segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Vencemos o Goiás e o calor infernal - Que venha o próximo

 
Melhores momentos
Com cinco jogos, cinco vitórias e com 100% de aproveitamento, o Timãozinho avançou para as quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, ao vencer o time do Goiás com dois gols de Gabriel Vasconcelos, neste domingo, 17/01, na Arena Barueri, em jogo que iniciou às 16:30 horas, sob um calor infernal. Numa tarde muito quente, de início, o Corinthians não criou muitas oportunidades, teve dificuldade para furar a defesa bem postada do Goiás, perdeu muitos gols e só conseguiu abrir o placar na etapa final. Com um time tecnicamente inferior, o Goiás fechou-se na defesa e explorou os contra ataques, mas o individualismo de alguns jogadores e os erros de passe impediram o êxito de suas investidas. 
Se o 1º tempo terminou empatado, na etapa final, o time voltou mais ligado e não demorou para abrir o placar. E aos 6 minutos, Gabriel Vasconcelos, com uma ótima assistência de Matheus Cassini, saiu o primeiro gol, para alívio e delírio da Fiel. Após três minutos, novamente Gabriel, após uma bola na trave e um bate rebate na área, marcou seu 2º gol na partida e o 6º no torneio. 
Os garotos do Goiás sentiram os gols, não conseguiram reagir e o Timãozinho passou a administrar o resultado. Ao final do jogo, cansados pelo esforço no calor extenuante, os jogadores passaram a tocar a bola, aguardando o apito final. Afinal, ainda faltam três jogos para o término do torneio e precisamos de todos inteiros e em perfeitas condições físicas e técnicas. Não havia razão para se arriscar num jogo em que o adversário não mais acreditava que pudesse virar.
Merecem destaque na partida, o atacante Gabriel, o melhor jogador em campo, Matheus Cassini, Guilherme Arana e Tocantins.
Com o resultado, o Corinthians avançou para as quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior e vai enfrentar o São Caetano nesta terça feira, 20/01, às 18:30 horas, na Arena Barueri. 
 
Lamentável foi a reação da Polícia Militar, que mais uma vez mostrou seu despreparo em lidar com o torcedor e em resolver conflitos, bem como dos organizadores do torneio que, apesar de um grande público, com famílias e crianças esperando do lado de fora do estádio, só abriu os portões em cima da hora do jogo. Com a demora, torcedores se irritaram e entraram em confronto com os policiais despreparados, que tentaram acalmar os ânimos atirando bombas de efeito moral e balas de borracha. 
Já passou da hora das autoridades civis e militares se prepararem melhor para lidar com o povo e prevenir conflitos. Sabendo que a torcida sempre comparece aos jogos do Corinthians, a Federação Paulista de Futebol desfilou sua incompetência em administrar o acesso, mesmo diante da previsão do comparecimento expressivo da torcida e da revista demorada feita pela Polícia Militar. Esta, por sua vez, ignorou a presença de muitas famílias com crianças e investiu violenta e indiscriminadamente sobre os torcedores, causando ferimentos e até atropelamento, tal como foi descrito no Blog do Chico Lang, em http://www.gazetaesportiva.net/blogs/chicolang/

Créditos e fontes de imagens e vídeo
esporte.uol.com.br
globoesporte.globo.com
sportv.globo.com/youtube.com
Marcos Bezerra/esportes.opovo.com.br
globoesporte.globo.com
facebook.com/Renato Silva
Gazeta Press/MAON
Gazeta Press

Nenhum comentário:

Postar um comentário