quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Santos X Corinthians

video
Embalado pelas vitórias nos dois últimos jogos, o Corinthians desceu a serra para enfrentar um combalido Santos na Vila Belmiro, dia 07/08, às 21:50 horas, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.
Embora o adversário esteja em um péssimo momento, com um time em reformulação, vindo de uma goleada em Barcelona, com a torcida revoltada e cobrando todo mundo, os jogadores do Timão não esperam facilidades. Tal qual um animal ferido, o Santos deverá vir com tudo pra cima do Corinthians, na tentativa de se recuperar com uma vitória no clássico.
Ficha Técnica - Santos X Corinthians
Local: Estádio da Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 7 de agosto de 2013 (quarta-feira)
Horário: 21:50 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP) e Danilo Ricardo Simon Manis (SP)
Santos: Aranha; Galhardo, Edu Dracena, Durval e Léo; Arouca e Cícero; Leandrinho, Montillo e Neílton; Giva (Willian José). Técnico: Claudinei Oliveira
Corinthians: Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf e Guilherme; Romarinho, Danilo e Renato Augusto; Guerrero. Técnico: Tite
No banco do Corinthians estarão o goleiro Júlio Cesar, os laterais Alessandro e Igor, o zagueiro Felipe, os volantes Maldonado e Ibson, o meia Douglas e os atacantes Alexandre Pato, Léo e Paulo Victor.
Enquanto o Tite confirmava o time com a mesma escalação que venceu o Criciúma, Claudinei Oliveira fazia um treino secreto e declarava que só iria revelar sua escalação 45 minutos antes do jogo.
No último treino, após o tradicional rachão, Tite realizou uma atividade tática só com os titulares. Como repetiu a escalação do último jogo, não foi necessário preocupar-se com o posicionamento da equipe. Ele dividiu a equipe titular em dois grupos. Os atacantes priorizaram o treinamento de finalizações, Guerrero e Romarinho em especial, e Renato Augusto ocupou a faixa esquerda do ataque na vaga de Emerson, que está suspenso.
A entrada de Renato Augusto no time titular, além de melhorar a criação do meio campo, pode, também, resolver o problema de cobrança de faltas, função carente no atual elenco.
Na defesa, Tite, talvez mais preocupado com os espaços deixados por Fábio Santos, inverteu o lado pelo qual jogam os zagueiros. Gil foi para a esquerda e Paulo André para a direita. Gil é mais rápido e pode cobrir melhor as investidas de Thiago Ribeiro por aquele setor.
Se o Santos está em crise, o Corinthians parece ter reencontrado seu bom futebol. Embora os corinthianos procurem desconsiderar a crise do rival, o Timão leva a vantagem de ser um time melhor estruturado, mais experiente e entrosado que o Santos atual, que vai para o jogo muito pressionado e psicologicamente abalado.
O Corinthians joga por dois objetivos: chegar ao G4 e manter um retrospecto favorável em clássicos em 2013. Não perdeu nenhum dos nove que disputou, o que mostra que o time tem jogado bem jogos decisivos e que geralmente são mais nervosos que o normal. O Santos joga todas as suas fichas na recuperação após o vexame da goleada que sofreu do Barcelona e, mordido, deverá aproveitar o fato de jogar em casa para obter um bom resultado.
O momento melhor é o do Corinthians, mas clássico é clássico e fera ferida torna-se mais agressiva. Temos tudo pra vencer, mas cuidado para não entrar de salto alto nem achar que se pode ganhar quando quiser. Seriedade, concentração, garra e determinação serão imprescindíveis na busca de mais uma vitória e dos três pontos.


Créditos e fontes de imagens e vídeo
globoesporte.globo.com
globoesporte.globo.com
gazetaesportiva.net
facebook.com/meutimao.com.br
esporte.uol.com.br
Daniel Augusto Júnior/Agência Corinthians/gazetaesportiva.net
globoesporte.globo.com
globoesporte.globo.com
facebook.com/Bando de Loucos

Nenhum comentário:

Postar um comentário