quarta-feira, 6 de março de 2013

Tijuana X Corinthians

Hoje tem Corinthians na Libertadores. Mais um desafio a ser superado na busca do bi campeonato continental. 
video
Após 17 horas entre duas viagens e uma conexão cansativa, a delegação do Corinthians chegou a Tijuana, no México, no fim da tarde de segunda-feira, às 16 horas (horário de Brasília, 11 horas no horário local). Mesmo com aparência cansada após tanto tempo de viagem desde São Paulo, os jogadores chegaram otimistas. Durante o voo, a maioria preferiu descansar. Muito bem recebidos pela população local, a delegação recebeu a visita e o apoio de corinthianos residentes nos Estados Unidos, que deverão estar infiltrados entre os torcedores locais para assistirem o jogo. A partida está sendo encarada como um fato histórico pela população local e a presença dos bi campeões mundiais está sendo anunciada como o acontecimento esportivo do ano.
video
Em 2º lugar no grupo, vamos enfrentar o líder em sua própria casa e com nossos torcedores quietos, camuflados e escondidos entre a torcida local. E, no palco da batalha, mais um desafio, a grama sintética, onde a bola se comporta de forma diferente daquela que estamos acostumados. Mas, AQUI É CORINTHIANS! e nada disso vai nos amedrontar nem nos acuar, pois sabemos que quanto maior a dificuldade, maior será o mérito alcançado.
Ficha Técnica - Tijuana X Corinthians
Local: estádio Caliente, em Tijuana (México)
Data: 6 de março de 2013, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Victor Hugo Carrillo (Peru)
Assistentes: Jonny Bossio (PER) e César Escano (Peru)
Tijuana: Cirilo Saucedo; Marcelo Gandolfi, Pablo César Aguilar, Édgar Castillo e Joshua Abrego; Fernando Arce, Leandro Augusto, Fidel Martínez e Duvier Riascos; Diego Olsina e Raúl Enríquez. Técnico: Antonio Mohamed
Corinthians: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Renato Augusto e Danilo; Alexandre Pato e Guerrero. Técnico: Tite
Conforme a escalação confirmada pelo técnico Tite, o Timão terá apenas duas mudanças em relação à equipe que empatou sem gols com o Santos no domingo, pelo Campeonato Paulista: os laterais Alessandro e Fábio Santos retomam suas posições, enquanto Edenílson e Igor deixam a equipe principal
O setor ofensivo será formado por Alexandre Pato e Paolo Guerrero. Jorge Henrique, recuperado de lesão na coxa direita, vai ficar no banco de reservas e Renato Augusto, destaque no clássico contra o Santos, no último domingo, formará a dupla de meias com Danilo. Os volantes Ralf e Paulinho completarão o meio campo. Renato Augusto e Danilo armarão o jogo pelos lados, com Alexandre Pato e Guerrero mais perto do gol.
O técnico Antonio Mohamed pretende utilizar força máxima na partida desta quarta, tratada como prioridade total no clube, mas não vai poder contar com o lateral Castillo, lesionado.
Com estilo semelhante ao do atacante Neymar (que é seu ídolo), o meia-esquerda Fidel Martínez tem um futebol ágil e ousado e foi o principal destaque do time mexicano na goleada por 4 a 0 sobre o San José. Ele marcou um gol, deu uma assistência e foi eleito o melhor em campo. Seu estilo de jogo irreverente deve dar trabalho à defesa do Timão, mas assim como Gil anulou o original, confio que vai fazer o mesmo com o Neymar genérico.
video
Outro obstáculo a ser vencido pelo Timão é o gramado sintético. Os jogadores deverão encontrar dificuldades adicionais, principalmente nos primeiros minutos de jogo. Segundo jogadores que têm experiência nesse tipo de gramado, "quando se muda do campo gramado para a grama sintética, o que mais pesa é o tempo de bola. Eles vão precisar correr mais e calcular a diferença da velocidade da bola, ao dar um passe ou fazer um lançamento." (Lombardi, esporte.uol.com.br). A bola quica mais no gramado, o que pode dificultar muito para jogadores não acostumados a jogar em gramados artificiais. Por isso, toda atenção se faz necessária. Têm que ficar espertos com a velocidade da bola e não se matarem de correr no começo do jogo, pensarem bem as jogadas de linha de fundo e ficarem atentos para a diferença da força e do tempo da bola. Eis alguns conselhos de jogadores acostumados com o gramado artificial.
Sobre as dificuldades com o gramado sintético, tem algo que não entendi. Se já sabíamos que iríamos jogar num gramado artificial e se, no Parque São Jorge, onde existia o Terrão, temos alguns campos com grama sintética, porque não os utilizamos para minorar as dificuldade que iremos encontrar?
No treino de reconhecimento do gramado, Tite, além do posicionamento, enfatizou a bola aérea e os cruzamentos ofensivos e defensivos.
Em que pesem todas as dificuldades que estamos vivenciando, temos muito mais time e experiência que o nosso adversário e somos o time da superação. Acredito que consigamos vir do México com um bom resultado e com a classificação encaminhada. Mesmo à distância, a Fiel estará presente em espírito e em pensamento, enviando ao Timão muita energia e positivas vibrações.

Créditos e fontes de imagem
facebook.com/Aqui É Corinthians
globoesporte.com
globoesporte.com
gazetaesportiva.net
globoesporte.com
facebook.com/Corinthianos Roxo
globoesporte.com
globoesporte.com
globoesporte.com
globoesporte.com
facebook.com/fotos do mural

Nenhum comentário:

Postar um comentário