sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Passou raspando

Melhores momentos
Após uma semana de muita expectativa e ansiedade, o Corinthians fez a lição de casa e passou raspando no teste para as quartas de final da Copa do Brasil. Sem ser brilhante e, em alguns momentos, até um pouco atrapalhado, levando alguns sustos nos contra ataques do adversário, o Timão venceu o Luverdense por 2 a 0 e vai enfrentar o Grêmio na próxima fase.
O valente time do Mato Grosso não ficou só se defendendo e nem se escondeu. Bem posicionado em campo, jogou de igual pra igual. Mas, a superioridade técnica do Corinthians fez a diferença, embora, como disse o Cássio, "o Luverdense jogou mais que muito time da série A." Além disso, pressionado pela necessidade de vencer por dois gols de diferença, nosso time demonstrou mais vontade em campo e o resultado poderia ser maior se não tivéssemos perdido tantos gols.
Mas, não fugimos muito do script. No 1º tempo o time jogou bem, marcou os dois gols que precisava e na etapa final, administrou o resultado.
Mesmo com alguns desfalques dos seus titulares, o Timão espantou a zebra. Sem Romarinho e Emerson, cumprindo suspensão e sem Renato Augusto, novamente lesionado, Douglas comandou o meio de campo corintiano com ótimos passes, enquanto Pato mostrou faro de gol e marcou o primeiro, além de ter iniciado a jogada do segundo.
Douglas assumiu a batuta e armou o jogo com maestria, voltando a jogar o bom futebol que sempre esperamos dele, com belos passes e deixando os companheiros na cara do gol. Passaram por ele a maioria das oportunidades de gol, infelizmente, nem sempre aproveitadas.
Pato, não só abriu o placar, mas também brigou muito, chamando a responsabilidade e buscando o jogo com muita vontade.
Guerrero apanhou muito, sofreu várias faltas e esteve extremamente irritado. E perdeu gols imperdíveis. Edenílson teve uma atuação muito aquém da sua capacidade e fez sua pior partida no Corinthians, possibilitando ao Luverdense suas maiores oportunidades. 
Apesar das dificuldades encontradas diante de um time de 3ª divisão, este foi um jogo inusitado. Após um jejum de mais de 1 ano, saiu um gol de falta. O último havia sido marcado por Douglas, no empate por 1 a 1 contra a Portuguesa, no Pacaembu, no dia 21 de julho, pelo Brasileirão de 2012. E Fábio Santos marcou um gol em que Ibson, de letra, deu o passe. 
Agora tenho certeza. São Jorge entrou em campo, os anjos são corinthianos e Deus é Fiel.
Apesar da noite gelada, a torcida não decepcionou. Quase 30 mil torcedores compareceram ao estádio, a quase totalidade corinthiana, para apoiar e empurrar o time. E o preço do ingresso não era dois reais.
O que destoou e causou surpresa foi a entrevista do Tite, que afirmou que com problemas no elenco será necessário priorizar uma das competições. Mas, alertado que os próximos jogos da Copa do Brasil serão em 23/09 e 25/10, mudou de posição e declarou que até lá o foco é o campeonato brasileiro.
A existência de problemas no elenco é preocupante por revelar problemas e equívocos no planejamento. Neste ano jogadores importantes do elenco foram descartados sem que houvesse uma reposição a altura. Alguns foram emprestados, outros negociados ou liberados e seus substitutos não corresponderam. A própria derrota pro Luverdense e os empates recorrentes no Brasileirão decorrem da fragilidade de algumas posições que não foram devidamente reforçadas. 
Se nesta prova passamos raspando, para a próxima precisamos estar melhor preparados, pois vamos enfrentar um time melhor estruturado e mais organizado. E até lá terá dois jogos por semana e, como declarou Tite, temos jogadores que precisam de um tempo maior de recuperação. Poderemos ter problemas e os jogadores emprestados, negociados e liberados farão falta. Para piorar, os que vieram da base para o profissional somente serão utilizados numa situação de emergência, pois Tite tem medo de "queimá-los". Mas, se não jogarem, como poderão adquirir a confiança e a experiência necessária para se firmarem como profissionais?
Aliviados com a classificação, novos desafios nos esperam. Urge que o time se fortaleça para os próximos embates e redefina algumas estratégias de atuação. E que a bolerada mantenha a disposição do último jogo e que encare cada jogo com uma decisão, como de fato são. Pois, independentemente do campeonato, é a camisa do Corinthians que está em jogo e quem a veste, tem a obrigação de fazer sempre o seu melhor.
Ficha Técnica - Corinthians 2 X 0 Luverdense
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP) 
Data: 28 de agosto de 2013, quarta-feira
Horário: 21:50 horas (de Brasília) 
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) 
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Ivan Carlos Bohn (PR) 
Cartões amarelos: Fábio Santos (Corinthians). Rafael Prata, Braga, Carlão (Luverdense) 
Público: 28.576 pagantes
Renda: R$ 924.851,00
Gols: Corinthians: Alexandre Pato, aos 29, e Fábio Santos, aos 44 minutos do primeiro tempo
Corinthians: Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Ibson (Alessandro); Danilo, Douglas e Alexandre Pato (Léo); Guerrero. Técnico: Tite
Luverdense: Gabriel Leite; Raul Prata, Braga, Carlão e Edinho; Júlio Terceiro, Gilson, Washington (Marcelo Maciel) e Rafael Tavares; Tozin (Tatu) e Misael (Samuel) - Técnico: Júnior Rocha
Resumo da partida

Créditos e fontes de imagens e vídeos
meutimao.com.br
meutimao.com.br
globo.com/youtube.com
facebook.com/loucoporticorinthians
sportv.globo.com
globoesporte.globo.com
Rodrigo Capote/esporte.uol.com.br/meutimao.com.br
facebook.com/EuPresidenteRPC
Alex Silva/estadao.com.br
domingossccp.blogspot.com
Alex Silva/estadao.com.br
corinthians.com.br
esporte.uol.com.br
esporte.uol.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário