sexta-feira, 2 de agosto de 2013

O futebol voltou

Melhores momentos e comentários
video
Em um jogo vibrante, com muita pegada, em que o time jogou como Corinthians, o Timão venceu o Grêmio no Pacaembu, resgatando um futebol que a Fiel já estava com saudades e se recolocando na luta pelo título nacional. Com a primeira vitória depois de três partidas sem vencer, o Corinthians espanta a crise e volta a jogar bem, após ter se distanciado dos primeiros colocados na tabela de classificação. Embora defendendo-se bastante, o Grêmio não ficou só na retranca, possibilitando um jogo mais aberto. Mesmo assim, o 1º gol só saiu aos 33 minutos do 1º tempo, obrigando o adversário a atacar mais, na tentativa de conseguir o empate, abrindo espaços na defesa. Mas, como continuamos errando finalizações, o 2º gol alvinegro só ocorreu aos 35 minutos da etapa final. 
Mas, tão importante quanto a vitória e os três pontos foi o reencontro do time com o bom futebol. Sim, o Corinthians estava devendo e muito, mas com esse jogo, além do resgate de uma das promissórias, reacendeu as esperanças na volta do time aguerrido, determinado e comprometido. Porque não faltou raça nem empenho, não teve bola perdida e ninguém fugiu da dividida. Não foi o jogo perfeito, mas o time mostrou um grande progresso em relação às partidas anteriores.
Jogando bem, com raça e com vontade, o time encerrou um jejum de mais de 300 minutos de jogo no Pacaembu no Campeonato Brasileiro, onde nas três últimas partidas, contra Portuguesa, Atlético-MG e São Paulo, não conseguiu balançar as redes.
Ainda continuamos perdendo gols por erros de finalizações e cobrando mal as faltas, mas pelo menos, já conseguimos um gol de escanteio, cobrado magistralmente pelo Renato Augusto na cabeça do Paulo André. 
Gols
Se o 1º gol foi claro, Romarinho rolou para Guerrero, que chutou, Dida rebateu, Emerson pegou a sobra e não desperdiçou, o segundo, até o árbitro se confundiu, atribuindo-o primeiramente para o Pato e depois para o Paulo André, uma vez que os dois tocaram na bola. Teria sido um gol do Pato André?
Apesar de alguns vacilos do Cássio, a defesa foi firme e segura. Gil foi impecável, Ralf, o mesmo monstro de sempre e Guilherme, continua melhorando a cada jogo. O garoto Igor mostrou que tem condições de substituir e até de disputar a posição com Fábio Santos.
O ataque, apesar dos gols perdidos por Romarinho e Guerreiro, foi muito mais incisivo que nos últimos jogos e Émerson, o que mais se dedicou, tanto no ataque quanto na marcação, foi premiado com a oportunidade de abrir o placar. Por ter que sair da área para marcar, Guerrero, apesar do bom desempenho, não tem conseguido fazer gol, enquanto Romarinho destaca-se mais pela marcação, ajudando os laterais. A entrada de Renato Augusto melhorou a criação, pois Danilo não estava nos seus melhores dias e atuou muito longe dos atacantes.
O diferencial do jogo e o bom resultado, mais do que a técnica e a tática, foi a postura do time, a mudança de atitude dos jogadores, totalmente diferente dos jogos anteriores. Com boa movimentação, procuraram o jogo e mantiveram a pegada até o final. Esta vitória e o bom futebol apresentado, pela moral proporcionada aos jogadores, poderão alavancar o desempenho do Corinthians no prosseguimento do campeonato, recolocando o time na briga pelo título.
Eventos
Ficha Técnica - Corinthians 2 X 0 Grêmio
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 31 de julho de 2013, quarta-feira
Horário: 21:50 horas(de Brasília)
Árbitro: Alício Pena Júnior (MG)
Assistentes: Márcio Eustáquio Santiago (MG) e Dibert Pedrosa Moisés (RJ)
Público: 23.849 pagantes, total: 24883
Renda: R$ 737.112,50
Cartões amarelos: Pará, Elano e Werley (Grêmio)
Gols: Emerson, aos 33 minutos do primeiro tempo, e Paulo André, aos 35 minutos do segundo tempo
Corinthians: Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Igor; Ralf, Guilherme, Romarinho (Renato Augusto), Danilo e Emerson (Douglas); Guerrero (Alexandre Pato). Técnico: Tite
Grêmio: Dida; Pará, Werley, Bressan e Alex Telles; Riveros, Adriano, Elano e Zé Roberto (Guilherme Biteco, depois Vargas); Kleber e Barcos (Lucas Coelho). Técnico: Renato Gaúcho

Créditos e fontes de imagens e vídeos
meutimao.com.br
globoesporte.globo.com
globoesporte.globo.com
globoesporte.globo.com
globo.com/youtube.com
Ricardo Matsukawa/esportes.terra.com.br
Ricardo Matsukawa/esportes.terra.com.br
Ricardo Matsukawa/esportes.terra.com.br
Ricardo Matsukawa/esportes.terra.com.br
esporte.uol.com.br
esporte.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário