sexta-feira, 9 de setembro de 2016

O Leão virou um gatinho

Fazendo jus ao seu apelido, o Sport entrou em campo como um Leão, mas acabou o jogo como um gatinho bem mansinho. Com forte marcação, deixou o Corinthians sem saída de bola, que, desorganizado e amedrontado, mal na marcação e na armação, sofreu enorme pressão do clube recifense, que só não abriu o placar devido a pontaria ruim de seus jogadores e à defesa do Cássio na bola cabeceada por Diego Souza. Na etapa final, o Corinthians se acertou e o jogo mudou. Cristóvão tirou o volante Cristian e colocou o centro avante Gustavo, deslocou Lucca para a esquerda, deixou Marlone na direita, Giovanni Augusto no meio ao lado de Rodriguinho, Camacho na cabeça de área e o estreante Gustavo como centro avante. Com o novo posicionamento e com uma nova postura em campo, os espaços se abriram e o Leão, de caçador passou a ser caçado e domesticado, transformando-se num gatinho mansinho e inofensivo. E os gols foram acontecendo naturalmente. 
Gols
Logo no primeiro minuto, Gustavo tocou de cabeça para Marlone na direita, que foi à linha de fundo, cruzou para a área e Rodriguinho mandou para o gol. Aos 8 minutos Rodriguinho presenteou Neto Moura com uma caneta, iniciando o lance, Marlone recebeu a bola de Léo Príncipe na direita e cruzou rasteiro para o lateral-direito só desviar para o gol, marcando seu 1º tento como profissional. E aos 16 minutos, Lucca cobrou escanteio, Vilson se antecipou a Matheus Xavier e tocou de cabeça. A bola bateu no travessão e entrou no gol. A partir daí o Corinthians só administrou o jogo. 
Marlone, com belas jogadas e duas assistências foi o melhor jogador em campo. Léo Príncipe, Vilson e Rodriguinho também merecem destaque. Gustavo fez boa estreia e como um nove verdadeiro, estava na área nos três gols, prendendo os zagueiros adversários e liberando seus companheiros. E ainda se emocionou e nos emocionou, ao declarar seu amor pelo Timão. Cristian, andando em campo, teve uma péssima atuação, e pelo que não jogou está se credenciando para ser um ex jogador em atividade. 
Entrevista do Cristóvão
Méritos, também para o treinador que, se errou na escalação deixando Gustavo no banco, soube fazer a leitura correta do jogo, acertou o time no intervalo, e, com ousadia, tirou um volante e pôs um atacante, ajustou o posicionamento e mudou o estilo de jogo. Méritos, também para os jogadores, que entenderam a proposta, se doaram em campo e buscaram a vitória e os três pontos, domando e amansando o Leão da Ilha. 
E assim, como torcedora, ao ouvir o apito final, pensei: "Todo mundo odeia CRIStian. Todo mundo ama CRIStóvão". Pelo menos, naquela hora, pelo que foi o jogo, era esse o meu sentimento. 
Com a vitória o Corinthians completou 34 jogos sem perder na Arena e alcançou 40 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, mantendo-se na 4ª colocação e a seis do líder Palmeiras. O Sport estacionou nos 27 pontos e continua próximo da zona de rebaixamento para a Série B da competição.
Na próxima rodada, o Corinthians enfrentará o Santos domingo, às 16:00 horas (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. No mesmo horário, mas na Ilha do Retiro, o Sport receberá o Santa Cruz. 
Melhores momentos
Ficha Técnica - Corinthians 3 X 0 Sport
Local: Arena Corinthians, em Itaquera, São Paulo (SP)
Data: 8 de setembro de 2016, quinta-feira
Horário: 19:30 horas (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda - RJ (CBF-1)
Assistente 1: Michael Correia - RJ (CBF-1) 
Assistente 2: João Luiz Coelho de Albuquerque - RJ (CBF-1)
Quarto árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza - SP (CBF-1)
Público: 24.360 pagantes
Renda: R$ 1.163.355,50
Cartões amarelos: Vilson, Yago (Corinthians); Durval (Sport)
Gols: Corinthians: Rodriguinho, aos dois, Léo Príncipe, aos nove, Vilson, aos 17 minutos do segundo tempo
Corinthians: Cássio; Léo Príncipe, Yago, Vilson e Uendel; Cristian (Gustavo), Camacho (Willians), Giovanni Augusto (Jean), Rodriguinho e Marlone; Lucca; Técnico: Cristóvão Borges
Sport: Magrão; Samuel Xavier (Apodi), Matheus Ferraz, Durval e Rodney Wallace; Rithely, Neto Moura, Diego Souza, Gabriel Xavier (Edmilson) e Everton Felipe (Rogério); Ruiz; Técnico: Luiz Alberto 
Bastidores

Créditos e fontes de imagens e vídeos 
globoesporte.globo.com-taniarubim.com.br-MAON 
Djalma Vassão/Gazeta Press/gazetaesportiva.com-Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians/meutimao.com.br-Djalma Vassão/Gazeta Press/gazetaesportiva.com-MAON 
youtube.com/Ligados no Futebol-globo.com 
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians/meutimao.com.br 
Djalma Vassão/Gazeta Press/gazetaesportiva.com 
youtube.com/Os Donos da Bola-globo.com 
Djalma Vassão/Gazeta Press/gazetaesportiva.com 
youtube.com/Ligados no Futebol-globo.com 
Fernando Dantas-Gazeta Press 
youtube.com/Corinthians

Nenhum comentário:

Postar um comentário