domingo, 26 de fevereiro de 2017

A força da "quarta força"

Derrubamos o último invicto do Campeonato Paulista e calamos a boca dos antis, mostrando a força da "quarta força". Mesmo com a mudança do esquema tático e preservando jogadores, vencemos o jogo com boa atuação, com destaque para os garotos que vieram da base. Seis iniciaram jogando, Léo Príncipe, Pedro Henrique, Arana, Maycon, Léo Jabá e Jô (de outra geração, mas cria do Terrão), Marciel entrou depois e dois marcaram gols, Maycon e Pedro Henrique. E ainda temos outros bons valores que não foram inscritos no Paulistão. Tudo isso vem provar que algumas contratações feitas pelo clube foram desnecessárias e equivocadas. Entre elas, a do pior jogador em campo no jogo, o volante Felipe Bastos. 
Mesmo dominando o jogo, o Timão foi surpreendido pelo gol do Zé Roberto, mas não se abalou e foi capaz de empatar a partida e virar o jogo ainda no primeiro tempo, com os gols do Pablo e do Maycon. Na etapa final, Xuxa, de falta deixou tudo igual no marcador, mas logo em seguida Pedro Henrique colocou o Timão na frente, consolidando a vitória que colocou o alvinegro na liderança do campeonato. 
Gols
Apesar de perder um gol imperdível, Kazim foi importante no jogo, tendo participado dos dois primeiros gols. Foi a primeira vez que vi uma assistência de bicicleta. Mas os melhores em campo foram Maycon e Arana, repetindo o bom desempenho e entrosamento que tiveram na base. E o pior foi o Felipe Bastos, que vacilou muito na marcação e destoou do time como um todo. 
Merece destaque a frieza do time que, surpreendido pelo gol adversário, não se desesperou e por duas vezes foi capaz de reverter o placar. Méritos dos jogadores, mas também da comissão técnica que lhes passou tranquilidade e segurança. Carille e Loss formaram uma bela dupla e, testando novas formações e diferentes esquemas táticos, estão conseguindo tirar o melhor de cada jogador. O time ainda está em formação, mas já é possível perceber a pegada de alguns, a entrega e que a raça será o diferencial na escalação dos jogadores. Quem tiver suco de maracujá nas veias, dificilmente vingará nesse time de guerreiros. 
Com o resultado, o Corinthians alcançou 15 pontos e assumiu a liderança do grupo A. O Mirassol, que vinha de quatro vitórias e um empate na competição, conheceu a sua primeira derrota, porém ainda está na ponta da chave D, totalizando 13 pontos. 
O próximo compromisso do Timão será na quarta feira, 01/03, contra o Brusque, fora de casa, pela Copa do Brasil. Pelo campeonato Paulista, o Corinthians disputará o clássico contra o Santos no sábado, 04/01, em sua arena em Itaquera. Um dia antes, o Mirassol buscará a sua reabilitação contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto. 
Melhores momentos
Ficha Técnica - Mirassol 2 X 3 Corinthians
Local: Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP)
Data: 25 de fevereiro de 2017, sábado
Horário: 19:30 horas (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan
Árbitro Assistente 1: Alex Ang Ribeiro (SP)
Árbitro Assistente 2: Luis Alexandre Nilsen (SP)
Quarto Árbitro: Roberto Pinelli (SP)
Cartões amarelos: Paulinho (Mirassol); Fellipe Bastos e Pedro Henrique (Corinthians)
Gols: Mirassol: Zé Roberto, aos 28 minutos do primeiro tempo, e Xuxa, aos 36 minutos do segundo tempo; Corinthians: Pablo, aos 38, e Maycon, aos 43 minutos do primeiro tempo; Pedro Henrique, aos 38 minutos do segundo tempo
Mirassol: Vagner; Mario Sérgio, Wallace, Edson Silva e Raul (Luiz Fernando); Willian, Paulinho, Welinton Junior (Bruno Sávio) e Xuxa; Zé Roberto e Rodolfo (Rafhael Lucas); Técnico: Moisés Egert 
Corinthians: Cássio; Léo Príncipe, Pedro Henrique, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel, Fellipe Bastos, Léo Jabá (Romero) e Maycon (Moisés); Jô (Marciel) e Kazim; Técnico: Fábio Carille 

Créditos e fontes de imagens e vídeos 
globoesporte.globo.com-facebook.com/Rogério Tavares-Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians/meutimao.com.br-MAON 
 Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians/meutimao.com.br-MAON 
youtube.com/Fiel Torcedor-globo.com 
youtube.com/Esporte Notícias-globo.com 

Nenhum comentário:

Postar um comentário