrás do marcador, o Corinthians controlou o jogo, partiu pra cima e reverteu a vantagem. E para os antis, que previam uma "galinhada" na Arena, só restou um "foie gras" de Ganso, (termo que em francês significa "fígado gordo" – é o fígado de um Pato ou Ganso). E por falar em Ganso, o Ralf, mais uma vez, não permitiu que ele jogasse.
A torcida, pela 1ª vez na Arena, jogou junto e foi decisiva no apoio e no incentivo. Infelizmente, uma minoria, totalmente sem noção, estragou o espetáculo, brigando e destruindo o próprio patrimônio. E o pior é que esses vândalos irresponsáveis, travestidos de torcedores, poderão prejudicar o Corinthians, que devido a esses irresponsáveis, corre o risco de perder mandos de jogo na Arena.
Com a vitória, o Corinthians chegou aos 40 pontos, dois a menos que o São Paulo. O Timão se mantém em quarto lugar na tabela e o Tricolor, em segundo, com o Inter em terceiro (41). Os três seguem na caça ao Cruzeiro, que perdeu para o Atlético-MG e parou nos 49.
Melhores momentos
Gols
Ficha Técnica - Corinthians 3 X 2 São Paulo
Local: Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo (SP)
Data: 21 de setembro de 2014 (domingo)
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira-SP (ASP-FIFA)
Árbitro Assistente 1: Marcelo Carvalho Van Gasse-SP (FIFA)
Árbitro Assistente 2: Rogério Pablos Zanardo-SP (ASP-FIFA)
Quarto Árbitro: José Claudio Rocha Filho-SP (CBF-2)
Árbitro Assistente Adicional 1: Antonio Rogério Batista do Prado-SP (CBF-1)
Árbitro Assistente 2: Vinícius Furlan-SP (CBF-1)
Delegado: Marcio Verri Brandão (ASS)
Público: 34.688 pagantes
Renda: R$ 2.405.986,50
Cartões amarelos: Bruno Henrique, Guerrero (Corinthians); Álvaro Pereira, Edson Silva, Ganso (São Paulo)
Cartões vermelhos: Fábio Santos (Corinthians); Álvaro Pereira (São Paulo)
Gols: Corinthians: Fábio Santos (pênalti), aos 35 minutos do primeiro tempo e aos 20 minutos do segundo tempo; Guerrero, aos 29 minutos do segundo tempo; São Paulo: Souza, aos cinco, e Edson Silva, aos 45 minutos do primeiro tempo
Corinthians: Cássio; Fagner, Gil, Anderson Martins e Fábio Santos; Ralf, Bruno Henrique e Danilo (Uendel); Renato Augusto, Malcom (Luciano) e Guerrero (Romero); Técnico: Mano Menezes
São Paulo: Denis; Auro, Rafael Toloi (Antônio Carlos), Edson Silva e Álvaro Pereira; Denilson (Osvaldo), Souza e Kaká; Ganso, Alan Kardec e Luis Fabiano (Michel Bastos); Técnico: Muricy Ramalho
Entrevistas pós jogo
video
Estatísticas
Faltas
  • Corinthians: 14
       Bruno Henrique: 3
       Guerrero: 3
       Fagner: 2
       Gil: 2
       Luciano: 2
       Fábio Santos: 1
       Anderson Martins: 1
  • São Paulo
       Kaká: 3
       Álvaro Pereira: 3
       Edson Silva: 2
       Auro: 2
       Michel Bastos: 1
       Denilson: 1
       Antonio Carlos: 1
       Alan Kardec: 1
       Souza: 1

Passes errados
  • Corinthians: 32
       Danilo: 7
       Renato Augusto: 4
       Bruno Henrique: 4
       Fábio Santos: 4
       Malcom: 3
       Ralf: 2
       Fagner: 2
       Guerrero: 2
       Anderson Martins: 1
       Gil: 1
       Luciano: 1
       Uendel: 1
  • São Paulo: 26
        Kaká: 5
        Edson Silva: 4
        Auro: 3
        Álvaro Pereira: 3
        Ganso: 3
        Souza: 2
        Dênis: 2
        Rafael Toloi: 1
        Denilson: 1
        Antonio Carlos: 1
        Michel Bastos: 1

Bolas roubadas
  • Corinthians: 14
        Bruno Henrique: 4
        Gil: 3
        Fábio Santos: 2
        Anderson Martins: 2
        Danilo; 1
        Fagner: 1
        Ralf: 1
  • São Paulo: 9
       Kaká: 2
       Souza: 2
       Michel Bastos: 1
       Antonio Carlos: 1
       Ganso: 1
       Edson Silva: 1
       Auro: 1

Finalizações
  • Corinthians: 12
       Gols: 3 (Fábio Santos, 2, e Guerrero, 1)
       Defendidas: 3 (Malcom, 2, e Guerrero, 1)
       Bloqueada: 1 (Luciano)
       Fora: 5 (Renato Augusto, Anderson Martins, Gil, Bruno                                 Henrique e Luciano)
  • São Paulo: 2
       Gols: 2 (Souza e Edson Silva)

Impedimentos
  • Corinthians: 4
       Guerrero: 2
       Fábio Santos: 1
       Renato Augusto: 1
  • São Paulo: 3
       Michel Bastos: 1
       Antonio Carlos: 1
       Kaká: 1

Posse de bola

Créditos e fontes de imagens e vídeos
globoesporte.globo.com
Djalma Vassão/Gazeta Press/gazetaesportiva.net
Marcos Ribolli/globoesporte.globo.com
Marcos Ribolli/globoesporte.globo.com
facebook.com/corinthians
Djalma Vassão/Gazeta Press/gazetaesportiva.net
Marcos Ribolli/globoesporte.globo.com
youtube.com/user/corinthiansoficial
globoesporte.globo.com
Marcos Ribolli/globoesporte.globo.com
Gazeta Press
Gazeta Press
globo.com/youtube.com
globo.com/youtube.com
gazetaesportiva.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário